Após chuva, SAAE Juazeiro realiza desobstrução de redes de esgoto e apresenta cuidados necessários com a rede coletora

Após chuva, SAAE Juazeiro realiza desobstrução de redes de esgoto e apresenta cuidados necessários com a rede coletora

A chuva que caiu em Juazeiro no último final de semana provocou a obstrução de redes de esgoto em alguns pontos da cidade. O problema ocorre porque muitas pessoas insistem em jogar lixo no sistema coletor e abrem tampas de poços de visita (PV) para o escoamento da água – algo que não pode acontecer, uma vez que o sistema de esgoto é separador absoluto, ou seja, esgoto e águas de chuvas não devem se misturar.

Por conta disso, as equipes do Serviço de Água e Saneamento Ambiental (SAAE) trabalharam com todo o efetivo, junto com os colaboradores que trabalham nas elevatórias, realizando a desobstrução e limpeza da rede de esgoto da cidade.

“É importante a gente frisar que muitas das demandas decorrentes de chuvas são provocadas por lançamentos indevidos de águas pluviais em nossas redes de saneamento. O nosso sistema é separador absoluto, o que significa dizer que esgoto e águas de chuvas não devem se misturar. Por conta desses problemas, o nosso sistema ficou sobrecarregado, elevatórias e estações de tratamento operaram no nível máximo, exigindo dos nossos equipamentos e equipes máximo desempenho”, explica a diretora-presidente do SAAE, Josilene Alixandre.

Cuidados

É comum que a população só se preocupe com a rede de esgoto residencial quando ela começa a apresentar problemas. Entretanto, é sempre bom lembrar que o funcionamento correto depende unicamente de como os usuários a estão utilizando.

“O esgoto é formado por toda água suja já utilizada na cozinha, chuveiro, vasos sanitários e área de serviço. Quando depositamos objetos como papel higiênico, absorventes, óleo e restos de comida nesses lugares, facilitamos o entupimento da rede e a proliferação de insetos que fazem mal à natureza e à saúde. Por isso, a gente pede a colaboração da população para cuidar do sistema coletor”, frisa Josilene Alixandre.

“Nós também queremos contar com a ajuda da população no sentido de informar os locais que estão com redes obstruídas ou qualquer outro serviço oferecido pelo SAAE, através do número (74) 3614-9800 (também é WhatsApp)”, finaliza a diretora-presidente do SAAE.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar