Destaques

GONZAGA PATRIOTA SE REELEGE PELA QUARTA VEZ, PRESIDENTE DO CLUBE DO CONGRESSO, EM BRASÍLIA – DF

O deputado federal Gonzaga Patriota – PSB-PE, decano da Câmara dos Deputados a partir de janeiro ...

Será aberta nesta quinta-feira (18) no Centro de Convenções, em Petrolina – PE a AutoVale – Feira de Tecnologia Automotiva

Uma feira com 150 marcas onde o visitante poderá conferir gratuitamente os produtos e serviços do ...

Dia do Professor: Quais são as propostas de Bolsonaro e Haddad para o magistério e para a Educação

Direito de imagemREUTERSImage captionVeja as propostas dos dois candidatos para o ensino básico, m ...

Bar Petiscaria da Ana é arrombado na Orla de Petrolina

Postado em 22 de novembro de 2012 por Josélia Maria

image-2345
Na madrugada desta quinta (22) por volta 2h30min da madrugada o Restaurante e Petiscaria da Ana foi assaltado.

O bar é localizado na Orla fluvial, região central, de Petrolina. Não é a primeira vez que o empreendimento é assaltado, esta é a 3ª, mas desta vez os assaltantes foram mais ousados.

Eles não arrombaram pelo lugares mais óbvios como janelas e portas, desta vez os criminosos quebraram a parede do estabelecimento com marretas desafiando ainda mais o sossego da proprietária.
Alguns pertences foram levados como bebidas, computador e itens de cozinha.

Esta não é primeira vez que bares da orla “vem sofrendo” com assaltos, podemos citar a Escolinha Cecília Meirelles, o Bar do Gaúcho, o bar Caldinho da Orla, como os quiosques próximos ao Restaurante Maria Bonita como o barziho de S. Manoel, a sorveteria próxima e a Tapiocaria e nenhuma providência é tomada.

Esta sugestão de pauta tem como objetivo alertar sobre a violência que permeia nossa cidade (Petrolina) e também abordar a falta de ronda ou de policiamento no local.

 




jr telecom

Sobradinho:Calamidade no Campo

Postado em 22 de novembro de 2012 por Josélia Maria

image-2342

Josélia,

Continua caótica a situação da zona rural de Sobradinho. Não há sequer um carro-pipa suprindo a sede de humanos e animais nas propriedades que amargam os efeitosda estiagem, e somado a isso, a incompetência, irresponsabilidade e descaso do Gestor que vem promovendo esta miserável situação desde antes das  eleições  do mêsde outubro. Em decorrência da escassez de nutrientes da caatinga, a maioria da “perda” de animais vem acontecendo pela falta d’ água (vergonhosamente num campo a menos de 30, 20 e até 10km distante da zona urbana às margens de um dos maiores lagos); Vergonha maior é sabermos que o prefeito deixou de incluir o município no Estado de Calamidade Pública junto ao Ministério da Integração que autorizaria o Exército a abastecê-lo com carros-pipa!

Não há mais como tolerar tanta precariedade alheia às lideranças. Faz-se emergentemente necessário que o Governo ou quem tenha  compromisso  com  o  homem docampo, se manifeste. Não há como aceitar sair da pobreza para a miséria!

Grato,

Alexandre(criador Sítio Corredeira, 16km z.rural da Terra da Barragem)




jr telecom

Dia da Consciência Negra e Sincretismo religioso é debate na Câmara de Vereadores

Postado em 21 de novembro de 2012 por Josélia Maria

image-2336

                                                  Pai Adilson

A discussão sobre o Dia da Consciência Negra e o Sincretismo religioso em Petrolina e no Brasil, foi discutido na noite desta quarta-feira (21), na Câmara de Vereadores de Petrolina. A vereadora Cristina Costa (PT), conduziu a reunião.

image-2337

HISTÓRIA

Com a vinda dos escravos africanos para o Brasil, os europeus decidiram doutriná-los, não somente nas questões sociais, mas também, na religiosidade. Os Europeus elaboraram uma série de materiais para catequização ao catolicismo, e aplicaram a força na cultura dos escravos.

Entretanto, os escravos foram mais inteligentes, e sofisticaram um sistema para continuar seus ritos-berço; o que deu Origem ao Sincretismo Religioso no Brasil.

Escravos rezavam diante de uma imagem de Santo Católico, porém, em língua Ioruba – quando na verdade prestavam suas devoções aos deuses africanos. Os europeus eram “enganados” e acreditavam mesmo na catequização dos negros.

Esse foi mais um fator muito forte na história do candomblé. Foi um fator tão forte que até hoje podemos encontrar similaridades entre religiões de matrizes africanas com o catolicismo.

Os deuses africanos foram associados a personagens, Santos Católicos para facilitar a prática às escondidas:

  • Exú – Santo Antônio.
  • Omolú – São Roque ou S. Lázaro.
  • Ogum – São Jorge em uns locais e Santo Antônio em outros.
  • Yemanjá – Nossa Senhora dos Navegantes.
  • Oxum – Nossa Senhora da Conceição.
  • Xangô – São Jerônimo, São João Batista e São Miguel Arcanjo. Em alguns lugares – São Pedro.
  • Oxóssi – São Sebastião e São Jorge.
  • Iansã – Santa Bárbara.
  • Ibeji – São Cosme e Damião.
  • Obá – Santa Rita de Cássia e Joana D’Arc.
  • Nanã – Santa Ana.
  • Oxumarê – São Bartolomeu.
  • Oxalá – Jesus Cristo e Nosso Senhor do Bonfim.

Entretanto, algumas religiões “irmãs” do candomblé como a chamada umbanda, preservam a tradição do sincretismo, quando o próprio candomblé, na maioria dos casos, já extinguiu esse costume.

Alguns estudiosos dizem que esse sincretismo começou na África mesmo, com a ação de missionários. Esses mesmos estudiosos afirmam que os africanos usavam altares como camuflagem, quando por baixo, tinha na realidade, assentamentos de seus deuses (Orixás,etc)

Mesmo depois da semiliberação da religião, alguns terreiros de candomblé continuaram usando alguns elementares cristãos, como o crucifixo e algumas imagens de santos católicos. Outros, mais fundamentalistas, optaram pela reavaliação desses conceitos, resgatando a cultura passada, a fim de tornar o candomblé mais próprio, e menos alterado.




jr telecom

Em meio a crise local, seleção enfrenta Argentina em superclássico sem brilho

Postado em 21 de novembro de 2012 por Josélia Maria

Por Eduardo de Meneses, de Buenos Aires, com agências e redação do ESPN.com.br- espn.com.br

image-2331
O nome do duelo é pomposo: Superclássico das Américas. Mas a situação em que Brasil e Argentina se enfrentam, nesta quarta-feira, em Buenos Aires, está longe de ser superlativa. Os argentinos vivem uma intensa crise política, deflagrada por medidas recentes da presidente Cristina Kirchner. Uma crise que deixa o clássico em segundo, terceiro plano

image-2332
Nas ruas da capital argentina, o jogo não é assunto. “Vai ter um amistoso, né?”, perguntou à reportagem dos canais ESPN um taxista. Outros dois motoristas nem sabiam da existência das partidas. A maior parte das lojas em Buenos Aires está fechada; a população teme que haja manifestações e saques. Até o início da noite de terça-feira, apenas 20 mil ingressos haviam sido vendidos – metade da capacidade de La Bombonera, mítico estádio do Boca Juniors que receberá o duelo entre brasileiros e argentinos, às 22 horas (de Brasília).

O cenário de caos urbano e social na Argentina é o pano de fundo para um jogo que não estava no calendário de nenhuma das duas seleções. A disputa do superclássico, que foi retomada em 2011, estava marcada para os dias 20 de setembro, em Goiânia, e 3 de outubro, em Resistência. No duelo em Goiânia, o Brasil venceu por 2 a 1; a partida de Resistência foi adiada devido à falta de luz no estádio.

Por ser uma partida entre duas das mais tradicionais seleções do planeta, em um palco especial, o superclássico deveria empolgar os argentinos. Mas não é isso que se vê na cidade. Não há cartazes ou anúncios do jogo, nem movimentação de torcedores nos hotéis em que estão hospedadas as duas seleções.

Teste – Apesar de o clima em Buenos Aires não ser dos mais propícios para a disputa de um clássico do futebol mundial, o duelo entre Brasil e Argentina vale como teste para vários dos jogadores. A partida, a última da seleção em 2012, pode dar a atletas que atuam no país uma chance de começar 2013 nos planos do treinador Mano Menezes para a Copa das Confederações.

Mas, por enquanto, os jogadores terão de esperar. Depois de dois dias de treinos emm São Paulo, Mano escondeu a escalação do time que entrará em campo. O treinador encerrou a preparação do seu time na terça e confirmou apenas a estreia de Diego Cavalieri no lugar do capitão Jefferson. A outra novidade ficou por conta da entrada de Fred em uma provável parceira com Neymar no ataque.

“Eu fui surpreendido, sim. O Jefferson é um excelente goleiro e está há muito tempo fazendo um ótimo trabalho. O Brasil tem vários goleiros que jogam em alto nível e a concorrência é sempre muito grande. Mas o Mano conhece bem a defesa que ele tem e essa é a oportunidade que ele está me dando para ver como é o meu trabalho”, disse o goleiro Cavalieri.

image-2333
A presença dos jogadores do Fluminense nesta lista se deve ao fato de Mano Menezes ter mudado a lista de convocação após o incidente em Resistência. O técnico optou por não chamar atletas que disputavam a Copa Sul-Americana com São Paulo e Grêmio e apostou nos tetracampeões nacionais para compor a equipe.

Do lado argentino, o técnico Alejandro Sabella depositará as suas fichas em velhos conhecidos da torcida brasileira. Hernán Barcos, do Palmeiras, Guiñazu, do Internacional, Montillo, do Cruzeiro, e Martínez, do Corinthians, estarão presentes na equipe mandante. Além deles, o destaque vai para o meia Clemente Rodríguez, que é peça importante no esquema tático do Boca Juniors.

As únicas baixas sofridas pelos argentinos se concentraram no meio-campo. O volante titular Rodrigo Braña, do Estudiantes, sentiu um problema muscular e deixará a equipe junto com o experiente Maxi Rodríguez, do Newell’s Old Boys. Em seu lugar foi convocado Leonardo Ponzio, que defende as cores do River Plate no Campeonato Nacional.

FICHA TÉCNICAARGENTINA X BRASIL

Local: La Bombonera, em Buenos Aires (Argentina)

Data: 21 de novembro de 2012 (Quarta-feira)

Horário: 22 horas (de Brasília)

Árbitro: Enrique Osses (Chile)

Assistentes: Francisco Mondria e Carlos Astroza (ambos do Chile)

ARGENTINA: Ustari; Desábato, Sebá Domínguez e Lisandro López; Peruzzi, Guiñazu, Ponzio, Montillo e Clemente Rodríguez; Martínez e Barcos

Técnico: Alejandro Sabella

BRASIL: Diego Cavalieri; Lucas Marques (Marcos Rocha), Réver, Leonardo Silva (Durval) e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Arouca e Thiago Neves; Neymar e Fred

Técnico: Mano Menezes

 




jr telecom

Juazeiro:Prefeitura confirma Festival Edésio Santos para dezembro

Postado em 21 de novembro de 2012 por Josélia Maria

Triagem aconteceu no último final de semana

Por Luiz Hélio

image-2324

A Prefeitura de Juazeiro, através da gerência de cultura da Seiasc, confirma a realização do 15º Festival Edésio Santos da Canção (FESC) para os dias 27, 28 e 29 de dezembro, no Centro de Cultura João Gilberto. Nesta edição o FESC homenageará os grandes festivais da MPB e importantes nomes da música juazeirense ainda na ativa, como Jaime Caldas, Neto e Mundinho, Pedro Biloto, Judith Palma e Edgar dos Caçadores.

Wellington Monteclaro, gerente de cultura da Seiasc, disse que o formato do evento sofreu algumas alterações, mas a qualidade não será afetada. “Apesar do momento financeiro difícil pelo qual o município está atravessando, faremos o festival com muita criatividade e valorizando ainda mais os artistas locais. O publico será agraciado com boas surpresas”, informou.

Entre algumas das novidades está a quantidade de classificadas para as eliminatórias, passando de 20 para 24 canções, das quais 1/3 serão reservadas para os músicos da cidade. A premiação também aumentou de R$ 27 mil reais da edição anterior para R$ 33 mil reais deste ano, sendo R$ 5 mil reais para a melhor música local e R$ 1 mil reais para o prêmio do júri popular.

A banda base que acompanhará os concorrentes e fará shows antes e após as eliminatórias será a tradicional “Mirage”, que apresentará um repertório especial para o Edésio Santos. Já na noite de encerramento o público terá a oportunidade de apreciar o trabalho da cantora juazeirense de carreira consolidada em Salvador, Josy Lélis, trazendo interpretações de sucessos vencedores dos festivais brasileiros de música nas décadas de 1960, de 1970 e de 1980.

A triagem para classificar as 24 canções aconteceu nos dias 17 e 18 e o resultado sairá no próximo dia 26.




jr telecom

Presidente da Codevasf fala sobre Programa Mais Irrigação na Rádio Senado

Postado em 21 de novembro de 2012 por Josélia Maria

image-2321

O presidente da Codevasf, Elmo Vaz, concedeu entrevista ao programa Viver da Terra, transmitido todas as quartas-feiras em cinco capitais brasileiras, pela rádio Senado. O tema da entrevista foi o programa Mais Irrigação, importante programa formatado e coordenado pelo Ministério da Integração Nacional, que vai valorizar o agricultor familiar e desenvolver, por meio de parcerias público-privadas, a economia regional de forma sustentável, gerando mais emprego e renda, e levando alimentos de qualidade para a mesa dos brasileiros. Dos 66 perímetros públicos previstos dentro do programa, 31 estão sob a responsabilidade da Codevasf.

Ouça à íntegra da entrevista clicando no link:

http://www.senado.gov.br/noticias/radio/programaConteudoPadrao.asp?COD_TIPO_PROGRAMA=&COD_AUDIO=315235




jr telecom

Ótimas perspectivas para o fim de ano em Petrolina: venda e mercado de trabalho estão em alta

Postado em 21 de novembro de 2012 por Josélia Maria

image-2317
Os empresários e gerentes de Petrolina estão otimistas em relação aos negócios do varejo no fim de ano 2012. A expectativa é de aumento de vendas e de contratação de mão de obra temporária. Estes dados foram apresentados nesta quarta-feira (21) durante a apresentação da Pesquisa de Opinião Pública – Sondagem entre Empresários e Consumidores.

O evento contou com a presença do presidente do Sindilojas, Joaquim de Castro, o economista José Fernandes e José Ferreira, presidente do CDL. A secretária de administração, Adeli Viana, representou o prefeito Julio Lossio.

image-2318
As expectativas são também positivas em relação ao desempenho do varejo para 2013. Para o fim de ano, de acordo com a pesquisa, a expectativa é o aumento médio de 13% com destaque para o Shopping, onde o percentual cresce para quase 20%. O Centro de Pesquisa do Instituto do Fecomércio, em convênio com o Sebrae, ouviu 390 consumidores nas principais áreas tradicionais de comércio de Petrolina e Shopping Center.




jr telecom

Prefeito Pão com Ovo é cassado e agora quer lançar a mãe

Postado em 21 de novembro de 2012 por Josélia Maria

image-2313

Por Manoel Guimarães
No Jornal do Commercio desta quarta-feira

O município de Primavera, na Mata Sul pernambucana, poderá ter sua segunda eleição suplementar em seis anos. Por cinco votos a dois, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cassou ontem o registro de candidatura do prefeito eleito Rômulo César, o Pão com Ovo (PRTB). A decisão teve como base a Lei Complementar 135/2010, conhecida como Ficha Limpa.

Entretanto, por ser um assunto recente, não há jurisprudência na Justiça Eleitoral para estabelecer se será realizada uma nova eleição, já que Pão com Ovo obteve mais de 50% dos votos válidos, ou se assumirá o segundo colocado – no caso, o atual prefeito Galego do Gás (PR). A decisão caberá ao Tribunal Regional Eleitoral, tão logo o processo retorne de Brasília.

A Lei da Ficha Limpa estabelece aos candidatos o prazo de oito anos de inelegibilidade por uma série de condutas vedadas. Em 2004, Pão com Ovo se elegeu prefeito de Primavera pelo PSDB e chegou a assumir, mas em 2006 foi cassado por compra de votos no pleito anterior, o que motivou uma eleição suplementar. Todavia, ele alega que nunca foi declarado inelegível e lembra que até disputou a eleição de 2008, quando perdeu para Galego do Gás.

“Fui surpreendido pela decisão do TSE. A lei retroagiu para me dar uma sentença que eu não tive, porque nunca fiquei inelegível”, desabafou. “Estou conversando com meus advogados. Eles querem que eu recorra ao Supremo Tribunal Federal, mas eu não quero. Prefiro colocar minha mãe, Dona Naza (numa eleição suplementar), para que o povo possa se libertar desse tirano que acabou com o município. Ela é filiada ao PRTB”, disparou Pão com Ovo.

Conheça Pão Com Ovo: Desempregado, Pão Com Ovo vence aliado de Inocêncio Oliveira no interior de Pernambuco

Uma nova disputa, no entendimento do grupo de Galego do Gás, não deveria ocorrer. A advogada do prefeito, Rafaela Correia, justifica que se trata de um caso de inelegibilidade anterior ao prazo de registro de candidatura. “Não há uma nova eleição. Assume o segundo colocado. Rômulo está querendo se utilizar da parte emocional. Ele espalhou pela cidade que foi Galego que o derrubou, mas foi o TSE que indeferiu o seu registro de candidatura. E esta é uma decisão irrecorrível”, afirma.




jr telecom