“A agonia do São Francisco: a escassez de governança”

“A agonia do São Francisco: a escassez de governança”

Ponte-Bom-Jesus-Lapa-ASCOM-CBHSF-Wilton-Merces

Depois de dois dias de intensos debates e conferências, encerrou dia, 21 de novembro, em Maceió, a XXVI Plenária do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco – CBHSF, realizada no Hotel Meridiano, na Praia de Pajuçara, na capital alagoana. Com o tema central “A agonia do São Francisco: a escassez de governança”, a plenária reuniu cerca de cem participantes, entre pesquisadores brasileiros sobre recursos hídricos, gestores públicos e ativistas ambientais, além dos membros do comitê que representam a diversidade dos usuários da bacia do rio São Francisco. A gravidade da crise hídrica atual, os conflitos nos usos múltiplos das águas, as fiscalizações preventivas na bacia realizadas pelo Ministério Público, o projeto de transposição do rio São Francisco foram alguns dos temas debatidos.

Foto Plenaria Final CBHSF_divulgação

Em sua fala final, o presidente do CBHSF, Anivaldo Miranda, aproveitou para cobrar dos governos federal e estaduais mais apoio aos comitês de bacia. Ele considerou que esse é o caminho para encontrar alternativas viáveis para garantir o abastecimento humano. Ainda em seu pronunciamento, Miranda convocou a todos para participarem do XVI Encontro Nacional de Comitês de Bacias Hidrográficas (Encob), que acontece entre os dias 23 e 28 de novembro, também em Maceió.       Durante a sessão final da plenária, os participantes escolheram a cidade de Petrolina, em Pernambuco, região do Submédio São Francisco, para receber a próxima plenária do CBHSF, que acontecerá ainda no primeiro semestre de 2015.

Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco é um órgão colegiado, integrado pelo poder público, sociedade civil e empresas usuárias de água, que tem por finalidade realizar a gestão descentralizada e participativa dos recursos hídricos da bacia, na perspectiva de proteger os seus mananciais e contribuir para o seu desenvolvimento sustentável. Para tanto, o governo federal lhe conferiu atribuições normativas, deliberativas e consultivas. A diversidade de representações e interesses torna o CBHSF uma das mais importantes experiências de gestão colegiada envolvendo Estado e sociedade no Brasil.  

Para acompanhar os principais temas e debates da XXVI Plenária do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco – CBHSF, acesse www.cbhsaofrancisco.org.br

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar