Coelho assume Dilma e fica perto do romper com Eduardo

0
1

image-9751

A entrega de retroescavadeiras e motoniveladoras para alguns muncípios do semiárido, feita ontem por Fernando Bezerra Coelho, na sede do Incra, no Recife, foi o cenário adequado para o ministro da Integração Nacional  ‘bater no peito’, e desafiar o governador Eduardo Campos deixando claro, sem meias palavras, de que lado está na disputa presidencial do ano que vem.

Ao dizer que Dima ‘faz mais, melhor e bem feito’, Coelho assimilou o ‘canto da sereia’ do Planalto. Assim, assumiu seu lugar como operário de Dilma na disputa presidêncial do ano que vem, renegando alinhar com a candidatura de seu criador, o governador Eduardo Campos.

”Não tem dúvida nenhuma que eu defendo a aliança do PSB com o PT e defendo a reeleição da presidente Dilma. É natural que os partidos se movimentem para se fortalecer, mas entre a candidatura (do PSB) ou a aliança, eu defendo a aliança”, deixou claro Fernando Bezerra Coelho, reiterando sua confiança na presidente, que, para ele, “procura fazer mais, melhor e bem feito”.

Fernando Bezerra Coelho, com isso anuncia o seu breve desembarque do partido do governador Eduardo Campos, e, com as bênçãos do Planalto e de Lula, embarcar em outra legenda da base governista e sair candidato ao governo do Estado, enfrentando o nome que o governador vier a lançar.

COMPARTILHAR
<< ANTERIOROs louros vão para Dilma
PRÓXIMO >>Parabéns Lais Nogueira
Josélia Maria é Professora, Radialista e Blogueira

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA