Projeto leva estudantes de Petrolina para conhecer Exu (PE) e cidades do Cariri cearense

Postado em 15 de maio de 2019 por Josélia Maria

Conhecer o passado para compreender o presente e planejar o futuro. Este foi o objetivo de 68 jovens alunos de Petrolina, no sertão de Pernambuco, ao iniciarem uma expedição por Exu (PE) e seis cidades do Cariri, no Ceará – uma região conhecida nacionalmente pela importância arqueológica, histórica, cultural e mística. Lá estão localizados a Estátua do Padre Cícero, os museus de Patativa do Assaré e Luiz Gonzaga, além do antigo Campo de Concentração do Buriti

Durante três dias (9, 10 e 11 de maio), o projeto ‘Rota Sertão Mundo’ levou os estudantes da 2ª série do Ensino Médio do Plenus Colégio e Curso por um passeio interdisciplinar e contextualizado, que aproximou o Sertão convencional do contemporâneo. Nas primeiras paradas, em meio à Floresta Nacional do Araripe – Apodi, na divisa dos estados do Ceará, Pernambuco e Piauí, lições de biologia se misturavam a aspectos arqueológicos da primeira Floresta Nacional do Brasil, criada em 1946.

Acompanhados dos professores, eles também passaram pela estância hidromineral do Balneário do Caldas, na cidade de Barbalha; e fizeram uma parada na cidade de Exu (Museu de Luiz Gonzaga) para um mergulho na musicalidade e na poesia do eterno Rei do Baião

O segundo dia da Rota Sertão Mundo começou com uma visita ao Memorial Patativa do Assaré, onde os adolescentes tiveram acesso a detalhes interessantes da trajetória deste poeta popular, conhecido por obras como o livro ‘Cante Lá que eu Canto Cá’ e músicas de sucesso: ‘Vaca Estrela e Boi Fubá’ e ‘A Triste Partida’, mais conhecidas nas vozes de Fagner e Luiz Gonzaga

De volta à estrada, o destino foi o município de Nova Olinda, onde o assunto da aula foi a Fundação Casa Grande e o Ateliê de Seu Espedito Seleiro. Na sequência, o grupo fez uma trilha ecológica no Pontal de Santa Cruz, e seguiu para o Museu de Paleontologia, em Santana do Cariri, que é uma verdadeira referência para pesquisadores de todo mundo. Com um acervo de mais de 3 mil peças, principalmente fósseis do período cretáceo de cerca de 110 milhões de anos atrás, os estudantes tiveram uma narração completa da vida pré-histórica da região do Cariri. Foi também na cidade de Santana do Cariri que os alunos conheceram a história da menina Benigna, uma adolescente assassinada aos 13 anos cuja história está sendo analisada pelo Vaticano para ser beatificada.

No terceiro dia, os estudantes se despediram do roteiro após as visitas ao Campo de Concentração do Buriti, no Crato, para onde eram levados os “retirantes das secas”, no início do século 20; e ao Horto do Padre Cícero, em Juazeiro do Norte, local de peregrinação e renovação da fé para milhares de fiéis brasileiros.

“Esta viagem é uma síntese dos sertões nordestinos. Tem o objetivo de ajudar nossos alunos a entenderem o significado da Caatinga e do Sertão, ao mesmo tempo em que fornece experiências reais de campo. Eles gostaram do passeio, mostraram-se curiosos em cada parada turística e acreditamos que tiraram o máximo de conhecimento dessa experiência”, comentou o coordenador do projeto, o professor Genivaldo Nascimento. O Rota Sertão Mundo já existe há 11 anos.




[LoginRadius_Share]