Destaques

Um bairro, um vereador

Bernardo Mello Franco – Folha de S.Paulo O Senado aprovou a adoção do voto distrital nas ele ...

Terremoto faz mais de mil de mortos no Nepal

Passa de 1,5 mil o número de mortos após um terremoto de magnitude 7,8 graus na escala Richter ati ...

OAB ataca novamente Uchoa

Da Folha de Pernambuco A guerra entre a Ordem dos Advogados do Brasil em Pernambuco e o chefe do Le ...


RADIO WEB JUAZEIRO
Lista de Links

  • Função: Chefe de Departamento Pessoal
  • Cidade: Petrolina
  • Salário: A combinar
  • Empresa: Residência
Candidatar

  • Função: Pizzaiolo
  • Cidade: Petrolina
  • Salário: R$810
  • Empresa: (Confidencial)
Candidatar

  • Função: Consultor Comercial
  • Cidade: Petrolina
  • Salário: R$800
  • Empresa: Prestadora De Serviços - Bancos
Candidatar

  • Função: Professor de 2º Grau
  • Cidade: Petrolina
  • Salário: A combinar
  • Empresa: Educar
Candidatar

  • Função: Vendedor Externo
  • Cidade: Petrolina
  • Salário: R$1000
  • Empresa: Eterno Perfumes
Candidatar

  • Função: Vendedor Pracista
  • Cidade: Petrolina
  • Salário: R$800
  • Empresa: Eterno Perfumes
Candidatar

  • Função: Vendedor Externo
  • Cidade: Petrolina
  • Salário: R$800
  • Empresa: (Confidencial)
Candidatar

  • Função: Gerente Administrativo de Vendas
  • Cidade: Petrolina
  • Salário: A combinar
  • Empresa: (Confidencial)
Candidatar

  • Função: Revendedor
  • Cidade: Petrolina
  • Salário: A combinar
  • Empresa: Kalliny Cosmeticos Naturais
Candidatar

  • Função: Gerente de Loja
  • Cidade: Petrolina
  • Salário: R$1600
  • Empresa: (Confidencial)
Candidatar

Powered by SINE

Um bairro, um vereador

Postado em 26 de abril de 2015 por

Bernardo Mello Franco – Folha de S.Paulo

O Senado aprovou a adoção do voto distrital nas eleições para vereador. O projeto, que ainda precisa passar pela Câmara, muda a forma como os brasileiros elegem seus representantes mais locais.

O texto divide as cidades com mais de 200 mil eleitores em dezenas de redutos, que realizam eleições separadas. O princípio é que cada bairro passe a escolher um único vereador para chamar de seu.

Os defensores da mudança dizem que ela aproxima a população dos políticos e reduz o custo das campanhas, porque os candidatos passam a pedir votos em uma só região.

“Além de ser mais simples, o sistema majoritário de fato aproxima os representantes dos representados e permite que a campanha seja menos custosa e, portanto, mais democrática”, sustenta o senador José Serra (PSDB-SP), autor da proposta.

Os argumentos são fortes, mas omitem muitos problemas do modelo. O voto distrital valoriza os políticos de perfil paroquial, que atuam como despachantes de pedidos, e desestimula a atuação independente em relação ao Executivo.

Se cada comunidade só eleger um vereador, suas chances de continuar no cargo dependerão diretamente da quantidade de asfalto, postes de luz ou bicas d’água que o local receber durante seu mandato.

Isso tende a tornar a adesão aos prefeitos quase obrigatória, prejudicando a sobrevivência de quem faz oposição e fiscaliza o uso do dinheiro público. Os políticos que defendem minorias ou categorias profissionais, como a dos professores, também tendem a sumir do mapa.

Outro problema é a redução das alternativas. Em 2012, os paulistanos puderam escolher entre 1.227 candidatos –mesmo assim, muita gente ficou na dúvida diante da urna.

No voto distrital, o eleitor só pode escolher entre candidatos que moram em seu reduto. E quem pensar diferente da maioria dos vizinhos verá seu voto ir para o lixo, porque só um integrante da lista será eleito.





Terremoto faz mais de mil de mortos no Nepal

Postado em 25 de abril de 2015 por

BBiFrr7
image-36578

Passa de 1,5 mil o número de mortos após um terremoto de magnitude 7,8 graus na escala Richter atingir a região central do Nepal neste sábado (25/04), segundo informações oficiais. As autoridades confirmaram mortes em quase todas as regiões, com exceção do extremo oeste do país. O abalo sísmico atingiu ainda diversas partes da Índia, China e Bangladesh, onde também foram registradas vítimas.

De acordo com o último balanço das autoridades nepalesas, ao menos 1,5 morreram em consequência do terremoto, que destruiu prédios, derrubou templos centenários e desencadeou avalanches na Cordilheira do Himalaia.

Pelo menos 20 pessoas morreram na Índia, seis no Tibete e duas em Bangladesh. Também foram registradas as mortes de dois cidadãos chineses na fronteira do país com o Nepal.

Entre as vítimas estão ainda oito montanhistas, atingidos por uma avalanche no Monte Everest. Pelo menos 30 ficaram feridos. Segundo autoridades, abril é um dos meses mais populares para escalar o pico mais alto do mundo, por ser um período antes das chuvas.

O número de vítimas do terremoto, no entanto, deve subir, pois é grande o número de feridos e a região continua sendo atingida por tremores de menor intensidade. Este é considerado o pior abalo de terra no país asiático nos últimos 80 anos.

© Fornecido por Deutsche Welle

O epicentro do terremoto fica no centro do Nepal, no distrito de Lamjung a 80 quilômetros a noroeste da capital, Katmandu, a uma profundidade de apenas 11 quilômetros, segundo informou o Instituto de Geofísica dos Estados Unidos (USGS). O tremor ocorreu às 11h56 da manhã, horário local.




premiere22
premier

OAB ataca novamente Uchoa

Postado em 25 de abril de 2015 por

guilherme-uchoa-580
image-36576

Da Folha de Pernambuco

A guerra entre a Ordem dos Advogados do Brasil em Pernambuco e o chefe do Legislativo estadual, deputado Guilherme Uchoa (PDT), promete esquentar. O presidente da OAB, Pedro Henrique Reynaldo Alves, anunciou, ontem, que na segunda atacará a decisão monocrática do presidente do TJPE, desembargador Frederico Neves, de ter reconduzido o pedetista à presidência derrubando a liminar da juíza Mariza Borges. “Vamos recorrer. Meu jurídico está preparando o recurso e na segunda vamos apresentar”, avisou Pedro Henrique. E desta vez, a ordem dos terá uma carta na manga que será usada contra o parlamentar.

“O recurso será pautado na jurisprudência do Supremo Tribunal Federal, que já reconheceu que em temas de elegibilidade a lei opera respeito retrospectivo e não retroativo. Portanto, as questões de inelegibilidade são aplicadas de imediato”, disse





O Blog recebendo a visita do suplente de deputado estadual Antônio Pereira

Postado em 25 de abril de 2015 por

DSC04545
image-36570

Recebendo a visita do suplente de deputado  estadual Antonio Pereira ,Coordenador do PV do Sertão de Pernambuco, ex-aluno da blogueira/radialista na cidade de Belém  de São Francisco de onde são natural.

Antonio foi vereador em Santa Maria da Boa Vista e candidato a prefeito. Em 2010 e 2014  foi o candidato a deputado estadual mais votado no município boavistano com  de mais de 5 mil votos.





SAIBA ONDE OUVIR A WEB RÁDIO SG

Postado em 25 de abril de 2015 por

rádio_n
image-36562

http://portalsg.ne10.uol.com.br/radiosg

Blog joseliamaria.com

www.radiosg.com.br

www.radios.com.br

Baixe o aplicativo em seu celular,tablet,etc ou ouça pelo  Blog e Portal SG

11073463_819879318091471_7207940751997271339_n
image-36563

 





Reforma Política é debatida em Petrolina

Postado em 25 de abril de 2015 por

petrolina2
image-36559

A Câmara Municipal de Petrolina sediou uma audiência pública na tarde desta sexta-feira para discutir o andamento dos trabalhos da Comissão Especial da Reforma Política da Câmara dos Deputados. Como 3º vice-presidente do colegiado, o deputado federal Tadeu Alencar (PSB/PE), fez a abertura do evento.

Entre todos os pontos de discussão ligados à reforma política, um dos que mais despertaram o interesse dos participantes da audiência foi a questão do sistema eleitoral. Isso porque a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou nesta quarta-feira (22) um projeto de lei que institui o voto distrital para vereadores em cidades com mais de 200 mil eleitores.
Com a aprovação, a proposta será encaminhada direto para a Câmara dos Deputados, caso não haja nenhum recurso para que o texto seja analisado pelo plenário do Senado. Para Tadeu Alencar, a medida ajuda no debate, no entanto, acredita que um mesmo sistema deva ser aplicado para vereadores e deputados.

Outros pontos também estiveram no centro da discussão como o mandato de cinco anos para todos os cargos eletivos – inclusive para senadores –, o fim da reeleição para presidente, governador e prefeito e o fim das coligações proporcionais na disputa para o Legislativo. “A audiência de Petrolina foi a prova de que reforma política é um tema árido mas que desperta o interesse da população. Tivemos uma participação muito expressiva de pessoas com opiniões diversas. Recebemos muita gente de cidades vizinhas da Bahia e de Pernambuco”, avaliou Tadeu Alencar. Ainda segundo ele, a expectativa é que até o final do mês de maio a proposta esteja pronta para ser votada no plenário da Câmara dos Deputados e depois seguir para o Senado.

Participaram do encontro, os deputados federais Fernando Filho e Gonzaga Patriota; os deputados estaduais Miguel Coelho, Odacy Amorim; o ex-deputado estadual Geraldo Coelho; o Promotor do MPPE em Petrolina Carlan Carlo da Silva, o Juíz Francisco Josafá Moreira e o Procurador do município Fábio Lima. Além dos vereadores de Petrolina Ozório Siqueira, Ibamar Fernandes, Elias Jardim, Adalberto Bruno Filho, Antônio de Souza, Edilson Leite, Elismar Gonçalves, Geraldo Ferreira, José Batista, Manoel Coelho, Luiz Ailton Guimarães, Ronaldo Souza, Ronaldo Silva, Zenilco Nunes.




Professores apanham

Postado em 25 de abril de 2015 por

professores42476ef2d4459355156d1d72976e314e
image-36556

O pau cantou, ontem, em Palmares. Professores em greve que participavam de um manifesto denunciaram agressão física por parte de policiais truculentos que barraram a entrada do grupo na faculdade, onde foi realizado o seminário Todos por Pernambuco. A professora Viviane Barbosa, de Itapissuma, chegou a filmar um vídeo sendo violentada. Blog do Magno





Fraude: suspenso concurso para delegado

Postado em 25 de abril de 2015 por

Do Diario de Pernambuco – Wagner Oliveira

Uma liminar concedida pela Segunda Vara da Fazenda Pública suspendeu a realização das provas do concurso público com 100 vagas para delegados da Polícia Civil, que seriam aplicadas amanhã. A suspensão da primeira etapa do certame pegou de surpresa os cerca de 25 mil concorrentes inscritos. O pedido foi feito por uma candidata e acatado pela Justiça ontem à tarde, devido à existência de indícios de fraude no processo de licitação para escolha da organizadora do concurso. A seleção está sendo organizada pelo Instituto de Apoio à Universidade de Pernambuco (Iaupe).

Muitos candidatos de outros estados e de cidades pernambucanas distantes do Recife se frustraram com a notícia.

O presidente da Adeppe, Francisco Rodrigues, defende a abertura de novo processo licitatório para a escolha da organizadora. “Essa empresa não tem condições de realizar um concurso com segurança”, apontou Rodrigues.

Além de suspender a aplicação das provas, o juiz Évio Marques da Silva fixou multa de R$ 50 mil em caso de descumprimento. Procurado pelo Diario, o Iaupe afirmou que o quem poderia falar sobre o caso era o governo do estado.

O salário para aprovados é de R$ 9.069,81, com jornada de 40 horas semanais. Para concorrer, os candidatos devem ter nível superior em direito. O certame é composto por prova objetiva e discursiva (que seriam feitas domingo), teste de capacidade física, avaliação psicológica, exame médico e investigação social.