Destaques

MORRE AOS 53 ANOS MARCELO YUKA, UM DOS CRIADORES DA BANDA O RAPPA

revista.cifras.com.br O músico Marcelo Yuka, ex-integrante e um dos fundadores da banda O Rappa, fa ...

‘Não há definição no jogo’, diz João Campos

João Campos participou da reunião com o governador ao lado do líder do PSB na Câmara, Tadeu Alen ...

Marco Aurélio sinaliza que deve rejeitar pedido de Flávio Bolsonaro

  Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil AE O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal F ...

Outubro Rosa - Instituto Ivete Sangalo Hospedagem WordPress Hospedagem WordPress
Hospedagem WordPress
Hospedagem WordPress Hospedagem WordPress
RADIO WEB JUAZEIRO
Hospedagem WordPress
Hospedagem WordPress
Hospedagem WordPress
Lista de Links

Mais de 740 mil lâmpadas LED foram substituídas e doadas para prédios públicos

Postado em 18 de janeiro de 2019 por Josélia Maria

image-88370

Foto: Grupo Neoenergia – por Canindé Soares.

Mais de 740 mil lâmpadas LED foram substituídas e doadas para prédios públicos, ONGs, escolas, hospitais e clientes de diversas comunidades, pelas concessionárias do Grupo Neoenergia em 2018 por meio dos Programas de Eficiência Energética da Celpe (PE), Coelba (BA), Cosern (RN) e Elektro (SP/MT), regulados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Apenas em Pernambuco, mais de 230 mil lâmpadas foram substituídas pela Celpe, por meio projetos de Eficiência Energética da concessionária.

Com investimento superior a R$ 18 milhões, o Grupo Neoenergia, por meio de suas concessionárias, proporcionou uma redução no consumo de energia superior a 33 mil MWh/ano, o que representa uma diminuição nas emissões de CO2 na atmosfera superior a três toneladas, impactando positivamente a sociedade e reforçando os esforços globais para um planeta mais sustentável.

Parte desse montante de lâmpadas, cerca de 200 mil, foram empregadas  em ações diretas de substituição promovidas pelas concessionárias do Grupo – hospitais, prédios públicos, escolas e ONGs foram  contempladas com uma iluminação mais eficiente. Outras 540  mil lâmpadas foram entregues durantes as ações educativas de eficiência energética em bairros populares através do Projeto Energia com Cidadania, que visitou diversas comunidades ao longo do ano, possibilitando aos clientes a troca de lâmpadas ineficientes por LED – que chegam a durar cinco vezes mais, economizando cerca de 40% de energia, quando comparada, por exemplo, à uma fluorescente comum, além de assistir palestras sobre o uso racional e seguro da energia.

Essas ações de substituição e doação de lâmpadas LED, além de compor o Programa de Eficiência Energética das distribuidoras estão alinhados e contribuem com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) – conjunto de 17 temas e 169 metas para o alcance de um mundo mais sustentável, conforme determinado pela Assembleia Geral das Nações Unidas da ONU.

Sobre a Neoenergia

Com 13,7 milhões de unidades consumidoras atendidas por suas quatro distribuidoras – Coelba (BA), Celpe (PE), Cosern (RN) e Elektro (SP/MS) –, a Neoenergia é responsável por levar energia a 34 milhões de pessoas, quase 20% da população brasileira. Controlada pelo grupo espanhol Iberdrola, ela está presente em 18 estados e é uma companhia integrada de energia, atuando nos segmentos de Geração, Transmissão, Distribuição e Comercialização. Na área de Geração, entre ativos em operação ou em construção, o grupo tem capacidade instalada de 4.364 megawatts (MW). Sua área de concessão é de 836 mil quilômetros quadrados e abrange quase 1.000 municípios. Reconhecida como a empresa mais transparente do Brasil de acordo com o ranking 2018 da ONG Transparência Internacional, a Neoenergia é o 24º maior grupo empresarial do país, segundo o anuário Melhores e Maiores 2018 da revista Exame





Prefeitura e Comando de Policiamento Regional Norte realizam primeira reunião sobre Carnaval de Juazeiro 2019

Postado em 18 de janeiro de 2019 por Josélia Maria

Por Ramáiana Leal/ ASCOM – PMJ

Nesta quinta-feira (17), na sede do Comando de Policiamento Regional Norte, representantes da Coordenação do Carnaval de Juazeiro estiverem reunidos com o Comando de Policiamento Regional Norte para tratar sobre a segurança do Carnajuá 2019. O produtor da empresa concessionária do carnaval Leonardo Lustosa, também estava presente no encontro. O Carnaval de Juazeiro é uma realização da Prefeitura Municipal e acontece de 15 a 17 de fevereiro.

Durante a reunião foi repassada ao Comando da Polícia Militar toda a programação do carnaval com as atrações que animarão a festa nos três pólos – Pólo Ivete Sangalo, Pólo João Gilberto e Pólo Luiz Galvão, para que a atuação da polícia possa ser planejada. “Para nós, o mais importante é a vida das pessoas. Graças a Deus, o Carnajuá é reconhecido como um evento de sucesso, principalmente pela paz e alegria, e o planejamento que fazemos junto com a Polícia tem sido fundamental para que isso aconteça”, afirma o Coordenador do Carnaval, Samuel Morais.

De acordo com o Comandante do Policiamento Regional Norte, Cel. Anselmo Bispo, além de alinhar o processo de segurança com o Município, a Polícia Militar também está se preparando para inovar no policiamento. “Teremos aumento no efetivo com mais policiais no entorno, para fazer as abordagens preventivas. Queremos também promover a instalação de toda uma estrutura que possibilite inovações de um circuito monitorado por câmera ao longo de sua quilometragem e a instalação de um caminhão de monitoramento exclusivo no Pólo João Gilberto. Vamos fazer ainda monitoramento por drone durante todo o percurso. A segurança só vai melhorar”, conclui o Comandante.




jr telecom

BELL MARQUES E THIAGUINHO REÚNEM 7 MIL PESSOAS EM SALVADOR

Postado em 18 de janeiro de 2019 por Josélia Maria

image-88362

Festa aconteceu dentro dos festejos em torno do Senhor do Bonfim

Misturar o sagrado e o profano é natural para os baianos. Prova disso foi o Bonfim de Tarde, que reuniu 7 mil pessoas na Bahia Marina, em Salvador, nesta quinta-feira (17), após o tradicional cortejo que leva milhares de fiéis em direção à Colina Sagrada onde fica a Igreja do Senhor do Bonfim. Após a cerimônia de lavagem das escadarias, o público foi celebrar ao som de Bell Marques e Thiaguinho no evento mais disputado do dia, reunindo anônimos e personalidades em torno de uma super estrutura e dois grandes shows.

“O evento já se firmou e, nesta 3ª edição, só posso dizer que está melhor. Fico muito feliz com o resultado, por conseguir reunir tantas pessoas queridas e um público tão grande num dia que é especial demais para o baiano. Foi lindo!”, celebrou o anfitrião Bell Marques, que celebrou a participação de Thiaguinho no evento. “Thiaguinho é um cara de uma grande simplicidade, de carisma enorme. Fiquei muito feliz por ele ter aceitado nosso convite para estar nessa festa linda. Senhor do Bonfim nos abençoou com uma grande ocasião”, comemorou.





Secretário de Desenvolvimento Agrário recebe demandas dos produtores de leite do Estado

Postado em 18 de janeiro de 2019 por Josélia Maria

image-88359

O secretário de Desenvolvimento Agrário de Pernambuco, Dilson Peixoto, recebeu, nesta quinta-feira (17), uma comissão de produtores de leite para discutir as demandas do setor. Entre as principais queixas está a compra de leite em pó pelas indústrias de laticínios instaladas no Estado, além dos pedidos de maior acesso ao melhoramento genético do gado e à palma resistente à cochonilha, ambos desenvolvidos pelo IPA; ampliação da assistência técnica ao produtor, melhoria da infraestrutura viária, incentivo rural e a política de incentivos fiscais.

“Há um decreto federal que permite a utilização de até 100% de leite em pó pela indústria, o que prejudica os produtores locais, explicou o presidente do Sindicato dos Produtores de Leite (Sinproleite), Saulo Malta, acrescentando que há informações que mesmo algumas indústrias incentivadas pelo Prodepe estão descumprindo a obrigatoriedade da compra de 50% de leite fluido dos produtores do Estado. Além de Saulo, estiveram presentes no encontro o presidente da Certificação do Queijo Coalho do Agreste Pernambucano (CQP), Romildo Albuquerque; o presidente da Associação Brasileira dos Criadores Caprinos (APCC), Arlindo Ivo; o presidente da Sociedade Nordestina de Criadores (SNC), Emanuel Rocha; o diretor presidente da Adagro, Paulo Roberto de Andrade Lima; o prefeito de Águas Belas, Luiz Aroldo, e os deputados estaduais Claudiano Martins e Aglaílson Victor, além de cerca de 40 produtores de leite.

O secretário Dilson Peixoto se comprometeu com os produtores a encaminhar as demandas internas da Secretaria e suas vinculadas e levar ao governador e demais secretários as reivindicações recebidas que são ligadas a outras pastas. “Em relação ao leite em pó, vamos procurar a bancada federal e os senadores do Estado, o governador e a representação dos produtores para discutir essa questão com o Governo Federal”, antecipou.

Dilson lembrou que o apoio ao pequeno produtor rural e à agricultura familiar é uma das principais metas estabelecidas pelo governador Paulo Câmara para a pasta de Desenvolvimento Agrário. “Vamos procurar a AD Diper para retomar, com urgência, os trabalhos da Câmara Setorial do Leite e trabalhar junto com os produtores para dinamizar a atividade”, afirmou o secretário ao final do encontro.





Guedes se comprometerá com aprovação da reforma da Previdência em Davos

Postado em 18 de janeiro de 2019 por Josélia Maria

Paulo GuedesA ideia da equipe de Guedes é que a abertura econômica seja feita ao mesmo tempo em que a carga tributária seja reduzida. Foto: Gabriela Biló/Estadão

Texto da reforma ainda não está fechado, mas deverá ser apresentado ao presidente Jair Bolsonaro antes de ele viajar para participar do fórum

Lorenna Rodrigues e Adriana Fernades, O Estado de S.Paulo

O ministro da Economia, Paulo Guedes, detalhará a reforma da Previdência que o governo pretende fazer a investidores, políticos e empresários na reunião do Fórum Econômico Mundial em Davos (Suíça), na próxima semana. O texto da reforma ainda não está fechado, mas deverá ser apresentado ao presidente Jair Bolsonaro antes de ele viajar para participar do fórum.

De acordo com fontes da área econômica, a mensagem de Guedes no fórum será centrada em três pilares: além da reforma da Previdência, as privatizações e a reforma administrativa que está sendo feita pelo governo.

Também serão apresentadas metas para os próximos anos, como a de aumentar a corrente de comércio de 22% do PIB para 30% do PIB até 2020. Para isso, o governo apresentará uma agenda de modernização da estrutura tarifária, com redução das tarifas e de impostos e simplificação para as empresas exportadoras.

“Queremos que a tarifa de importação brasileira tenha queda acentuada, mas vamos ao mesmo tempo melhorar ambiente de negócios para empresas no Brasil”, disse uma fonte da área econômica.

A ideia da equipe de Guedes é que a abertura seja feita ao mesmo tempo em que a carga tributária seja reduzida. O governo planeja começar a acelerar a redução da carga tributária em 2020.

Outra meta é dobrar o porcentual que o País investe em ciência e tecnologia, hoje em 1% do PIB, nos quatro anos de governo. A ideia que Guedes passará é que o governo quer reduzir o peso dos impostos para as empresas para sobrar espaço para que elas façam esses investimentos.

Parte da mensagem de Guedes é explicar como está a economia brasileira e reforçar que o governo quer fazer a lição de casa e “igualar o jogo”. “Davos será muito importante para a atualização da imagem do Brasil. Vamos deixar a visão de que não apenas estamos dispostos à lição de casa, mas também à construção de uma economia moderna” afirmou. “Os Alpes suíços também ouvirão a mensagem de que queremos tirar o estado do cangote do brasileiro.”

