Destaques

João Paulo é parabenizado por Antonio Souza pela candidatura a deputado estadual

O candidato a deputado estadual João Paulo (PCdoB) foi parabenizado pelo empreendedor social Antoni ...

CANDIDATA A DEPUTADA FEDERAL DE MARINA NO SERTÃO COMEÇA CAMINHADA EM BOA VISTA E LAGOA GRANDE

A primeira blogueira e única candidata a deputada federal no Sertão, Josélia Maria, (REDE)começo ...

LUCAS RAMOS PRESTIGIA FESTA DE VARZINHA EM SANTA CRUZ

A tradicional festa de Varzinha, em Santa Cruz, contou com a presença do deputado estadual e candid ...

Adolfo Viana cobra ações do Governo do Estado para a região de Juazeiro

Postado em 6 de abril de 2013 por Josélia Maria

image-7537

Na sessão realizada em Juazeiro, nesta quinta-feira (04), pelo projeto Assembleia Itinerante, o deputado estadual Adolfo Viana (PSDB) defendeu a necessidade de o Governo do Estado realizar obras nos municípios da região.

Em discurso, o parlamentar citou a falta de segurança pública que aflige a população local e cobrou ainda a realizações de obras do Governo.  Dentre elas, a ampliação da adutora que abastece a sede do município de Pilão Arcado, ampliação da adutora de Jaguarari e de Campo Alegre, asfalto na BR 235 no trecho que liga Uauá – Juazeiro, a recuperação da Rodovia BA 210 no trecho que compreende as cidades de Curaçá – Paulo Afonso, trecho que liga à Sento Sé, reforma e ampliação do Hospital de Sobradinho e ampliação do sistema de abastecimento de água em Remanso.

Conforme Adolfo Viana é inadmissível que as ações do Governo não atendam aos anseios da população das localidades acima citadas. “É de extrema importância que essas obras cheguem até a população da região. O povo não pode mais ser enganado. A reforma e ampliação do hospital, a ampliação de adutoras, além da recuperação das estradas são ações prioritárias e não podem ser esquecidas”, destacou o parlamentar tucano.

O deputado Adolfo Viana, após fazer as cobranças ao Governo, entregou a Comenda 2 de Julho ao ex-deputado federal Jorge Khouri Hedaye, que já foi prefeito de Juazeiro e deputado federal por cinco mandatos. “Não poderia deixar de homenagear uma figura tão ilustre como o ex-deputado Jorge Khoury, filho desta linda cidade e que durante sua trajetória política trouxe tantos benefícios à região. Para mim é uma honra entregar a Comenda”, ressaltou o deputado Adolfo Viana.




jr telecom

Dilma inaugura oficialmente a Arena Fonte Nova: ‘Um orgulho’

Postado em 5 de abril de 2013 por Josélia Maria

image-7533

por Bárbara Affonso

Durante a inauguração oficial da Arena Fonte Nova, nesta sexta-feira (5), a presidente Dilma Rousseff declarou estar orgulhosa com a beleza e qualidade da praça, após participar das inaugurações dos estádios Castelão, em Fortaleza, e Mineirão, em Belo Horizonte. A mandatária ressaltou, como algo especial do empreendimento, seu design, em formato de ferradura, com vista para o Dique do Tororó. “A ferradura dá uma cara especial a esse estádio e mostra uma das características maiores desse povo, que é a criatividade. Ele [o estádio] se volta para a minha querida fonte do Tororó, onde bebi água em minha infância”, lembrou, ao considerar o bairro de Nazaré, onde está localizada a arena, um “orgulho do nosso sincretismo, da nossa cultura e da nossa diversidade”, já que possui, além dos orixás do Dique, igrejas católicas, evangélicas, terreiros e um centro cultural islâmico.

image-7534

A presidente deu um pontapé simbólico em uma bola, no centro do campo, e comparou o Brasil da Copa das Confederações de 2013 com o da Copa do Mundo de 1950. “Hoje, temos uma democracia consolidada que, quando cresce, partilha os frutos com seu povo e respeita a diversidade”, declarou, depois de salientar a importância dos operários que trabalharam na obra. Ao citar o entendimento entre prefeitura e governo estadual sobre a gestão do metrô da capital baiana, Dilma informou sobre um projeto de R$ 1 bilhão para a construção de duas vias estruturantes, “corredores com faixas exclusivas de ônibus que vão interligar o trecho urbano da BR-324 com a Avenida Paralela e conectar ônibus e o metrô”. Após a fala da chefe do Executivo federal, o governador Jaques Wagner lembrou que a Fonte Nova é o primeiro estádio da Copa a ser entregue após ser erguido do chão, e presenteou os visitantes com o áudio das torcidas de Bahia e Vitória.

 




jr telecom

Deputado Adalberto Cavalcanti na caravana dos Novos municípios. Projeto que estabelece normas para emancipação já tem data marcada para ser votado

Postado em 5 de abril de 2013 por Josélia Maria

image-7527

Estão em curso no Brasil diversos movimentos emancipacionistas. No dia 7 de maio, várias representações municipais estarão em Brasília para acompanhar a votação agendada para apreciação do projeto que devolve a autonomia para os estados brasileiros legislarem sobre o tema das emancipações.

A inclusão do projeto na ordem do dia foi acordada entre o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves (PMDB) e os líderes de todos os partidos na terça-feira (2). Em Pernambuco caravanas dos distritos já articulam os militantes de movimentos de emancipação para participarem do momento decisivo das lutas em defesa da criação de novos municípios.

No sertão de Pernambuco, os distritos de Izacolândia, Nascente, Caraíbas e Projeto Fulgêncio, farão parte da comitiva pernambucana, além dos mais de 20 distritos protocolados na Assembléia Legislativa.

O deputado estadual Adalberto Cavalcanti (PHS) já garantiu presença na caravana do sertão pernambucano que vai a Brasilia.




jr telecom

Dormentes:Adalberto Cavalcanti solicita do Governo do Estado Escola Técnica

Postado em 5 de abril de 2013 por Josélia Maria

image-7515
“O desenvolvimento do estado de Pernambuco é visível em todas os setores, destacando-se cada vez mais em nosso País. Porém há a necessidade de mão de obra especializada para poder atender a todo esse progresso. As Escolas Técnicas tem um papel fundamental na formação e qualificação dos jovens, proporcionando o tão sonhado ingresso no mercado de trabalho.

Por este motivo solicito ao governador Eduardo Campos que seja construida uma Escola Técnica no município de Dormentes para dar oportunidade aos jovens que ali vivem a ter um curso profissionalizante estando hapto para as oportunidades que apareçam.”

Adalberto Cavalcanti

Deputado Estadual – PHS




jr telecom

Equipe de futebol de cinco para cegos será lançada hoje(5)

Postado em 5 de abril de 2013 por Josélia Maria

image-7511
A modalidade desportiva, futebol de cinco para cegos será lançada hoje(05), ás 15h, na Câmara Municipal de Petrolina. Essa iniciativa é uma realização da Prefeitura Municipal, através da secretaria de Acessibilidade e da Associação dos Deficientes Visuais de Petrolina (ADVP).

“O time de futsal de cinco é uma grande realização para nós, pois mostramos que somos capazes de praticar esportes. E é uma oportunidade de representar a cidade e Petrolina e nosso estado também, em âmbito regional e nacional”, relata, o presidente da ADVP, Antônio Malan de Carvalho.

O atleta Raimundo Nonato,um dos integrantes da equipe de Petrolina é jogador da seleção brasileira, de futsal de cinco e já ganhou o título de melhor jogador, jogador revelação e melhor artilheiro, no Campeonato do Nordeste, em 2011.

A equipe pretende participar do Campeonato do Nordeste que acontecerá do dia primeiro ao dia sete de julho, na Paraíba. E do Campeonato Brasileiro que acontecerá de quatro à 10 de novembro, em Salvador- BA. A perspectiva é que a equipe também participe da Paralímpiada 2016, no Rio de Janeiro.




jr telecom

Fifa veta nome de Garrincha no estádio de Brasília na Copa

Postado em 5 de abril de 2013 por Josélia Maria

O ex-craque do Botafogo dá nome ao estádio da capital federal desde a década de 1980. No ano passado, virou lei no DF: o nome da arena é “Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha”.

A Fifa, no entanto, decidiu que, durante as competições que organiza, o complemento “Mané Garrincha” não será permitido. E isso terá de ser respeitado em propagandas e divulgações dos eventos.

A entidade argumenta que as competições são de “interesse internacional” e que deve “manter a consistência dos nomes dos estádios”.

Contudo, outros estádios que também possuem nomes tradicionais, e, em tese, de difícil compreensão semântica para o público internacional, como Maracanã e Mineirão, não sofrerão mudança.

No que depender do governo do Distrito Federal, a Fifa não terá problemas legais em mudar temporariamente o nome do estádio –que sediará a abertura da Copa das Confederações e sete partidas do Mundial em 2014.

Embora o governo tenha afirmado, em nota enviada à Folha, “estar certo de que não haverá necessidade de mudança na arena da capital federal”, projeto de lei enviado semana passada pelo governador Agnelo Queiroz (PT) aos deputados distritais inclui artigo prevendo a troca.

Na prática, é uma manobra para atender a Fifa após derrota política em 2012. Já ciente do desejo da federação de não ter Mané Garrincha vinculado ao nome da arena, Agnelo vetou projeto de lei que assim o batizava. O veto foi derrubado pelos deputados.

Caso o texto agora proposto por Agnelo seja aprovado, abre-se também a brecha para que a Fifa associe o estádio a um determinado patrocinador. A entidade afirma que isso não irá acontecer.

Diz tratar-se de procedimento comum. Cita como exemplo os dois últimos mundiais, na África do Sul (2010) e na Alemanha (2006).

Neste último caso, o exemplo mais específico é a Allianz Arena, moderno estádio do Bayern de Munique, que durante a Copa de 2006 perdeu o nome da seguradora e recebeu um genérico: Arena de Munique.(Folha de São Paulo)

 




jr telecom

Silas Malafaia: Marco Feliciano é a bola da vez

Postado em 5 de abril de 2013 por Josélia Maria

image-7500
Por que tanta pressão para que Marco Feliciano não continue na Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara dos Deputados? Discordar é um direito, porém não podemos ser contra alguém em tudo só porque não gostamos dessa pessoa.

Eu mesmo tenho divergências com Feliciano, mas não permito que as diferenças se sobreponham ao meu senso de justiça e caráter. E, por trás dessa perseguição que mobilizou a opinião pública e a imprensa, sei que existe um sórdido jogo político para esconder questões sérias.

Após 16 anos, o PT abriu mão da direção da CDHM e coube ao PSC definir quem seria o novo presidente. Quando os ativistas gays, o PT e os partidos de esquerda descobriram que o novo líder do colegiado seria Marco Feliciano, eles reagiram para não ter nessa comissão alguém que tem lutado contra seus ideais.

Como não conseguiram vencer no grito, deputados do PT, PSOL e de outras legendas criaram a Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos Humanos, a fim de garantir na Câmara a defesa de projetos como o casamento gay e a descriminalização do aborto. Mas existe algo mais contraditório do que “defensores dos direitos humanos” serem a favor do aborto? Tem coisa mais terrível do que tirar a vida de um bebê no ventre da mãe?

Toda essa mobilização tinha um motivo maior: desviar os holofotes do PT. Afinal, enquanto se discutia a posse de Feliciano na CDHM, dois deputados condenados pelo Supremo Tribunal Federal no julgamento do mensalão, João Paulo Cunha (PT-SP) e José Genoino (PT-SP), tornaram-se membros da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, a mais importante comissão da Câmara.

No currículo desses parlamentares do PT constam condenações por corrupção. Mas, a imprensa se voltou apenas para o caso do deputado que fez declarações infelizes, as quais foram consideradas homofóbicas e racistas pelos ativistas gays e parlamentares de esquerda. Feliciano, porém, não pode ser julgado por tais acusações. Ele nunca bateu ou matou um gay, e sua origem é negra.

Não contente com a repercussão desse episódio, a oposição passou a patrulhar as falas de Feliciano nos púlpitos das igrejas, acreditando que a forma como manipulam a informação seja capaz de condenar o direito de opinião do cidadão brasileiro. Não demorou muito para o pastor ver mais uma vez suas palavras repercutirem na imprensa. Desta vez porque comentou que a CDHM era “dominada por Satanás”.

Independentemente de concordar ou não com as declarações de Feliciano, não posso esquecer que ele foi eleito pelo povo e que tem o direito de expressar a sua opinião, sendo resguardado pelo inciso IV, do artigo 5º da Constituição Federal. Mais do que isso, a Carta Magna lhe garante o direito à liberdade religiosa (incisos VI e VIII do mesmo artigo), uma vez que ele estava no púlpito falando na qualidade de pastor e não como deputado.

Pergunto: se a oposição pode acusar os que discordam deles de homofóbicos e racistas, por que o povo evangélico não pode chamar essa perseguição de evangelicofobia? Dentro desse Estado democrático de direito, onde a maioria é cristã, a democracia só vale para a minoria? O fato é que os ativistas gays e seus defensores não suportam o debate. Pode-se falar mal do presidente da República, do Judiciário, dos católicos, dos evangélicos, mas, se criticarmos a prática homossexual, somos rotulados de homofóbicos.

O crime de opinião já foi extinto de nosso país com o fim da ditadura militar. Mas agora querem instaurar a ditadura gay, que, além de perseguir as ideologias políticas, também combate as crenças religiosas. Diante dessas manifestações, só podemos chegar a uma conclusão: PT e Dilma Rousseff estão sinalizando que abrem mão da comunidade evangélica nas próximas eleições.(Folha)

SILAS MALAFAIA, 54, psicólogo, é pastor presidente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, presidente do Conselho Interdenominacional de Ministros Evangélicos do Brasil (Cimeb) e apresentador do programa Vitória em Cristo

 




jr telecom