Destaques

O materialismo cria o homem mau

Altar do Johrei Center Petrolina    Foto:Josélia Maria Este título pode soar um pouco forte dema ...

Com turnê ‘Como eu Quero’, Paula Toller promete ‘antologia de sucessos’ no TCA

Foto: Divulgação / Leo Aversa por Lara Teixeira A cantora Paula Toller desembarca em Salvador nest ...

O materialismo cria o homem mau

Postado em 19 de outubro de 2018 por Josélia Maria

image-85436

Altar do Johrei Center Petrolina    Foto:Josélia Maria

Este título pode soar um pouco forte demais, mas não tenho como evitar, pois, corresponde à pura verdade. Segundo nosso ponto de vista, o materialismo, ou seja, o ateísmo, pode ser considerado o pensamento mais perigoso que existe.

Vejamos. Falando abertamente, se Deus não existisse, eu agiria às escondidas, ganharia dinheiro enganando o próximo habilmente; faria o que bem entendesse e, além de viver uma vida de luxo, estaria numa posição de maior destaque na sociedade. Entretanto, uma vez que me conscientizei da existência de Deus, de maneira alguma sou capaz de proceder assim.

Tenho de percorrer o caminho da retidão e tornar-me alguém que deseja a felicidade das outras pessoas. De outra forma, jamais poderia ser feliz e ter uma vida que valha a pena viver (…).

Meishu-Sama – Alicerce do Paraíso, v. 1 (edição revisada – trechos)




jr telecom

Vanessa Da Mata – Amado

Postado em 19 de outubro de 2018 por Josélia Maria




jr telecom

Com turnê ‘Como eu Quero’, Paula Toller promete ‘antologia de sucessos’ no TCA

Postado em 19 de outubro de 2018 por Josélia Maria

Com turnê 'Como eu Quero', Paula Toller promete 'antologia de sucessos' no TCA

Foto: Divulgação / Leo Aversa
por Lara Teixeira

A cantora Paula Toller desembarca em Salvador nesta sexta-feira (19) com a turnê “Como Eu Quero”. No show, que acontece no Teatro Castro Alves, às 21h, Toller irá apresentar em seu repertório os grandes sucessos da época em que era cantora da banda Kid Abelha e também canções do Charlie Brown Jr, Mutantes e Stevie Wonder. 

Em entrevista ao Bahia Notícias, a artista disse que este show “é uma antologia de sucessos”. “Normalmente, numa turnê, faço shows do repertório do disco mais recente e toco algumas conhecidas para animar o público, mas dessa vez a minha intenção é tocar todas as músicas que marcaram, trazendo para uma levada mais básica, com violões e muita vibração. Graças a Deus tenho mais hits do que cabem num único show, então escolhi, junto com o Liminha (diretor musical e violonista do show), as músicas mais antigas”. 

Sobre as canções dos outros artistas, Toller falou que são de pessoas que ela admira. “Eu gostaria de ter feito essas músicas, elas combinam muito bem com a minha voz”, admitiu. A cantora lançou um videoclipe da sua versão de “Céu Azul”, do Charlie Brown Jr. 

Com 35 anos de carreira, Toller comemora as coisas boas que a música lhe trouxe ao longo de sua trajetória profissional. “Fui fiel ao meu público, não corri atrás de modas passageiras, por isso hoje sinto que tenho credibilidade”, apontou a cantora. 

A artista lançou seu último disco solo, “Transborda”, em 2014. Paula disse ao Bahia Notícias que está vivendo “intensamente” a turnê, e no momento, não tem planos para gravar um novo álbum. “Estou compondo aleatoriamente com amigos”. Já a turnê “Como Eu Quero” deve ganhar um DVD, que está previsto para ser gravado no ano que vem. 

SERVIÇO
O QUÊ:
“Como eu Quero” – Paula Toller
QUANDO: Sexta-feira, 19 de outubro, às 21h
ONDE: Sala principal Teatro Castro Alves, Campo Grande, Salvador-BA
VALOR: Filas A a W – R$ 180 inteira e R$ 90 meia entrada; nas filas X a Z6 – R$ 150 inteira e R$ 75 meia entrada e nas filas Z7 a Z11 – R$ 120 entrada e R$ 60 meia entrada




jr telecom

Artistas cobram posição do TSE sobre denúncia de pacote de fake news contra PT

Postado em 19 de outubro de 2018 por Josélia Maria

Artistas cobram posição do TSE sobre denúncia de pacote de fake news contra PT

Foto: Reprodução / Instagram
Bahia Noticias

Após uma reportagem da Folha de S. Paulo que denunciou um esquema no qual empresários apoiadores de Jair Bolsonaro (PSL) teriam comprado pacotes de pelo menos R$ 12 milhões para disparar mensagens em massa contra o PT, pelo WhatsApp, um grupo de artistas pede um posicionamento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) (clique aqui e saiba mais sobre o caso). A prática é crime eleitoral, já que a legislação proíbe doação de empresas para campanhas políticas e o apoio não foi declarado oficialmente . 

Nomes como Caetano Veloso, Vladimir Brichta, Zezé Polessa, Malu Galli, Sophie Charlotte, Giselle Fróes, Igor Angelkorte, Juliana Alves, Maria Clara Spinelli, Fernanda Nobre, Leticia Sabatella, Teresa Cristina, Débora Lamm, Pally Siqueira, Camila Pitanga e Paula Burlamaqui gravaram vídeos para pedir por uma posição da Justiça. “Ministra Rosa Webber, me permita uma pergunta. Criar as fake news, as notícias falsas, e espalhar elas através do WhatsApp, para manipular a opinião pública, não constitui crime eleitoral?”, questionou  Vladimir Brichta à presidente do TSE. “Excelentíssima ministra Rosa Webber, comprar fake news com dinheiro de caixa 2 para manipular as eleições não é crime eleitoral?”, indagou Paula Burlamaqui.




jr telecom

Isidório critica apoio de líderes evangélicos a Bolsonaro: ‘Eleição escolhe gestor’

Postado em 19 de outubro de 2018 por Josélia Maria

Isidório critica apoio de líderes evangélicos a Bolsonaro: ‘Eleição escolhe gestor’

Foto: Reprodução / Facebook

Bahia Noticias

Após rever seu voto no primeiro turno e escolher apoiar Fernando Haddad (PT) no segundo (veja aqui), o deputado estadual Pastor Sargento Isidório (Avante) criticou o apoio de lideranças evangélicas ao candidato à Presidência pelo PSL, Jair Bolsonaro.

“Quem são esses pastores que apoiam Bolsonaro? São os donos de jatinhos que disputam quem tem o maior e mais caro jatinho? São pastores de baixo, como eu, que enxergam a pobreza e não concordam com candidato que diz que aceitava auxílio moradia ‘para comer gente’”, afirmou o deputado, ao relembrar a justificativa do capitão da reserva que aceitava o auxílio mesmo morando em apartamento próprio. 

Isidório ainda questionou o interesse de pastores como Silas Malafaia e Edir Macedo, que declararam apoio a Bolsonaro (veja aqui). “Eleição não é para consagrar padre e pastor, é para eleger gestor. Se é para pastor eleger presidente, que pelo menos seja um que vá para debates”, argumentou o parlamentar. 




jr telecom

Brasil perde seis leitos por dia; no SUS, são 41 mil vagas a menos

Postado em 19 de outubro de 2018 por Josélia Maria

Já a rede particular apresentou tendência inversa e ampliou a capacidade em 18.300 leitos

O Brasil perdeu, nos últimos dez anos, seis leitos hospitalares por dia. São 23.088 vagas a menos, conforme estudo preparado pela Confederação Nacional dos Municípios e obtido pela reportagem. E mostra o descompasso entre público e privado

No Sistema Único de Saúde (SUS), foram fechadas 41.388 vagas, 12% do número apresentado em 2008. Já a rede particular apresentou tendência inversa e ampliou a capacidade em 18.300 leitos.

A tendência de redução geral das vagas é explicada por especialistas, em parte, pela mudança no atendimento psiquiátrico. No passado, ele era centrado no ambiente hospitalar e, graças ao movimento antimanicomial, passou a ser feito prioritariamente nos Centros de Atenção Psicossocial (Caps). “Dos 41 mil leitos fechados na década, 21 mil eram psiquiátricos”, afirma a consultora da CMN Carla Albert.

Ela observa, no entanto, que em grande parte das demais especialidades, a redução do atendimento hospitalar está longe de ser um bom sinal. “Muitas vezes, representa falta de recursos e, sobretudo, dificuldade de acesso da população a um atendimento indispensável.”

Na Pediatria e Obstetrícia, por exemplo, a oferta de leitos minguou de forma expressiva. No caso de vagas para atendimentos de crianças, a redução de leitos SUS no período entre 2008 e 2018 foi de 26%. Na Obstetrícia, a redução na capacidade de atendimento hospitalar foi de 16,87%. “Em um momento em que o número de nascimentos de bebês prematuros aumenta, é difícil explicar a redução de leitos”, afirma Clóvis Constantino, da Sociedade Brasileira de Pediatria.

Carla lembra que, embora as vagas em Hospital Dia tenham aumentado, elas ainda são pouco expressivas. Em 2018, havia 5 347, ante 4.213 registradas em 2008. “O receio é de que a desativação de leitos tenha ocorrido sem a devida organização da rede ambulatorial. Basta ver as filas que ainda existem para alguns procedimentos.”

Para a consultora da Confederação Nacional dos Municípios, parte da desativação dos leitos ocorre não por razões técnicas, mas econômicas. “E isso desorganiza o sistema. Basta ver as ações judiciais para garantir o atendimento.”

Além da Psiquiatria, Carla cita que a redução de vagas é justificada no caso da Dermatologia e da Endocrinologia. “Basta ver o atendimento para pessoas com hanseníase. Hoje, é feito exclusivamente em ambiente ambulatorial.” Carla questiona, porém, a estagnação das vagas em Cardiologia. Em dez anos, apenas 23 foram abertas.

Justificativas
O Ministério da Saúde informou que a tendência mundial é de “desospitalização”. “É importante ressaltar que a redução no número de leitos gerais não afetou a oferta assistencial e a produção aprovada nos sistemas de informação do SUS. A quantidade de internações aprovadas no sistema em 2008 foi de 11,1 milhões e em 2017, de 11,6 milhões.” As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.




jr telecom

Prefeito do Cabo, Lula Cabral é preso em operação da PF

Postado em 19 de outubro de 2018 por Josélia Maria

Do JC

O prefeito do Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife (RMR), Lula Cabral, foi preso em operação contra fraudes no instituto previdenciário, na manhã de hoje. O mandado de prisão faz parte da Operação denominada “Abismo”, da Polícia Federal (PF), busca a desarticulação de uma empresa que cometia fraudes em institutos previdenciários em vários estados do País.

De acordo com a PF, as investigações da operação tiveram início em março deste ano e apontam que foram transferidos mais de R$ 90 milhões de reais do instituto previdenciário do Cabo, que antes se encontravam investidos em instituições sólidas, para fundos de investimento compostos por ativos “podres”. Isso significa que não tem lastro e com uma grande probabilidade de inadimplência futura. Este esquema coloca o risco de pagamento da aposentadoria dos servidores do município e há possibilidade de já estarem prejudicados com a ação.

Hoje, houve cinco mandados de prisão no Estado, e até o fim da manhã, quatro já haviam sido cumpridas. Estão sendo cumpridos 18 mandados de busca, dois mandados de prisão temporária e quatro de prisão preventiva. O Tribunal Regional Federal (TRF) da 5ª Região autorizou o sequestro e o bloqueio dos bens e valores depositados em contas bancárias no nome dos investigados.

Os suspeitos estão sendo indiciados por lavagem de dinheiro, associação criminosa, crimes financeiros, corrupção ativa e passiva. A pena desses crimes ultrapassa 30 anos de reclusão. Os presos serão levados para a sede da Polícia Federal, na área central do Recife, onde deverão prestar depoimento e serão encaminhados para o sistema prisional.

Esquema

De acordo com a delegada da PF, Andrea Pinho, dentro do esquema havia uma empresa de fundos de investimentos que atuava de forma irregular. “Para conseguir captar clientes, ela se associou a lobistas, principalmente, aqui em Pernambuco, para fazer fundos de captação milionários. Como é o caso do instituto desta cidade, em que houve a transferência de quase cem milhões de reais”, explica a delegada.

De acordo com o também delegado da PF, Márcio Tenório, lobistas, funcionários, o prefeito e parentes ligados ao instituto previdenciário. “A gente nesse esquema, a associação criminosa, lavagem de dinheiro e crime contra ao fundo previdenciário. A investigação aponta que 50% de parte deste dinheiro já estava nesses fundos garantidos. Eles não poderiam mexer nesses fundos”, confirma o delegado.

Números da operação

Segundo a investigação, que ocorre sob sigilo de justiça, houve a atuação de 220 policiais federais em cumprimento de sessenta e quatro ordens judiciais. No total, foram sendo 42 mandados de busca e apreensão, 10 mandados de prisão preventiva e 12 mandados de prisão temporária, nos estados de  São Paulo, Rio de Janeiro, Paraíba, Goiás, Santa Catarina e no Distrito Federal. Estão sendo presos, empresários, lobistas, advogados, políticos, religiosos e outras pessoas que de uma forma tem participação com o esquema criminoso.

As medidas foram determinadas pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região, que ainda autorizou o sequestro e bloqueio de bens e valores depositados em contas em nome dos investigados.




jr telecom

FBC destina R$ 2 mi ao orçamento da União para proteção a mulheres e idosos

Postado em 19 de outubro de 2018 por Josélia Maria

Sete emendas propostas pelo senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) ao Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA-2019) foram aprovadas por três comissões do Senado. Duas delas, apresentadas à Comissão de Direitos Humanos (CDH), destinam um total de R$ 2 milhões ao orçamento da União do próximo ano para ações no âmbito das políticas de Igualdade e Enfrentamento à Violência contra as Mulheres e de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência.

“São recursos direcionados ao Ministério dos Direitos Humanos para o financiamento de ações de proteção a mulheres vítimas de violência, previstas na Lei Maria da Penha e em outras legislações”, explica Fernando Bezerra. A outra metade dos investimentos é destinada ao fortalecimento, implementação e execução de serviços e obras voltados às pessoas com deficiência. “Uma forma de estimularmos a participação social nas políticas públicas estaduais e municipais por meio dos conselhos e de outros órgãos de defesa dos direitos das pessoas com deficiências”, acrescenta o senador.

Outras duas emendas de Bezerra Coelho ao PLOA-2019 foram aprovadas pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE). Uma delas assegura recursos para o desenvolvimento de micro e pequenas empresas e também do artesanato. A outra emenda é voltada ao financiamento do Projeto KC-X.

Trata-se do desenvolvimento de aeronaves de transporte militar e reabastecimento em voo, em substituição aos aviões C-130 Hércules da Força Aérea Brasileira (FAB). De acordo com o Projeto KC-X, as novas aeronaves também permitirão ao Estado brasileiro promover ações como apoio a calamidades públicas – como é o caso de enchentes, desabamentos e incêndios – e, ainda, ajuda humanitária internacional.

Blog do Magno




jr telecom