Destaques

Casa do Carnaval foi a novidade de Belém em 2020

Antony idealizador da Casa do Carnaval de Belém A Casa do Carnaval foi a grande novidade da festa d ...

Bicharada do Mestre Jaime invade as ruas de Salgueiro fazendo paródia sobre o coronavírus  

   Já se vão cerca de 70 anos de folia e a Bicharada do Mestre Jaime, mesmo com as mudanças oco ...

Um Carlitos, dois Carlitos

*Carlos Laerte Há 106 anos o ator, diretor, produtor, roteirista, montador, compositor, diretor de ...

Casa do Carnaval foi a novidade de Belém em 2020

Postado em 25 de fevereiro de 2020 por Josélia Maria

Antony idealizador da Casa do Carnaval de Belém

A Casa do Carnaval foi a grande novidade da festa de Momo na sertaneja Belém do São Francisco.O local foi idealizado pelo artista Antony Dunes e um grupo de amigos.

Os belemitas e visitantes encontram no local a história do carnaval da terra dos primeiros bonecos gigantes do Brasil, através de fotos, fantasias e até um camarim .





Bicharada do Mestre Jaime invade as ruas de Salgueiro fazendo paródia sobre o coronavírus  

Postado em 25 de fevereiro de 2020 por Josélia Maria

 

 
Já se vão cerca de 70 anos de folia e a Bicharada do Mestre Jaime, mesmo com as mudanças ocorridas nos aspectos da cultura popular se mantém firme no carnaval do interior de Pernambuco.

Símbolo da folia de Salgueiro, no Sertão de Pernambuco, a Bicharada do Mestre Jaime repete a dose neste domingo à partir das 17h ao desfilar pelas ruas e avenidas da cidade. Os bonecos gigantes multicoloridos, as fantasias e a irreverência vão tomar conta dos foliões, ao som das marchinhas e frevos.

Aos 97 anos, o criador da troça há mais de meio século que já foi homenageado pelo governo do Estado no Galo da Madrugada e levou seus bonecos para Recife, Olinda, Petrolina e Belém do São Francisco, Jaime Alves Concerva, desfilará em um carro alegórico especial e adaptado. O produtor cultural, organizador do desfile, o artista plástica e filho do mestre, Jaime Alves Concerva Filho, adianta que este ano o mestre será paramentado, na figura de um inseto “gigante”, sendo uma muriçoca, como referência a um bloco da cidade chamado de Os Insetos, ao mesmo tempo servirá de paródia e brincadeira.

“Quando se aproxima a folia, até dois meses antes, ele mostra que sua ansiedade é total. Apesar das limitações físicas, a saúde e a cabeça dele são boas. Esse ano ele vai sair em uma muriçoca, para mostrar que se tem o coronavírus lá, aqui tem o vírus da folia”, observa Jaime Filho. Diante da ansiedade e o desejo de manter a tradição, Jaiminho conta que, a cada ano, está sendo mais difícil botar a Bicharada nas ruas devido vários fatores de administração e falta de apoio, porque há custos com material e contratação de pessoas para carregar os bonecos. “Até os bonequeiros estão desaparecendo”, lamenta.   

Para o jornalista e professor universitário Emanuel Andrade pesquisador de cultura popular e prestes a escrever um livro sobre a trajetória carnavalesca e boêmia do mestre, a Bicharada ultrapassou as barreiras das mudanças ocorridas em pouco mais de meio século sem perder a garra, a dedicação e a originalidade dentro da festa mais popular do país. “Ele precisa ser patrimônio em vida e as gerações futuras manter essa tradição que não é lenda, mas um fato cultura que se deu no carnaval do sertão bem antes de Olinda atrair seus bonecos gigantes”. observa.





Um Carlitos, dois Carlitos

Postado em 25 de fevereiro de 2020 por Josélia Maria

image-105092

*Carlos Laerte

Há 106 anos o ator, diretor, produtor, roteirista, montador, compositor, diretor de fotografia e regente de orquestra, Charles Chaplin, criou um andarilho pobre, cheio de manias e dono de um bigodinho que marcou a história do cinema. Chapéu-coco, bengala, calças largas, casaco apertado, sapatos rotos e enormes, Carlitos era um doce vagabundo, um cavalheiro solitário, poeta e sonhador que fazia dos próprios passos dança contra o poder e a tirania. Da sua primeira aparição, no filme ‘Corrida de Automóveis para Meninos’, de apenas 11 minutos, lançado no dia 7 de fevereiro de 1914, até os dias de hoje, este personagem encantou o mundo sem dizer uma só palavra. O eco das suas composições e os gestos mínimos e mágicos foram dando asas à imaginação e povoando as brincadeiras de criança e de muita gente adulta também, principalmente em tempos de Carnaval, quando os papeis sociais são invertidos, a hipocrisia escancarada e o poder questionado.

Já passava dos 20 e poucos anos quando o comerciante aposentado Eribaldo Bezerra saiu pela primeira vez na década de 1960, animando bailes e sacudindo às ruas de Petrolina. Vestido de palhaço e arrastando foliões por onde passava, este pedaço histórico e pulsante do Carnaval pernambucano era a própria caracterização dos festejos pagãos, que antes serviam para celebrar grandes colheitas e louvar divindades.

A brincadeira começou bem antes, em Caruaru, sua terra natal, quando depois de pular com um penico furado na cabeça “dizendo que era quepe de polícia” o ainda adolescente folião pegou um paletó emprestado, uma vara de bambu e misturando óleo com carvão incorporou pela primeira vez o Carlitos.

Com muito frevo no pé e disposição para o ‘Tríduo Momesco’, Eribaldo inventou blocos, foi passista, mascarado e casado com Maria das Mêrces, viveu um Carlitos por demais apaixonado. Qual o personagem original, que com dois garfos espeta dois pãezinhos e os transforma em pés dançarinos, o nosso Carlitos do sertão encanta à ‘Terra dos Impossíveis’ dançando por dançar, brincando por brincar como se a 21 de Setembro fosse o coreto ali na frente e o Iate Clube não passasse da 1º de Maio, ali de Trás da Banca. Agora, quando a cidade o homenageia, neste Carnaval 2020, Eribaldo com o fôlego renovado veste de novo a indumentária e em nome do passo, da batucada, do corso e da alegoria, abre as comportas para as colombinas, pierrôs e arlequins, purpurinas e Piratas Reis do Samba. E, antes das restrições impostas pela quaresma, a criança que há em nós agradece.

*Carlos Laerte é poeta, jornalista e diretor da Clas
Comunicação e Marketing

Foto: Chico Egídio





Pluralidade cultural marca a terceira noite do carnaval de Petrolina

Postado em 25 de fevereiro de 2020 por Josélia Maria

Fabiana Santiago na terceira noite do carnaval de Petrolina 2020 — Foto: Divulgação/ PMP

Fabiana Santiago na terceira noite do carnaval de Petrolina 2020 — Foto: Divulgação/ PMP

G1 Petrolina

A terceira noite de carnaval em Petrolina, no Sertão de Pernambuco, foi marcada por uma pluralidade cultural com vários ritmos musicais, tribos e cores. O público aprovou a diversidade e lotou os polos da festa: Orla, Multicultural e 21 de Setembro.

Na praça da 21 de setembro, a folia começou cedo. Famílias reinaram no espaço curtindo lambada ao som da orquestra de frevo Aquarela. O cantor Ronne teve até que dividir o palco com a criançada. A praça foi o destino escolhido pela Sandra Amaral, que trouxe a filha para brincar o carnaval. A dupla foi fantasiada de unicórnio.

Lucas Tavlos anima o polo Multicultural no carnaval de Petrolina 2020 — Foto: Jonas santas/ PMP

Lucas Tavlos anima o polo Multicultural no carnaval de Petrolina 2020 — Foto: Jonas santas/ PMP

Já no polo Multicutural – Matingueiros, o cantor Lucas Tavlos uniu vários tribos juntas em nome da diversão. A Dj Madame Voodoox também fez seu som animar o público.

A cantora Fabiana Santiago abriu a noite no polo Orla e levantou o folião. Ela subiu ao palco fantasiada de Chapplin, uma homenagem a Eribaldo Bezerra, o Carlitos do Sertão. Depois, o cantor André Rio animou o polo Orla com um som pernambucano.

image-105089

A cantora Vina Calmon veio em seguida e fez todo dançar e cantar os antigos e novos sucessos da banda Cheiro de Amor. O encerramento da festa ficou por conta do Dj Aquiles. Ele levou a música eletrônica para o carnaval.





Empetur leva campanha Bora Pernambucar ao desfile do Galo da Madrugada em São Paulo

Postado em 25 de fevereiro de 2020 por Josélia Maria

O Galo da Madrugada desembarca no Carnaval de São Paulo e leva Pernambuco inteiro na mala! Nesta terça-feira, dia 25, das 9h às 15h, o maior bloco do mundo desfila toda sua alegria e tradição pela capital paulista com direito a muito frevo com apresentações de Gustavo Travassos, André Rio, Fafá de Belém, entre outros. Durante o evento, a Secretaria de Turismo e Lazer de Pernambuco, através da Empetur, realizará uma ação de divulgação dos atrativos do Estado.

A iniciativa tem como objetivo promover Pernambuco como destino turístico e reforçar a imagem do Estado como anfitrião do “Verdadeiro Carnaval de Rua do Brasil”. Para isso, um lounge de 30m² será montado, tendo como mote a campanha #BoraPernambucar. O espaço servirá para transmitir aos foliões paulistas o encanto da folia pernambucana. Promotores fantasiados dos principais ícones carnavalescos do Estado, como passista de frevo, o Homem da Meia-Noite e, claro, o Galo da Madrugada, vão interagir com o público.

“O Galo da Madrugada é referência do Carnaval pernambucano e, pela primeira vez, irá desfilar toda sua irreverência em solo paulistano. A ação da Empetur aproveita este grande evento para promover a folia de nosso Estado e convidar o público paulista a conhecer nossa cultura do litoral ao sertão”, explica o secretário de Turismo e Lazer, Rodrigo Novaes.

Quem visitar o lounge também poderá fazer tatuagens digitais temporárias com frases como: “Te vejo em Pernambuco”, “Eu (amo) Pernambuco”, “Minha carne é de Carnaval”, e ícones da cultura local, como a sombrinha de frevo e o Homem da Meia-Noite. Ao todo, são 10 layouts diferentes para o folião escolher, cada uma com até 2 cm de altura. Com a ativação no desfile do Galo da Madrugada, a Empetur espera impactar, direta e indiretamente, cerca de um milhão de pessoas. Haverá ainda distribuição de água mineral no lounge.





Paulo Câmara prestigia a folia dos papangus de Bezerros

Postado em 25 de fevereiro de 2020 por Josélia Maria

Neste domingo, o governador foi recebido pelo anfitrião, o prefeito Breno Borba, e conferiu de perto a animação do carnaval da cidade
 
O governador Paulo Câmara prestigiou, neste domingo de Carnaval (22.02), a folia dos Papangus de Bezerros, município do Agreste Central de Pernambuco. Ao lado do prefeito, Breno Borba, e de secretários de Estado, Paulo percorreu as ruas da cidade cumprimentando os foliões e conferiu de perto a animação dos papangus, tradição centenária de Bezerros, sendo o terceiro destino de folia mais procurado de Pernambuco. O governador também visitou os postos das polícias Civil e Militar.
 
“É muito bom estar em Bezerros mais um ano e ver a alegria das pessoas nas ruas, os papangus desfilando, as fantasias, muita criança e muita família brincando com muita alegria e muita paz, como é tradicional em Pernambuco. A Prefeitura de Bezerros está de parabéns por estar fazendo um grande carnaval. Pernambuco tem mais de 60 municípios com polos e tradições centenárias, mantidas e preservadas. Precisamos valorizar a cultura e fico muito feliz de vir a Bezerros e ver a folia dos Papangus sempre crescendo”, afirmou o governador.
Paulo também vistoriou as delegacias móveis das polícias Militar e Civil, que, junto com a Científica e com o Corpo de Bombeiros, atuarão de forma integrada no reforço do policiamento e atendimento às ocorrências nos focos de animação. A festa está sendo monitorada pelo Centro Regional de Comando e Controle do Agreste, sediado em Caruaru, que promove o videomonitoramento.
 
O prefeito Breno Borba agradeceu a presença do governador Paulo Câmara no carnaval de Bezerros e o apoio dado, sobretudo, para que a segurança. “O governador reforçou as polícias Militar e Civil, além do Corpo de Bombeiros. Isso foi primordial para que tivéssemos tantas famílias, com crianças e idosos, brincando nas ruas”, disse o gestor, frisando que, neste domingo, o município recebeu mais de 200 mil pessoas. “Ontem, tivemos recorde de público, coisa que não víamos há muitos anos. Então tenho certeza de que até a quarta-feira de cinzas não será diferente”.
 
Marcelo Conceição, 40 anos, é de Gravatá e, há cinco anos, brinca o Carnaval de Bezerros nos domingos com toda sua família. “Viemos eu, minha esposa, minha filha. É um lugar tranquilo, que dá para a gente passar o dia inteiro. Gostamos muito daqui”, disse.
 
Fotos: Heudes Regis/SEI




Detran-BA flagra motorista de trio alcoolizado na Barra

Postado em 25 de fevereiro de 2020 por Josélia Maria

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-BA) flagrou, na noite da segunda-feira (24) de Carnaval, no circuito Dodô (Barra-Ondina), o condutor do trio Ecológico, Edilson Caetano de Oliveira, 42 anos, que estava alcoolizado. O motorista foi retirado do desfile e encaminhado à delegacia.

O Detran-BA realiza o teste do bafômetro em condutores de trios e carros de apoio que participam do Carnaval de Salvador, nas entradas e saídas dos circuitos Dodô (Barra-Ondina) e Osmar (Campo Grande). “Este ano, nós reforçamos a fiscalização para coibir situações como essa, em que o condutor do trio, numa demonstração de total irresponsabilidade, estava alcoolizado, colocando em risco os músicos e foliões”, declarou o coordenador da Operação Lei Seca do Detran-BA, Márcio Santos.





Paulo Câmara prestigia 21º Encontro dos Maracatus de Nazaré da Mata

Postado em 25 de fevereiro de 2020 por Josélia Maria

image-105074

Governador esteve na Zona da Mata, nesta segunda-feira, para conferir de perto as festividades

Dando continuidade à agenda que vem cumprindo durante o Carnaval pernambucano, o governador Paulo Câmara marcou presença, nesta segunda-feira (24.02), no município de Nazaré da Mata, na Zona da Mata Norte do Estado, para conferir o tradicional Encontro dos Maracatus. Em seu 21º ano, a manifestação, que recebeu o título de Patrimônio Cultural e Imaterial do Brasil em 2014, contou com a apresentação de 36 grupos. As agremiações desfilaram em frente à Praça Papa João XXIII, mais conhecida como Praça da Catedral, no centro da cidade. Este ano, a festa homenageou os mestres Galdino e Luciano, além de Valdecir da Cerâmica.

“Faço questão de vir todo ano ao desfile dos maracatus e é sempre muito emocionante. A gente busca sempre apoiar e valorizar cada vez mais. O maracatu é uma riqueza de Pernambuco, faz parte da nossa história e da nossa cultura”, afirmou Paulo Câmara, frisando que a diversidade de expressões culturais em Pernambuco é o que faz a diferença e atrai tantos admiradores e turistas aos festejos. “Pelo que pude ver, o Carnaval pernambucano está mais uma vez de parabéns. Estamos fazendo uma grande festa, a melhor do Brasil”, pontuou o governador, que foi recebido pelo prefeito de Nazaré, Nino.

Contramestre do grupo de maracatu Cambinda Brasileira, Maciel Carlos, 33 anos, classificou o encontro como o melhor momento do carnaval. “O dia de hoje é o mais especial que existe. Um encontro que reúne todos os maracatus. Quem não vem brincar em Nazaré, não brincou o carnaval direito”, disse.

OLINDA – Após a passagem pela Mata Norte, o governador seguiu para Olinda, na Região Metropolitana do Recife. No bairro de Cidade Tabajara, Paulo Câmara cumprimentou e conversou com moradores, e assistiu a apresentações do 30º Encontro Estadual dos Maracatus de Baque Solto. Em seguida, acompanhado da primeira dama Ana Luiza e de sua comitiva, seguiu para um almoço na Casa da Rabeca, onde a vice-governadora Luciana Santos, o prefeito do Recife, Geraldo Julio, e a primeira dama da capital, Cristina Mello, se integraram ao grupo.

“Pernambuco é um Estado que tem uma diversidade muito grande. No carnaval, por questões de identidade, há a necessidade de a gente reforçar aquilo que é base da nossa cultura. E o maracatu faz parte dessa base, é uma das principais estruturas da nossa história”, frisou o secretário estadual de Cultura, Gilberto Freyre Neto, que acompanhou o governador, juntamente com os secretários Rodrigo Novaes (Turismo e Lazer), Antônio de Pádua (Defesa Social), Clóves Benevides (Prevenção às Drogas e à Violência), Alberes Lopes (Trabalho, Emprego e Qualificação) e Severino Pessoa (Chefe de Gabinete da Fundarpe). Também participou da comitiva nos dois eventos, a convite do Governo de Pernambuco, a Consul Geral da China, Yan Yuqing.

Fotos: Hélia Scheppa/SEI