PSOL Recife tem novo Presidente

Postado em 13 de fevereiro de 2020 por Josélia Maria

image-104527

Dayvison Caetano é Recifense, proativo militante partidário, ativista da luta LGBTQ+ e de Juventude, tem 23 anos e assumiu a Presidência do Partido Socialismo e Liberdade do Recife no início de fevereiro.

Thiago Carvalho se desligou da Presidência do PSOL, ao assumir o mandato de Conselheiro Tutelar na cidade do Recife, para o qual foi eleito em outubro de 2019. Coube a chapa que elegeu Thiago indicar o próximo Presidente.

O novo Presidente do PSOL, terá a tarefa de coordenar o democrático processo de definição do nome que o partido apresentará como candidato para a próxima eleição, à Prefeitura da Cidade do Recife. Onde conduzirá esta tarefa em conjunto com o Diretório Municipal do PSOL que deliberou por ter candidatura própria.

Para Dayvison, o PSOL nos últimos anos vem se destacando principalmente no âmbito da juventude em todo Brasil. O partido terá um papel fundamental no pleito  de 2020, onde o PSOL se colocará como alternativa e como saída para solucionar os problemas do Recife. E para além disso, não permitir que se concretize a tentativa de que a eleição seja uma disputa familiar, que tenta fazer de Recife e de Pernambuco de modo geral, um curral de oligarquias. Também entende como tarefa central, a organização da chapa proporcional: uma chapa com a pluralidade e grande participação de jovens, mulheres, LGBTQ+, e com outros segmentos progressistas. Reforçando que somente o PSOL vem dando espaço de apresentação e de relevância para as pautas sociais, há uma necessidade ainda maior de garantir e ampliar a participação das demandas e lutas populares na Câmara de Vereadores.

Sendo assim, defendendo que o que deve organizar a intervenção do Diretório Municipal na próxima eleição, seja justamente a independência política e um programa propositivo para a cidade do Recife. A composição do PSOL para este pleito eleitoral precisa apresentar soluções efetivas para os problemas da cidade, o que em 8 anos da atual  gestão do PSB, não corresponderam aos anseios da população. “Queremos e iremos disputar por um Recife mais justo, transparente e igualitário”, refletiu o novo Presidente do PSOL.




[LoginRadius_Share]