Na TV: PMDB fala de ‘escolhas’ e não cita Dilma

Na TV: PMDB fala de ‘escolhas’ e não cita Dilma

O programa partidário do PMDB, que foi ao ar na noite desta quinta-feira (26), em cadeia nacional de televisão, exibiu um discurso com enfoque nas “escolhas” do eleitor na eleição presidencial e nas do próprio partido dentro do governo. Os principais líderes do partido participaram do programa com uma fala unificada sobre as “escolhas” que a legenda fez. Com uma abordagem mais focada na sigla e menos no governo, os peemedebistas não citaram a presidente Dilma Rousseff.

O vice-presidente da República e presidente nacional da agremiação, Michel Temer, afirmou que o País precisa de uma agenda positiva e que a apuração de irregularidades não pode paralisar a vida produtiva. Temer disse que agenda positiva e investigação devem acontecer ao mesmo tempo.Temer falou ainda do programa de ajuste fiscal. De acordo com o vice-presidente da República, com os ajustes, o País caminha para ter uma economia “mais forte e saudável”.

O presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), apontou que “a responsabilidade do cargo” para o qual foi eleito na Mesa Diretora do Legislativo “exige reflexão, equilíbrio, humildade e perseverança para fazer mudanças que o atual momento do País requer”.

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), citou a “longa caminhada” após a qual foi eleito para comandar a Casa. Cunha avisou que quer “transformar oportunidade em mudanças”. Ele disse que “foi iniciado o processo de votação de reforma política de verdade”.  (Da Agência Estado)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar