Prefeitura de Belém do São Francisco e Setur/PE deixam filhos defensores da cultura belemita fora do lançamento das homenagens do centenário de Zé Pereira

Postado em 11 de fevereiro de 2019 por Josélia Maria

Hospedagem WordPress

image-89211

Um desses nomes é o da professora, radialista e blogueira pioneira do sertão, Josélia Maria, que como outros defensores e divulgadores da cultura de Belém, não foi se quer convidado para o evento ocorrido neste domingo, 10, no cais da cidade sertaneja.

Hospedagem WordPress

A Secretaria de Turismo de Pernambuco (Setur-PE), comandada pelo deputado estadual licenciado, Rodrigo Novaes, promoveu neste domingo (10),  junto com a Prefeitura de Belém do São Francisco (Sertão), o lançamento da programação do centenário de Zé Pereira, considerado o pioneiro da tradição dos bonecos gigantes do estado. O boneco pioneiro tem sua origem em Belém e não em Olinda como se pensava. Por causa da história, passou a ser conhecida como a ‘terra dos bonecos gigantes’ e programa para 2019 uma festa especial para o centenário dessa tradição.

Mas quem sempre defendeu essa história que ainda precisa ser reconhecida oficialmente, não foi se quer convidado para o evento. Uma das mais ferrenhas defensoras da cultura e história de Belém do São Francisco, filha da cidade e que carrega o amor e reverência por sua cidade, a radialista e blogueira Josélia Maria, não recebeu se quer um convite para a festa comandada pelo prefeito Licínio Lustosa, a quem Josélia sempre defendeu e apoiou e ajudou na sua eleição em 2012 e 2016.

image-89212

Ao lado do professor e historiador Marlindo Pires sempre divulgando o nome de Belém . Durante gravação da Novela Senhora do Destino   

“Estou magoada sim. Como professora concursada ,ex-Diretora de Eventos, comunicadora e como filha de Belém, sempre fiz questão de levar o nome da minha cidade para os quatro cantos do mundo. Usei e uso o prestígio que tenho com vários profissionais de imprensa do nosso estado e de outros lugares, para mostrar a história, a cultura, o povo e as riquezas de nossa terra”, desabafou Josélia.

A blogueira lembrou que tem uma longa história com tudo que cerca a origem do boneco Zé Pereira e Vitalina e por muitas vezes, levou essa tradição para páginas de jornais e reportagens diversas na imprensa.

“Minha história com Zé Pereira e Vitalina vem desde minha existência como filha da terra que deu origem a esses que são os primeiros bonecos gigantes de Pernambuco. Vivo mostrando o pioneirismo dessa tradição. Quando todos pensavam que a origem dos bonecos gigantes era de Olinda, ajudei a desconstruir essa versão. Eu acredito que assim como eu, outros defensores de nossa cultura deveriam estar nessa evento tão importante, mas simplesmente, nos ignoraram e com a conivência do prefeito Licínio que sabe muito bem de minha história com esse momento importante de se homenagear Zé Pereira”, apontou a blogueira Josélia Maria.

image-89213

Como candidata a deputada federal entregou a ex-ministra,ex-senadora Marina Silva uma camisa “arteada ” pela artesã Ediane Fonseca, falando da importância dos primeiros bonecos do Carnaval.




[LoginRadius_Share]