Destaques

Vote em Yane para porta-bandeira nas Olimpíadas

Vamos fazer, com o seu voto, da pernambucana Yane Marques, pentaatleta medalha de ouro, a porta-band ...

Antônio Campos lança candidatura à vaga na ABL

O advogado e escritor pernambucano Antônio Campos vai concorrer à vaga do jurista Evaristo de Mora ...

Mendes: Fim de financiamento privado foi salto no escuro

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, declarou, hoje, que a pro ...


RADIO WEB JUAZEIRO
Lista de Links
RADIO CIDADE

Vote em Yane para porta-bandeira nas Olimpíadas

Postado em 25 de julho de 2016

yane1
image-53963

Vamos fazer, com o seu voto, da pernambucana Yane Marques, pentaatleta medalha de ouro, a porta-bandeira da delegação brasileira nas Olimpíadas do Rio. Clique aqui e vote!

 




NAIPES

Antônio Campos lança candidatura à vaga na ABL

Postado em 25 de julho de 2016

antoniocampos
image-53960

O advogado e escritor pernambucano Antônio Campos vai concorrer à vaga do jurista Evaristo de Moraes Filho na Academia Brasileira de Letras. Autor de obras como Portal de Sonhos e Diálogos, ele havia anunciado que concorreria ao posto do jornalista e crítico teatral Sábato Magaldi. Entretanto, com a inesperada notícia do falecimento de Evaristo, Antônio decidiu concorrer à vaga de um imortal de sua mesma área de atuação profissional.

Presidente da Fliporto, reconhecida como uma das três principais festas literárias internacionais do Brasil, Antônio Campos é integrante da Academia Pernambucana de Letras, onde tornou-se o mais jovem imortal da Casa de Carneiro Vilela e o que reúne maior número de livros publicados nos mais diversos gêneros da criação literária. Além disso, acumula as funções de presidente dos institutos Miguel Arraes e Maximiano Campos, ambos sediados no Recife.

“Na Academia Brasileira de Letras quero resgatar a tradição pernambucana de grandes vultos literários que, no passado recente, e no presente, muito contribuíram para o engrandecimento da instituição e para a cultura do País”, destacou Antônio Campos.




NAIPES

Mendes: Fim de financiamento privado foi salto no escuro

Postado em 25 de julho de 2016

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, declarou, hoje, que a proibição do financiamento privado para as campanhas sem mudança no sistema eleitoral foi um “salto no escuro”. Para Mendes, a eleição municipal deste ano é um “experimento institucional” e em novembro deverá haver uma discussão sobre uma reforma no sistema eleitoral.

Ele disse que há a preocupação no TSE de que “organizações criminosas atuem de maneira mais enfática” no processo, em outubro. Um dos principais desafios, de acordo com o ministro, é fiscalizar quem são os doadores pessoa física para saber se têm condições de repassar a quantia declarada aos candidatos.

Ele informou que há preocupação de que haja compra de CPFs, como tentativa de burlar as novas regras. Mendes também reforçou que há uma preocupação com a realização de caixa 2, considerando o teto de gastos fixado em um valor mais baixo do que em eleições anteriores e a falta de recursos regulares.

Para Mendes, há “distorções” no teto de alguns municípios e por isso o TSE deverá discutir casos separadamente. “Não teremos condições de evitar a judicialização, questões ligadas ao Ficha Limpa, vamos ter impugnações das eleições, inclusive por essa questão ligada ao teto, abuso de caráter econômico. Por isso dizemos até constrangidamente que o resultado na proclamação será provisório (…) vamos chegar a outubro sem que temas estejam definitivamente resolvidos.”

Gastos

Mendes anunciou nesta segunda-feira que o gasto total com a eleição municipal deste ano deverá ficar em torno de R$ 600 milhões. Apesar de apenas 122 pessoas terem registrado candidatura a prefeito, vice-prefeito ou vereador até o momento, a expectativa de Mendes é de que o número chegue a cerca de 530 mil candidatos até o dia 15 de agosto, prazo final para os registros eleitorais.

“As convenções ocorreram também agora, no final de semana, e então nós estamos diante de decisões que certamente vão multiplicar esses números nos próximos dias”, disse o ministro. Segundo o presidente do TSE, não há nenhuma “razão específica” para o baixo número de registros. “Ninguém desistiu da política. Certamente nos mais de 5 mil municípios teremos um número expressivo de candidatos”, declarou.

De acordo com Mendes, já houve uma redução nos prazos de campanha este ano e qualquer alteração no período estipulado para os registros eleitorais deve ser pensada para as eleições de 2018. Para ele, a ideia da redução de prazo já vinha sendo reforçada pelo TSE e somente após a eleição deste ano será possível fazer uma verificação para analisar os benefícios reais do encurtamento dos prazos.

“Isso talvez seja até uma contribuição para o barateamento das campanhas e tudo mais, embora também tenha consequências, certamente depois saberemos quem foi eleito, se houve mais sucesso na reeleição ou não (…) A redução de prazo tem consequência no que diz respeito à judicialização e à insegurança jurídica quanto ao verdadeiramente eleito, vamos ter anulações de eleições, realizações de eleições suplementares.”

O TSE divulgou ainda que cerca de 144 milhões de brasileiros estão aptos para votar em 5.568 cidades. São Paulo é a que possui o maior número de eleitores: 8.886.324. Já o menor eleitorado está em Araguainha, no Mato Grosso, com 954 eleitores. Do total de eleitores, a maioria (52,21%) é mulher.

Houve uma redução entre os eleitores jovens. Do total, apenas 2,3 milhões de eleitores têm 16 ou 17. Em 2012, esse número chegou a quase três milhões. Para o ministro, a redução pode representar uma descrença dos jovens sobre a política e uma falta de incentivo dos políticos a esses eleitores. Do total de eleitores aptos, 11,3 milhões têm mais de 70 anos.

Segundo o TSE, 92 municípios poderão ter segundo turno porque têm mais de 200 mil eleitores. Em 2.380 cidades haverá votação com identificação biométrica, sendo que em 1.540 haverá 100% de biometria e em 840 cidades o sistema será híbrido, com a verificação pela digital apenas para parte dos eleitores, aqueles que já possuem dados coletados.




SENAI JUL2016

REDE e Miguel Coelho formalizam aliança política e programática

Postado em 25 de julho de 2016

Miguel e REDE
image-53955

A pré-candidatura de Miguel Coelho a prefeito de Petrolina recebeu mais um reforço neste domingo (24). A Rede Sustentabilidade formalizou o apoio político e programático ao socialista. Em reunião com o pré-candidato, os dirigentes do partido entregaram um documento com uma série de propostas para serem acrescentadas ao plano de governo do pré-candidato.

Miguel assegurou aos representantes da REDE Petrolina que todo o conteúdo programático será considerado e a aliança formada entre os diversos grupos políticos dará prioridade a um eixo de projetos e ações alinhado com o meio ambiente e a sustentabilidade social. “A contribuição da REDE é muito valiosa para nós porque agrega valores conectados com o futuro e a preservação de nossa cidade. Acreditamos nesse conceito e o apoio de um partido com esse perfil avaliza o que já vínhamos traçando nessa caminhada, uma construção propositiva, ouvindo a população e com olhar na Petrolina não só dos próximos quatro ou cinco anos, mas da próxima década”, destacou o pré-candidato a prefeito.





UFRPE e UFPB buscam parceria do IPA

Postado em 25 de julho de 2016

vanda
image-53951

Professores da Unidade Acadêmica de Garanhuns (UAG/UFRPE) e da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) visitaram a Estação Experimental do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), em de Arcoverde, na sexta-feira (22/07). O IPA é vinculado à Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária.

Além de conhecer as pesquisas de melhoramento e manejo de palma forrageira, e de maniçoba, a Unidade Acadêmica de Garanhuns e aUFPB buscam realizar trabalhos de pesquisa em parceria com o IPA.

Participaram os docentes Alberício Pereira de Andrade, André Luís Rodrigues Magalhães e Riselane de Lucena Alcântara Bruno, além da doutoranda, Claudia Tenório, e da mestranda ,Diana Valadares Pessoa. Na estação, eles foram recebidos pelos pesquisadores do IPA, Djalma Cordeiro dos Santos e Vanda Lúcia Arcanjo, além dos Bolsistas da FACEPE, Marciano Arcanjo Barbosa Oliveira e Flávio Lino da Silva.




SENAI JUL2016

Palestra gratuita com Thiago Elias, o Brou Bruto Drews, abre programação da corrida de aventura Casco de Peba 2016

Postado em 25 de julho de 2016

O educador físico, empresário e atleta profissional Thiago Elias, conhecido na web como Brou Bruto Drews, fará uma palestra motivacional na Marina do Vale, em Petrolina, no próximo dia 12 de agosto. Através do tema “Motivação e Superação Sem Fingimento”, ele vai contar como foi sua trajetória até se tornar um dos maiores influenciadores digitais do segmento de mountain bike do país, com vídeos e posts em redes sociais que incentivam atletas a não desistirem de suas metas. Seus vídeos “malucos” para quem é “bruto demais”, não quer “ser feio” e “treina sem fingimento” são visualizados por milhares de pessoas através dos canais no Facebook e Instagram.
Voltado para praticantes de esportes de toda a região, o evento começará às 19h e tem caráter beneficente: será cobrada apenas a doação de 1 kg de alimento não-perecível, que será doado à Unidade Petrolina da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE. A palestra também abre a programação do Casco de Peba 2016, corrida de aventura que chega ao seu terceiro ano. Em 2016, a prova terá percurso único de 70 km e acontecerá no município de Sobradinho/BA em 13 de agosto, com as modalidades mountain biking pela caatinga, natação pelo Lago da represa, orientação e trekking.
“Em sua primeira edição, em 2014, o Casco de Peba realizou mais de 50 ações sociais em Petrolina e Juazeiro, com doações de alimentos e plantação de árvores em diversos locais da cidade. Em 2015, doamos mais de uma tonelada de alimentos à APAE e desejamos manter esse caráter filantrópico. A prática esportiva e o contato com a natureza trazem inúmeros benefícios para a mente e para o corpo do atleta; mas nada disso faz sentido se não pudermos devolver algo para a sociedade”, destacou a diretora de comunicação do evento, Siulle Rosa.
O Casco de Peba é prova integrante Circuito de Aventura Rio da Integração (CARI), organização esportiva do Vale do São Francisco que dá acesso ao Ranking Brasileiro de Corrida de Aventura (RBCA). Os interessados, que devem ter no mínimo 18 anos, já podem se inscrever pelo site www.soumaisaventura.com.br. O primeiro lote custa R$ 80 por pessoa. O evento é patrocinado pela Rio Sol, com apoio da Prefeitura de Petrolina, Academia Catavento, Bijuarte, Sport Fitness e Centermac .
Serviço:
Palestra “Motivação e Superação Sem Fingimento”, com Brou Bruto Drews
12 de agosto de 2016
Entrada: 1 kg de alimento não-perecível
Caso de Peba | Corrida de Aventura
13 de agosto de 2016
Petrolina/PE e Sobradinho/BA
Inscrição: R$ 80 – www.soumaisaventura.com.br




A difícil matemática das eleições 2016

Postado em 25 de julho de 2016

Eleições-2016
image-53944
Por Danielle Romani
Da Coluna Folha Política

A minirreforma política, em especial, as mudanças que limitaram recursos para as campanhas 2016, tem dado nó na cabeça dos candidatos e nos assessores dos seus comitês políticos. O problema é complexo: diz respeito à repartição dos Fundos Partidários, que por obedecerem prioridades nacionais, fatalmente não chegarão a todos os que pleiteam verbas, e também à impossibilidade de financiamento via empresas,  mecanismo que era largamente usado por todos os partidos. Mas, paradoxalmente,  principalmente quem tem dinheiro, terá outro ponto como um entrave: os tetos máximos impostos pelo TSE, com limite fixo para cada município brasileiro, serão um obstáculo a contornar. Grandes cidades, como Olinda e Jaboatão dos Guararapes, ficaram com limites de gastos bem abaixo de outros colégios eleitorais pernambucanos, a exemplo de Caruaru e de Petrolina, que têm permissão para gastar somas bem maiores. No caso de Jaboatão, por exemplo, que terá uma das eleições mais quentes do Estado, será possível a cada candidato à majoritária lançar mão de apenas R$ 1,1 milhão, o que é relatado – em reserva – por assessores dos prefeituráveis, como um valor ínfimo para realizar o mínimo, como os guias eleitorais de rádio e para botar a “máquina” na rua. Os que dispõem de dinheiro, portanto, sofrerão para driblar essa limitação.

Cidades como Olinda e Jaboatão dos Guararapes ficaram com tetos de gastos bem abaixo de outros colégios eleitorais pernambucanos




SENAI JUL2016