Apagão afeta o Nordeste do país

Apagão afeta o Nordeste do país

Concessionárias confirmaram o blecaute em quatro estados: BA, CE, MA e PB.
Redes sociais informam falta de energia em mais cinco estados.

G1

Um apagão afeta os nove estados do Nordeste do país desde o final da noite de quinta-feira (26) e início da madrugada desta sexta (26). Concessionárias de Bahia, Ceará, Maranhão e Paraíba confirmaram o blecaute. As redes sociais informam ainda sobre falta de energia nos estados de Alagoas, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe, parte do Pará, Tocantins e Distrito Federal.

A Bahia sofreu um apagão por volta das 23h20 desta quinta. De acordo com a assessoria da Companhia de Eletricidade do Estado (Coelba), um problema no sistema interligado nacional, do Operador Nacional de Sistema Elétrico (ONS) afetou a região e atingiu todos os consumidores baianos.

Segundo a Coelba, a companhia deixou de receber energia para fazer a distribuição. Não há previsão para que o serviço seja restabelecido.

No Ceará, a Companhia de Energia Elétrica do Ceará (Coelce), empresa distribuidora de energia no estado, informou que houve um problema no sistema interligado nacional que afetou todo o Nordeste. A companhia não soube informar sobre as causas do blecaute.

Em Fortaleza, moradores dos bairros, Messejana, Benfica, Jardim Iracema, Barra do Ceará, Fátima, Aldeota, Meireles relataram a queda de energia. Moradores de outras cidades do estado como Crato, Juazeiro do Norte, Sobral e Maracanaú usam as redes sociais para falar sobre a falta de energia.

É a segunda vez nos últimos 35 dias que ocorre um apagão na região Nordeste. Em 22 de setembro, segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), órgão responsável por administrar o Sistema Interligado Nacional, um problema nas interligações Sudeste/Norte e Sudeste/Nordeste, atingiu o fornecimento de energia elétrica em parte da região Nordeste do país.

Na Paraíba, faltou luz em todas as cidades do estado a partir das 23h30 de quinta, segundo informou a concessionária de energia elétrica do estado, a Energisa.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar