Destaques

BALANÇO DA PMBA DO CARNAVAL DE JUAZEIRO 2019

Na manhã desta segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019, os festejos do Carnaval de Juazeiro 2019 fin ...

Campanha de Carnaval da Hemoba busca garantir os estoques de sangue durante o período da folia

Com o slogan “Essa letra não pode faltar no Carnaval – Doe Sangue”, a Fundação Hemoba inici ...

Projeto ‘Amigos do SAMU’ continua orientando alunos da rede municipal sobre prejuízo de trotes em Petrolina

O projeto “Amigos do SAMU”, iniciado em agosto do ano passado pela Prefeitura de Petroli ...

Em protesto, população de Exu-PE fecha Rodovia Asa Branca (BR 122) exigindo mudanças no pórtico que está sendo construído na cidade

Postado em 15 de outubro de 2013 por Josélia Maria

GEDSC DIGITAL CAMERA
image-15410

Durante mais de 5 horas, a Rodovia Asa Branca, no trecho próximo ao município de Exu-PE, literalmente “pegou fogo”, o motivo? A defesa da identidade cultural da cidade, que é conhecida mundialmente como terra de Luiz Gonzaga, o Rei do Baião.  Centenas de exuenses participaram na manhã desta terça-feira (15) de um grande protesto, convocado na noite de ontem, via redes sociais, pelo Movimento Pró Gonzagão (MPG), com o objetivo de reivindicar a mudança nos enunciados principais do pórtico que está sendo construído na entrada da cidade.

GEDSC DIGITAL CAMERA
image-15411

A frase principal do pórtico segundo o planejado pela prefeitura, avistada por quem entra na cidade será: “BEM-VINDO À EXU, TERRA DO BOM JESUS”; já quem sai da cidade avistará: “VOLTE SEMPRE, TERRA DO BOM JESUS”.

As mudanças reincididas pelo MPG e apoiada, por diversas entidades, entre elas: ONG Parque Aza Branca, ONG Flor de Mandacaru, Grupo de Teatro Oxi, Associação Luiz Gonzaga dos Forrozeiros do Brasil, e pela população exuense, consistiam basicamente na substituição das frases principais para: “BEM-VINDO À EXU TERRA DE LUIZ GONZAGA “VOLTE SEMPRE, TERRA DO REI DO BAIÃO”.

Diversos músicos membros da Associação Luiz Gonzaga dos Forrozeiros do Brasil estavam presentes no protesto, Joquinha Gonzaga, com sua família, Flávio Leandro, também com sua família, Jaiminho de Exu entre outros, tocaram e cantaram, para os manifestantes dançarem, isso debaixo de um sol escaldante.

Os manifestantes reuniram-se na Praça Luiz Gonzaga, a partir das 7 horas da manhã, e depois seguiram em direção da obra, a principal reivindicação era o cumprimento da Lei Municipal nº 1.171/2011, que teve o projeto proposto pelo MPG, sendo aprovado pela Câmara de Vereadores por unanimidade no dia 23 de agosto de 2011, a Lei atende as reivindicações, sendo ela fruto de um intenso debate com toda sociedade, inclusive com audiência pública e abaixo assinado com quase 2.000 assinaturas

GEDSC DIGITAL CAMERA
image-15412

A manifestação que em todo tempo foi pacífica, fechou a rodovia nos dois sentidos, com barricadas de pneus queimados, carros parados na pista, além dos próprios manifestantes, porém ambulâncias e veículos com urgência tinham sua passagem permitida, eles cobravam a presença de alguém do Poder Público e a tomada de alguma atitude por parte dos vereadores, aliás, depois de muita cobrança através dos meios de comunicação estavam no evento (Rádio Acauã FM, Rádio Objetiva FM, Folha de Exu e Tv Grande Rio) quatro dos treze vereadores resolveram aparecer, primeiro Arnaldo Clementino (PSB), depois Jurandir Severo (PSB), Chico de Dedê (PSB) e Dr. Orlando (PSB), eles prometeram agir em favor das mudanças.

É importante ressaltar que mesmo coma presença dos vereadores, todo o movimento teve apenas um objetivo: a mudança das frases do pórtico, ou seja, em nenhum momento teve qualquer tipo de conotação política.

Por volta de 12h, os manifestantes resolveram, encerrar o protesto de hoje, dando 24 horas para o Poder público Municipal se manifestar sobre as mudanças exigidas pela população.

A Polícia Militar acompanhou o protesto, garantido a segurança de todos.

Fonte:Folha do Exu





Eduardo brinca sobre ter ganho o voto da atriz Maitê Proença para presidente

Postado em 15 de outubro de 2013 por Josélia Maria

14out2013---maite-proenca-e-entrevistada-no-programa-roda-vida-1381813900158_615x300
image-15407

Bem humorado, o governador Eduardo Campos brincou na manhã desta terça-feira (15) sobre ter conseguido o apoio da atriz Maitê Proença para sua eventual candidatura à Presidência da República em 2014. A atriz teria declarado votar em Eduardo durante uma participação no Programa Roda Viva, nessa segunda (14).

Apesar de não ser admitida publicamente, a candidatura de Eduardo Campos já é dada como certa dentro do PSB. Ela teria se tornado irreversível após a entrada da ex-senadora Marina Silva no PSB. A provável colocação de Eduardo na disputa presidencial motivou a saída do PTB e de parte do PT da base socialista no Governo de Pernambuco.

http://www.youtube.com/watch?v=h_mqs3dAfmI&feature=share

Blog do Jamildo




jr telecom

Folha de São Paulo errou. Eduardo Campos fica com maior parte dos votos de Marina

Postado em 15 de outubro de 2013 por Josélia Maria

IMGM2730 ROBERTO PEREIRA
image-15404

Roberto Pereira/PSB

Segundo o Datafolha, o governador de PE herda 32% dos eleitores da ex-ministra; a petista capta outros 22%; Aécio, 16%

Na Folha de São Paulo

A Folha errou na edição do último domingo ao dizer que a maioria dos eleitores de Marina Silva (PSB) migram para a presidente Dilma Rousseff (PT) quando a ex-ministra do Meio Ambiente é substituída pelo governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), na pesquisa Datafolha.

Segundo os dados corretos do instituto, 32% dos eleitores de Marina optam por Campos quando ela não está entre os concorrentes.

No cenário mais provável da disputa, é Campos, portanto, o maior herdeiro das intenções de voto de sua nova aliada, Marina Silva.

O segundo maior contingente dos eleitores da ex-ministra, 23%, votam em branco, nulo ou em nenhum dos candidatos oferecidos no cartão de resposta da pesquisa.

Candidata à reeleição, Dilma fica com 22% dos eleitores marineiros, não com 42%, como diziam a reportagem e o infográfico de domingo.

Já o senador tucano Aécio Neves (MG) herda 16% dos eleitores de Marina, não 21%.

O mesmo exercício pode ser feito no cenário em que o ex-governador de São Paulo José Serra aparece como candidato do PSDB no lugar de Aécio Neves.

Neste caso, Serra passa a ser o maior herdeiro dos eleitores de Marina. O tucano fica com 33% dos que manifestavam voto na ex-ministra. Campos vem logo atrás com 28%. Outros 18% optam pelo voto em branco, nulo ou em nenhum candidato. Dilma fica em último lugar com 17%.

A leitura equivocada de uma das tabelas produzidas pelo Datafolha gerou o erro da reportagem da Folha na página A4 do domingo.

No texto e nos gráficos daquela edição, os índices apresentados como migração de eleitores de Marina eram, na verdade, as intenções totais de voto de cada candidato.

Na pesquisa realizada sexta-feira, o Datafolha ouviu 2.517 eleitores em 154 municípios do país, o que resulta numa margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

POTENCIAL

Marina filiou-se ao PSB, sigla presidida por Campos, depois de fracassar sua tentativa de montar o partido Rede Sustentabilidade a tempo de disputar as eleições de 2014.

Com isso, ela e o governador de Pernambuco não poderão concorrer ao mesmo cargo no ano que vem.

