Destaques

Anisio Viana participa de Audiência Pública sobre esportes equestres na Bahia

O pré-candidato a prefeito de Casa Nova e Presidente do PSDB Municipal Anísio Viana, participou ne ...

Prefeito e Vice de Abaré encontram-se com Deputado Estadual em Salvador

Hoje (22/05), o Prefeito  de Abaré Fernando Tolentino e o seu vice Kaká de Eulina, acompanhados d ...

Deputado Roberto Carlos requer detectores de metal nas salas de cinema, teatros e casas de show

Está em tramitação, na Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa da Bahia, ...

Eduardo une governadores em defesa de saída negociada para royalties

Postado em 13 de março de 2013 por Josélia Maria

image-6497

Um entendimento para reabrir o debate sobre a distribuição dos royalties do pré-sal, envolvendo o Congresso Nacional e a própria presidenta Dilma Rousseff, foi defendido pelo governador Eduardo Campos e tido como “possível e necessário” por outros 17 governadores, que participaram de reunião nesta terça-feira (12/03), em Brasília.

“Faltou muito pouco para construirmos um grande entendimento sobre os royalties do pré-sal. A ausência desse entendimento tende a judicializar a questão, e essa judicialização vai impactar nos investimentos no setor do petróleo, que é importante para a retomada do crescimento, e deixa os Estados na incerteza, dependendo do que o Judiciário decidir. Entendo que não deveríamos deixar de buscar um entendimento, que não mexesse nos recursos do Rio de Janeiro e do Espírito Santo, mas que pudesse contemplar os Estados que não recebem essa receita”, destacou o governador.

Eduardo reafirmou a necessidade de retomar o entendimento para que os Estados produtores não percam receita. O governador explicou que o tema não será abordado na reunião desta quarta-feira (13/3) entre os gestores estaduais e os presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, também em Brasília, mas ressaltou ser “de suma importância” a manutenção do debate sobre os royalties. “Acho que precisamos buscar um entendimento que dê conforto ao País. Esse tema não vai ser tratado amanhã com o Legislativo, porque a matéria não está em discussão, mas queremos seguir falando sobre isso”, afirmou.

PAUTA – Na reunião desta terça-feira, os 18 governadores fecharam uma pauta comum que será levada para o encontro com os presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, agendado para esta quarta-feira, às 11h. Segundo o governador Eduardo Campos, o grupo chegou ao consenso em torno de quatro pontos que serão encaminhados para o debate no Congresso. Será uma primeira etapa da pauta, que será levada à presidente Dilma Rousseff, possivelmente na próxima semana.

“A reunião foi muito positiva. Fechamos o consenso em torno de quatro temas, que serão levados amanhã para o presidente da Câmara e o presidente do Senado. Um desses pontos é a aprovação de uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que impeça a União de aumentar as despesas dos Estados, e quando houver desonerações, incluam toda a cesta de tributos e contribuições, de modo que o custo seja dividido entre todos por igual”, colocou Eduardo.

Outro ponto debatido pelos gestores e que será levado ao Congresso Nacional trata da questão da dívida dos Estados. “Concordamos também com uma mudança de indexador e a redução na proporção que alguns Estados estão pagando e comprometendo sua receita corrente líquida com o pagamento da dívida”, disse o governador pernambucano.





I Encontro de Educação e Cordel de Petrolina Movimenta no SESC nos dias 13 e 14 com Exposição,Bate Papo e Cantoria

Postado em 12 de março de 2013 por Josélia Maria

image-6491

Maciel Melo, Maviael, Xangai e Chico Pedrosa

O I Encontro de Educação e Cordel de Petrolina, que desde o último dia 5 vem mobilizando alunos da rede pública estadual e particular de ensino com oficinas gratuitas, vai movimentar  o Sesc Petrolina  nos próximos dias 13 e 14 com uma exposição de xilogravuras, lançamento de livros, bate papo e duas cantorias.

A programação da quarta-feira (13), começa às 19h com a abertura da exposição de xilogravuras Os Sertões de Euclides da Cunha, do artista plástico Gabriel Arcanjo, que divide o espaço com uma mostra dos cordéis produzidos pelos alunos durante as oficinas. Na seqüência, o público vai conferir às 21h, uma grande cantoria com Marcone Melo, produtor cultural e cantador que traz na sua interpretação a suavidade das canções do CD Coração Sonhador. O violeiro Celo Costa mostra nas cordas da viola caipira os sons e ritmos de Santa Maria da Vitória, no oeste baiano, apresentando pela primeira vez na região canções do seu disco O Silêncio Vizinho.  O poeta Chico Pedrosa, referência na poesia de cordel e considerado o maior declamador do Brasil com seus versos e prosas conhecidas hoje em outros países, a exemplo de Portugal e Espanha. E completando o grande encontro, Eugenio Avelino – Xangai, dispensa apresentações, um cantador canário que brinca na voz encantando o público com grandes sucessos como Matança e Estampas Eucalol.

Realizado pela Entre Versos e Canções e o Sesc Petrolina, com apoio da GRE e a chancela do Ministério da Cultura na programação dos  Micro Projetos do São Francisco, o I Encontro de Educação e Cordel de Petrolina prossegue no dia 14 ( Dia Nacional da Poesia), às 14h, também no Sesc Petrolina, com o lançamento de livros de autores regionais e o bate papo Educação, Cordel e Cidadania, sob a mediação da professora Socorro Lacerda, reunindo os educadores Cosme Santos, Genivaldo Nascimento e Josemar Pinzoh.

E no mesmo espaço, às 21h o encontro ganha novamente contorno de cantoria com as apresentações culturais dos cantadores João Sereno, poeta juazeirense que navega nos mais diversos tempos melódicos e faz das suas canções uma viagem entre diversos compassos da música regional.Maviael Melo, poeta, cantador e coordenador do evento, que se divide entre a educação, o verso e a música, carregando em seu alforje as rimas e métricas da literatura do cordel. No encontro vai apresentar músicas do seu primeiro CD, em fase de gravação, com lançamento previsto para setembro desse ano. Aldy Carvalho, petrolinense naturalizado em São Paulo, volta a terra para mostrar seu mais novo trabalho, o CD Alforje. E encerrando o encontro, Maciel Melo, o Caboclo Sonhador, reconhecido nacionalmente como um dos maiores compositores do país, vai abrilhantar a noite cantando sucessos dos seus 30 anos de carreira. Momento também para dividir com o povo da sua terra adotiva a felicidade com a inclusão da música Rainha, na trilha sonora da nova novela das seis da rede Globo  de Televisão, Flor do Caribe.

Clas Comunicação

 





Secretário Ranilson Ramos prestigia inauguração de unidade Monsanto em Petrolina

Postado em 12 de março de 2013 por Josélia Maria

O secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Ranilson Ramos, está em Petrolina, para inauguração da unidade da Monsato no município, nesta tarde de segunda-feira (11). “A empresa é referência mundial no setor de desenvolvimento de insumos agrícolas – especialmente sementes de milho, soja, sogo, algodão, cana-de-açúcar, além de frutas e hortaliçasde hebicidas – e sua instalação física na maior cidade do Sertão pernambucano vai trazer ganhos para a região e para todo o Estado”, avaliou o secretário. A Unidade de Pesquisa da Monsanto em Petrolina está tendo investimentos da ordem de  20 milhões de dólares.




jr telecom

Governo brasileiro empurra para o Nordeste o dejeto industrial de um desenvolvimento burro: Petrolina ganha unidade da Monsanto

Postado em 12 de março de 2013 por Josélia Maria

image-6481

Repercute nas redes sociais a chegada da empresa Monsanto em Petrolina

“O governo brasileiro, mais uma vez, empurra para o Nordeste o dejeto industrial de um desenvolvimento burro: Petrolina ganha unidade da Monsanto.

A empresa que estamos recebendo de presente pelas mãos da nossa querida e festiva casa dos bons samaritanos da Integração tem sede nos Estados Unidos e é a mesma que produziu o agente laranja – desfolhante cancerígeno usado pelas forças armadas estadunidenses na guerra do Vietnã.

Além das sementes transgênicas, a empresa produz e vende agrotóxicos específicos para essas sementes, o que torna os agricultores dependentes de seus produtos químicos.

A jornalista francesa Marie-Monique, no livro “O mundo segundo a Monsanto”, produto de quatro anos de pesquisa, revela que os agrotóxicos da empresa estão diretamente relacionados com os aumentos de câncer em várias partes do mundo. Diversos países já baniram a empresa de seus territórios.

Além de tudo isso, a Monsanto é detentora da patente de sementes transgênicas e cobra na justiça royalties dos produtores. A decisão definitiva dessa briga está a cargo do Supremo Tribunal Federal.”




jr telecom

Vereadores de Petrolina discutem criação do Conselho Municipal sobre Drogas

Postado em 12 de março de 2013 por Josélia Maria

image-6477
Nesta terça-feira (12), a Câmara de Vereadores de Petrolina, discute em sessão ordinária o Projeto de Lei nº 005/2013, de autoria do parlamentar Dr. Pérsio Antunes (PMDB), que revoga a Lei nº 1.735/05 e cria o Conselho Municipal de Política sobre Drogas (COMAD). O Conselho tem como principais objetivos a criação de um programa municipal de prevenção ao uso indevido e abuso de drogas e entorpecentes; e o estímulo e cooperar com serviços que visam ao encaminhamento e tratamento de dependentes de drogas e entorpecentes.

Na justificativa do autor do projeto, Petrolina “deve integrar-se na ação conjunta e articulada de todos os órgãos de níveis federal, estadual e municipal que compõem o Sistema Nacional de prevenção, fiscalização, tratamento de dependentes, e repressão de entorpecentes. Assim, nosso município deve organizar seus esforços e iniciativas, visando a beneficiar a nossa comunidade, por meio da prevenção do uso indevido e do abuso de drogas e entorpecentes”, afirma no texto Dr. Pérsio.(Blog do Vinicius)

 





Fernando Bezerra rechaça ida ao PT e desconversa pretensão de disputar Governo do Estado

Postado em 12 de março de 2013 por Josélia Maria

image-6473
por Karine Paixão

Reafirmando lealdade ao partido, o ministro da integração nacional, Fernando Bezerra Coelho (PSB) voltou a negar intenção de migrar para o Partido dos Trabalhadores, mesmo que isso lhe valesse a candidatura ao Governo do Estado. FBC atribui os boatos a “maledicências” e garante que o debate em torno das próximas eleições é “prematuro”. Conhecido pela sua capacidade de adaptação política, a liderança explica que permanece no Partido Socialista Brasileiro e desconversa sobre as pretensões de governar o estado nos próximos quatro anos.

“Não, não tem nenhuma verdade nisso. Na realidade a gente já se manifestou e tivemos a oportunidade de dizer que isso deve ser fruto de intrigas, maledicências em função desse ambiente todo que se coloca a partir da movimentação que eu acho antecipada. Se procura trazer o debate da sucessão presidencial para o ano de 13, esse é o ano trabalhar, fazer as entregas, viabilizar os programas e as ações que vão gerar emprego, renda, desenvolvimento para o nosso país”, afirmou.

FBC garante, apesar dos rumores em torno da candidatura do presidente nacional do PSB, Eduardo Campos, a presidência da república, ele se mantém como homem de confiança da presidenta Dilma. “Nós vamos continuar seguindo a orientação do nosso partido, o PSB, estamos no ministério da presidenta Dilma por indicação do nosso partido e vamos merecendo a confiança dela para tocar os objetivos do Ministério da Integração”.

 

 





Em última missa antes do conclave, decano pede unidade na igreja

Postado em 12 de março de 2013 por Josélia Maria

Na última missa antes do início do conclave que escolherá o próximo papa, o decano do Colégio de Cardeais, Angelo Sodano, fez nesta terça-feira (12) um pedido pela unidade da Igreja Católica.

O apelo marcou a homilia encerrada  na Basílica de São Pedro, lotada de fiéis, e retransmitida por quatro telões instalados na Praça de São Pedro. “Cada um de nós deve colaborar para a unidade da Igreja”, disse Sodano em sua homilia.

O cardeal tem 85 anos e não participa do conclave, mas é considerado um dos mais influentes na escolha do novo papa, num momento em que a Igreja enfrenta divisões e escândalos de pedofilia e corrupção.

Sodano pediu que o próximo pontífice promova a paz e a caridade e expressou gratidão ao papa emérito Bento 16, que renunciou em 11 de fevereiro dizendo-se sem condições físicas para continuar.

O cardeal chamou Bento 16 de “amado e venerado” e disse que ele fez um “pontificado brilhante”. “Renovamos, neste momento, toda a nossa gratidão”, disse.

O conclave começa nesta terça-feira com a Igreja dividida e sem um franco favorito. Entre os cardeais mais cotados para ser o novo papa, estão o italiano Angelo Scola, o brasileiro Odilo Scherer e o canadense Marc Ouellet.

Sodano pediu que o próximo pontífice promova a paz e a caridade e expressou gratidão ao papa emérito Bento 16, que renunciou em 11 de fevereiro dizendo-se sem condições físicas para continuar.

O cardeal chamou Bento 16 de “amado e venerado” e disse que ele fez um “pontificado brilhante”. “Renovamos, neste momento, toda a nossa gratidão”, disse.

O conclave começa nesta terça-feira com a Igreja dividida e sem um franco favorito. Entre os cardeais mais cotados para ser o novo papa, estão o italiano Angelo Scola, o brasileiro Odilo Scherer e o canadense Marc Ouellet.

CONCLAVE

A missa começou às 10h locais (6h em Brasília), com todos os cardeais presentes, incluindo os maiores de 80 anos, que não têm poder de voto. Após a cerimônia, os cardeais irão à residência de Santa Marta, onde estão hospedados desde às 6h (2h em Brasília) de hoje e ficarão até a escolha do novo papa.

Eles ficarão isolados, sem acesso a telefone, jornais e televisão. O número de votos de cada candidato nunca será anunciado oficialmente, mas costuma vazar após a eleição. Cerca de 90 funcionários do Vaticano que prestarão serviços de apoio, como médicos e cozinheiros, já fizeram juramento de sigilo.

Os quartos dos votantes foram selecionados por sorteio. Por volta das 16h15 (12h15 em Brasília), os 115 cardeais votantes se reunirão na capela Paulina e seguirão em procissão até a capela Sistina, onde entrarão por volta das 16h30 (12h30 em Brasília), e darão início ao conclave.

A previsão é que as votações comecem ainda nesta terça-feira. A expectativa é que o primeiro sufrágio seja feito até as 20h (16h em Brasília), quando as cédulas devem ser queimadas. Em caso de fumaça preta, ainda não houve decisão sobre o novo papa.

Se sair branca, os sinos da Basílica de São Pedro tocarão, em sinal de que o pontífice foi escolhido. Os últimos 15 conclaves levaram no mínimo dois dias. A primeira votação costuma servir como uma espécie de peneira para selecionar os candidatos que vão polarizar a disputa.

SEM FAVORITOS

A escolha do novo papa começa sem favoritos, a diferença de 2005, quando o então cardeal Joseph Ratzinger, o papa emérito Bento 16, era considerado o principal candidato a sucessor de João Paulo 2º. Nos últimos dias, o italiano Angelo Scola e o brasileiro Odilo Scherer são apontados como os postulantes mais fortes.

A imprensa italiana tem apresentado Scola como o cardeal que representa a ala reformista. Scherer é visto como o mais próximo à Cúria. Também aparecem nas listas de mais cotados o canadense Marc Oullet, os americanos Sean O’Malley e Timothy Dolan, o húngaro Peter Erdo e o italiano Gianfranco Ravasi.

O processo termina quando um dos concorrentes forma maioria de dois terços, ultrapassando 77 votos. Diante de um cenário incerto, a maioria dos vaticanistas não descarta a vitória de um azarão, a exemplo da eleição de João Paulo 2º, em 1978.

Entre as principais incógnitas deste ano, está a influência do papa emérito Bento 16, que continua recolhido na residência de Castel Gandolfo. Ele nomeou 67 dos 115 votantes e não declarou preferência por um candidato.

A escolha está marcada pelos escândalos de corrupção descobertos no caso Vatileaks, das acusações de pedofilia e de assédio sexual envolvendo integrantes da Igreja Católica. O novo pontífice deverá lidar com as denúncias e buscar punições aos considerados culpados.

Folha





Ministro Fernando Bezerra Coelho participa da inauguração da Monsanto em Petrolina

Postado em 12 de março de 2013 por Josélia Maria

image-6453
A nova unidade da Monsanto no Brasil, inaugurada ontem, 11.03, em Petrolina, Sertão de Pernambuco, contou com a presença do ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho. A empresa, líder mundial na produção de alimentos por meio de tecnologia sustentável, fixou sua primeira sede do Nordeste brasileiro no perímetro de irrigação Senador Nilo Coelho, sob responsabilidade do Ministério da Integração Nacional (MI). O objetivo da Monsanto naquele município é realizar pesquisas e estudos sobre as culturas de milho, soja e cana de açúcar.

image-6454
“Com a Monsanto em Petrolina, o Nordeste recebe a líder mundial em produção de sementes. A empresa já está no Brasil há 50 anos, possui unidades de pesquisa em outros estados e, sabiamente, agora resolveu apostar no Nordeste para ampliar sua atuação. Isto é bastante positivo não só para os pequenos produtores, mas para o agronegócio de uma maneira geral, que ganha em tecnologia aplicada para o fomento da agricultura, produção de alimentos e bioenergia”, afirmou o ministro Fernando Bezerra.

Para o ministro, o país se transformou num grande provedor de alimentos em escala global. “Hoje, além de suprir as necessidades dos quase 200 milhões de habitantes, a produção agrícola brasileira abastece boa parte do mundo. Precisamos ampliar ainda mais a produção, porém, com respeito ao meio-ambiente e tendo os princípios da sustentabilidade como política pública. Como ministro, fico feliz de ver que o setor privado está apostando nas políticas anunciadas pelo governo”, disse Fernando Bezerra Coelho.

O presidente da Monsanto no país, Rodrigo Santos, acredita que o Brasil será no futuro o grande celeiro do mundo na produção de alimentos, fibras e energia. “Na última década houve um avanço expressivo na agricultura, mas o Brasil ainda possui um potencial enorme para seguir em pleno desenvolvimento”, frisou, ao acrescentar que o centro de pesquisa da Monsanto no Nordeste vai beneficiar todas as regiões do país. “As sementes que serão plantadas no Rio Grande do Sul, por exemplo, passarão por Petrolina”, pontuou.

image-6455
Rodrigo Santos destacou, ainda, alguns dos aspectos para a escolha de Petrolina como sede da nova unidade. “A questão climática foi decisiva. Nesta região é possível termos até três ciclos de milho em um só ano; em nenhum outro lugar conseguiríamos isto. Outras questões muito importantes foram a infraestrutura local – aeroporto, sistemas de irrigação etc – e o apoio efetivo do Ministério da Integração Nacional”, garantiu Rodrigo Santos.

INVESTIMENTOS – Sob responsabilidade do Ministério da Integração Nacional e executado pela Codevasf, o perímetro de irrigação Senador Nilo Coelho recebeu recentemente novos investimentos. Recursos da ordem de R$ 1,6 milhão foram liberados pelo MI para a construção de um Centro de Manutenção. A iniciativa dará mais celeridade à manutenção dos equipamentos eletromecânicos utilizados nos mais de 24 mil hectares irrigados do projeto, que gera oportunidades de negócio e emprego para mais de 90 mil pessoas.




jr telecom