 




jr telecom

Em Davos, governo se comprometerá com aprovação rápida da reforma

Postado em 18 de janeiro de 2019 por Josélia Maria

Jair BolsonaroBolsonaro começa a discutir hoje versão final do discurso que fará em Davos. Foto: Dida Sampaio/Estadão

Tânia Monteiro e Adriana Fernandes, O Estado de S.Paulo

Bolsonaro vai defender, em sua estreia no evento que reúne a elite financeira mundial, a necessidade urgente de mudanças nas regras de aposentadoria, a abertura econômica e o ajuste fiscal; detalhes caberão a Paulo Guedes

Ao fazer sua estreia internacional, na semana que vem, no Fórum Econômico Mundial, o presidente Jair Bolsonaro defenderá a aprovação rápida da reforma da Previdência, o ajuste das contas públicas, a autonomia do Banco Central e a abertura da economia brasileira.

O rascunho do discurso, que deve ter meia hora, já está pronto, mas a versão final do texto será discutida hoje e no fim de semana, com a ajuda do ministro da Economia, Paulo Guedes. O presidente deixará para seu “posto Ipiranga” detalhar as questões econômicas aos investidores internacionais e se limitará a ser mais genérico e político.

À elite financeira mundial, Bolsonaro afirmará que o Brasil quer fazer negócios com todos os países, mas voltará a defender que os parceiros sejam tratados sem “viés ideológico”. Também vai dizer que não há tabus para acordos bilaterais, desde que tragam resultados concretos para o País.

Caberá a Paulo Guedes fazer uma apresentação global da reforma da Previdência e defendê-la como essencial para a “oxigenação” da economia brasileira nos próximos anos. Ele dirá que a proposta será voltada não somente para o enfrentamento do problema demográfico de envelhecimento dos brasileiros e equilíbrio das contas públicas, mas também para a modernização do sistema previdenciário e combate aos privilégios.

Guedes teria uma reunião com o secretário do Tesouro americano, Steven Mnuchin, mas ontem, por conta da paralisação do governo dos EUA, o presidente Donald Trump cancelou a participação da delegação do país.

Depois de fazer um histórico das razões que levaram o Brasil a cair na “armadilha do baixo crescimento”, Guedes vai centrar seu discurso no que vem chamando de “terraplenagem” – uma agenda corretiva para colocar a economia no rumo de uma expansão mais rápida e sólida. Essa agenda, dirá o ministro, está sustentada em três pilares: reforma da Previdência, privatizações e concessões e enxugamento e maior eficiência da máquina pública.

Também serão apresentadas metas para os próximos anos, como a de aumentar a corrente de comércio de 22% do PIB para 30% do PIB até 2020 e dobrar, em quatro anos, o porcentual que o País investe em ciência e tecnologia, hoje em 1% do PIB. A redução de impostos também está entre as metas.

Parte da mensagem de Guedes é explicar como está a economia brasileira e reforçar que o governo quer fazer a lição de casa e “igualar o jogo”. “Davos será muito importante para a atualização da imagem do Brasil. Vamos deixar a visão de que não apenas estamos dispostos à lição de casa, mas também à construção de uma economia moderna”, afirmou uma fonte da equipe econômica que também participará do evento em Davos. “Os investidores vão ouvir a mensagem de que o governo quer tirar o Estado do cangote do brasileiro”. /COLABOROU LORENNA RODRIGUES





Empresas britânicas apresentam tecnologias para combate à perdas nos sistemas de abastecimento de água

Postado em 18 de janeiro de 2019 por Josélia Maria

Empresas britânicas apresentam tecnologias para combate às perdas nos sistemas de abastecimento de água