A pesquisa de sexta mostrou que mais da metade dos eleitores (52%) não ficou sabendo da filiação de Marina ao PSB. Como entre eles há eleitores da própria Marina, seu potencial de transferência de votos para Campos é ainda maior.

O instituto também perguntou se Marina agiu bem ou mal ao ingressar no PSB. Para 37%, agiu bem. Outros 17% disseram que agiu mal. O maior grupo (47%) não soube responder.

Quando aparece como candidata no lugar de Eduardo Campos, Marina chega a ter 29% das intenções de voto.

Nessas situações, Dilma não alcança mais da metade das preferências, e a eleição teria que ser decidida no segundo turno.

 




jr telecom

Osvaldo Coelho comenta os 25 anos da Constituição Brasileira

Postado em 15 de outubro de 2013 por Josélia Maria

 

20121203112557_cv_oswaldo_coelho_gde
image-15401

Meus amigos,

Comemoramos no dia 05 de outubro os 25 anos da promulgação da Constituição Federal Brasileira. Foi uma das coisas mais importantes do último século e fui honrado com um mandato para esta Assembleia Constituinte.

Assim com os outros membros, senti o peso da responsabilidade de elaborar a maior Lei do Brasil. Tive a oportunidade de apresentar algumas emendas, como por exemplo, a emenda a favor do Ensino Fundamental. Na época cerca de 20% da receita nacional era destinada a Educação. No entanto, boa parte desse total era transferido para as universidades o que deixava o ensino básico enfraquecido. Despertei para o problema e apresentei uma emenda de que pelo menos 50% do valor referido fosse destinado para o ensino básico. Essa atitude causou uma revolução na plenária e não houve compreensão de primeira ordem.

Após muitos debates, a emenda foi aprovada numa batalhada fantástica.  Posteriormente, no governo de Fernando Henrique Cardoso, essa emenda foi modificada e se transformou em um modelo novo chamado de fundo nacional de ensino que possibilitou a aquisição de transporte para os estudantes, salários dignos para os professores e a universalização do ensino fundamental.

A outra emenda que apresentei foi a favor das pessoas com deficiência e de famílias carentes. Essa proposta dava o direito aos deficientes receberem um recurso da União para ajuda de custos. O relator acatou e a emenda foi aprovada.

Coloquei também para votação a interiorização do ensino superior. As universidades federais do país só tinham sede no litoral e nas capitais. Essa emenda também foi aprovada e fez surgir às universidades no interior do Brasil, como a Universidade Federal do Vale do São Francisco.

Apoiei ainda uma emenda contra as desigualdades regionais. Foi aprovada, porém sinto que as desigualdades regionais continuam enormes.

Outra contribuição minha para a Constituição Federal foi a emenda que propunha a eleição presidencial por estado como acontece em outros países como Estados Unidos, Argentina, Alemanha. No entanto, esta emenda não foi aprovada, apesar de ter tido muito aliados como o senador Virgilio Távora, na época representante do Ceará.

Essas foram algumas das minhas contribuições para a Constituição Federal. Ela foi moderna, foi avançada e hoje temos muito o que comemorar com os resultados alcançados. Todavia, as leis merecem alguns retoques, o que é natural com a evolução dos tempos.

Através dessas emendas, tenho certeza que dei a minha melhor contribuição para Petrolina, para o meu Estado e para meu país.

 

Osvaldo Coelho

Ex- Deputado Federal por oito legislaturas ( DEM)





Fenagri 2014 já é pauta de reunião

Postado em 15 de outubro de 2013 por Josélia Maria

DSC08769
image-15398

A Feira Nacional da Agricultura Irrigada – Fenagri 2014 já é pauta de reunião. Na tarde desta segunda, os secretários municipais de Desenvolvimento Econômico e Eventos, Jorge Assunção; Turismo e Cultura, Iuric Pires; e o de Ciência e Tecnologia, Newton Matsumoto, na companhia da empresária Nelbe Freitas, tiveram um encontro para discutir o projeto e os primeiros passos para a organização do evento.

A 25º edição da feira acontecerá na cidade de Petrolina e está prevista para ocorrer entre os dias 28 e 31 de maio do próximo ano, no espaço do Centro de Convenções Senador Nilo Coelho.

Segundo a comissão organizadora, a expectativa é estabelecer parcerias com diversas entidades e abranger os pequenos e grandes produtores do Vale do São Francisco, universidades e empresários. “Queremos realizar um evento grande, com foco na promoção dos atrativos da nossa região e geração de negócios. Uma feira de muito sucesso”, ressalta o secretário de Desenvolvimento Econômico e Eventos de Petrolina, Jorge Assunção.





Primeira professora com Down do Brasil mostra importância da inclusão

Postado em 15 de outubro de 2013 por Josélia Maria

c0c74fddeb28ea8dda331842e6c114c5
image-15392

Kívia SoaresDo NE10/Rio Grande do Norte

Os olhos puxados de Débora Araújo Seabra de Moura, 32 anos, revelam muito do que podemos enxergar. A primeira portadora da síndrome de Down a se formar professora com magistério no Brasil venceu barreiras e preconceitos, provando que a inclusão é possível em qualquer lugar. De personalidade tranquila e autoestima contagiante, a potiguar que mora em Natal (RN) é ativa e desbravadora e a escola teve papel fundamental na sua caminhada. Neste 15 de outubro, quando se comemora o Dia do Professor, a história de Débora vem nos trazer um exemplo de luta pela inclusão de pessoas com deficiência intelectual na rede regular de ensino. Ler Mais





Aos meus ex-professores!

Postado em 15 de outubro de 2013 por Josélia Maria

532803_348995318506617_1706027511_n
image-15389





Eduardo Campos: Não haverá impunidade na investigações do assassinato do promotor de Itaíba

Postado em 15 de outubro de 2013 por Josélia Maria

EBO-6487
image-15385

O governador Eduardo Campos anunciou, nesta segunda-feira (14/10), a integração entre o Poder Executivo e o Ministério Público para as investigações do assassinato do promotor de Itaíba, Thiago Farias. “Estivemos reunidos, desde a manhã, com a Polícia Civil, a Polícia Militar, o Ministério Público de Pernambuco e o Ministério Público Federal. Todas as instituições vão dar resposta para esse bárbaro crime, fazendo a investigação da maneira mais célere e segura. É isso que estamos fazendo e é o que faremos. Daremos uma resposta rápida, para que fique claro para quem age dessa maneira que aqui não haverá impunidade”, destacou o governador.

O chefe do Executivo estadual conversou com a Imprensa local após reunião da qual também participaram o procurador-geral do Ministério Público de Pernambuco, Aguinaldo Fenelon, e os secretários estaduais Wilson Damázio (Defesa Social), Tadeu Alencar (Casa Civil) e Mário Cavalcanti (Casa Militar). Durante o encontro, Eduardo telefonou para o procurador-geral da República e conselheiro nacional do Ministério Público Federal, Rodrigo Janot, que designou três procuradores e dois conselheiros para atuarem em conjunto nas investigações. “Eles estão chegando já nesta terça-feira (15/10) para nos ajudar, num trabalho integrado das instituições, para que, no mais curto prazo de tempo possível, possamos ter a conclusão do inquérito. Já temos algumas linhas investigativas, que vão ser aprofundadas nas próximas horas, e informaremos tão logo tenhamos notícias mais concretas”, disse Eduardo Campos.

O secretário de Defesa Social, Wilson Damázio, ressaltou que as linhas de investigação não serão divulgadas nesse momento. “As linhas investigativas são as mais variadas, como se deve fazer numa apuração. Isso está sendo feito com todo o cuidado nesse caso”, destacou. “Pernambuco vai responder. O sistema de Justiça está unido nesse momento aqui em Pernambuco, e recebemos apoio do Ministério Público Federal e de todo o sistema nacional de Justiça. Vamos botar na cadeia este assassino ou estes assassinos, seja quem for. O lugar deles é na cadeia. Vamos fazer todos os esforços. Este crime não ficará impune”, colocou o procurador-geral do Ministério Público, Aguinaldo Fenelon.




jr telecom