Cáritas Diocesana de Pesqueira e Advenit realizarão a entrega de mais de 300 cestas básicas e kits de limpeza em 3 cidades do Agreste | Blog da JoséliaBlog da Josélia

Cáritas Diocesana de Pesqueira e Advenit realizarão a entrega de mais de 300 cestas básicas e kits de limpeza em 3 cidades do Agreste

Postado em 29 de junho de 2020 por Josélia Maria

Nos últimos meses, inúmeras ações estão acontecendo com o propósito de ajudar pessoas durante a pandemia do novo coronavírus. Nesta perspectiva, e também motivados pela Ação Emergencial da Igreja no Brasil “É tempo de cuidar”, a Cáritas Diocesana de Pesqueira e a Adveniat (instituição católica alemã) estão realizando entregas de cestas básicas e kits de higiene e limpeza para famílias em situação de vulnerabilidade social.

A iniciativa surgiu através da articulação realizada pela Cáritas Brasileira Regional Nordeste 2, onde, a Cáritas Diocesana de Pesqueira está fazendo a gestão do projeto, junto com 6 entidades membros do estado de Pernambuco que possibilitará atender cerca de 2.300 famílias. Além dos municípios que estão sendo atendidos pelas demais entidades membros, a Cáritas Diocesana de Pesqueira atenderá as cidades de Tupanatinga, Pesqueira e Arcoverde, com a entrega de mais de 300 cestas básicas, com o apoio das paróquias locais.

“Essa parceria junto com a Adveniat, fortalece a nossa ação, não apenas enquanto rede Cáritas, mas também, com a Igreja, para que possamos caminhar juntos em um único propósito. Sabemos que não podemos resolver todos os problemas, mas com alguns gestos, podemos amenizar as dificuldades encontradas”, comenta a secretária executiva da Cáritas Diocesana de Pesqueira, Magna Pollyana.

Na última quinta-feira (25), aconteceu a entrega na cidade de Tupanatinga. Foram beneficiadas 41 famílias que são assistidas pelo projeto “Crescendo com Cidadania” da Cáritas Paroquial Santa Clara de Assis, que atende crianças de 5 a 12 anos. Foram entregues 41 cestas básicas e 41 kits de higiene e limpeza na sede do projeto, com o apoio dos (as) educadores (as), dos agentes Cáritas e do pároco Pedro José de Lima. Todas as medidas de segurança foram adotadas, distanciamento social, sem contato físico, sem aglomeração, o uso de máscaras e álcool em gel.“Conhecemos de perto a realidade e as dificuldades dessas famílias. Nossas atividades foram pausadas aqui no projeto depois da pandemia, mas essa ação mostrou que continuamos aqui, nos importando com todos eles e mostrando que eles não estão esquecidos”, relata a coordenadora do projeto, Roseane Souza.




[LoginRadius_Share]