Três empresas britânicas apresentaram, hoje (17), suas expertises e novas tecnologias de combate e controle das perdas nos sistemas de abastecimento de água para os técnicos da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). O encontro ocorreu na sede administrativa da Compesa, no bairro de Santo Amaro, com a participação das empresas LWS, Primayer e Technolog ,  do diretor Técnico e de Engenharia da Compesa, Rômulo Aurélio Souza, além  da gerente do  Consulado Britanico, Gabriela  Figueiredo, e do representante  do Banco Mundial, Thadeu Abibalil.  O evento  marca o início das ações do convênio firmado pelo Governo Britânico com a Compesa para estudar projetos de inovação e de gestão para redução de perdas nos sistemas da Região Metropolitana do Recife (RMR). A parceria prevê o investimento de 5 milhões de libras, nos próximos quatro anos – o equivalente a R$ 25 milhões – para implantar inovações tecnológicas que permitam a Compesa encontrar modelos eficientes de controle das perdas com padrão mundial, e que possam ser replicados em todo Estado.

O plano é que, no primeiro semestre de 2019, seja feito o trabalho de avaliação das empresas do Reino Unido e um diagnóstico pela consultoria contratada pelo Banco Mundial, que sinalizará qual caminho será tomado pela Compesa. Esse diagnóstico vai apontar se o foco desse trabalho será no combate às perdas comerciais (água produzida e não faturada) ou físicas (vazamentos), ou até mesmo se a companhia deverá atuar nessas duas frentes. O trabalho de consultoria será feito pelo especialista Julian Torton, no entanto, as áreas de atuação do convênio serão definidas em comum acordo pela Compesa, Banco Mundial e Governo Britânico. “Vamos avaliar as tecnologias (equipamentos) disponibilizadas por essas empresas, que foram indicadas pelo Consulado Britânico, e se poderão trabalhar junto com a companhia”, explica o diretor Rômulo Aurélio Souza.

Depois de finalizar o diagnóstico dos sistemas de abastecimento, será iniciada a segunda fase do cronograma, que é a execução do projeto. O prazo de conclusão dessa fase é de três anos e meio.Essa parceria, firmada em novembro do ano passado, tem o Banco Mundial como agente operador do convênio, e faz parte das ações do projeto Cidades Inteligentes do Prosperity Fund (Fundo Prosperidade), o fundo global do Governo Britânico.





AIESEC no Vale do São Francisco promove 3ª edição de evento multicultural na região

Postado em 17 de janeiro de 2019 por Josélia Maria

image-88349

Em parceria com a Secretaria da Cultura e Turismo, a AIESEC no Vale do São Francisco realiza no próximo sábado (26), no Vaporzinho, na Orla de Juazeiro – BA, o “Global Village” (Aldeia Global – em tradução livre), um evento aberto ao público e gratuito que contará com intercambistas da Argentina, Colômbia, Peru, Equador e Itália. O evento tem como objetivo promover o contato cultural das pessoas da região com nativos de outros países, que estão na região realizando projetos sociais em ONGs locais. A programação contará com dança, música, exposição de objetos e comidas típicas, e acontecerá das 15h às 21h.

A AIESEC promove intercâmbios na região há 5 anos, enviando e recebendo intercambistas para realizarem projetos sociais relacionados com problemas mundiais. Cada projeto é voltado para um dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU – Organização das Nações Unidas. No evento, os intercambistas irão relatar suas experiências nos projetos e como têm sido o impacto causado nas ONGs, tirando também dúvidas para aqueles interessados em viver sua própria experiência. Além disso, intercambistas do Vale do São Francisco que foram para outros países, como Portugal e Egito, estarão presentes.

“Estamos tentando cada vez mais incluir as pessoas da nossa região nas nossas experiências multiculturais, porque acreditamos que essa é uma troca que expande muito a visão de todos os envolvidos”, diz Rodrigo Santana, Diretor de Recebimento de Intercambistas, ressaltando também que vê o evento como uma oportunidade de tornar mais acessível a experiência para todos os públicos.

Esta é a 3ª edição do evento e é a primeira vez que acontece em local aberto, com expectativas de receber um público ainda maior. Haverão algumas atrações musicais, como por exemplo a banda Matingueiros e a cantora Victória Gabrielli. “Como o evento é sobre trocas culturais, nós também queremos mostrar o melhor da nossa região para os nossos intercambistas, e mostrar toda a beleza que o sertão tem”, Rodrigo acrescenta.

Para mais informações e tirar possíveis dúvidas, o e-mail valedosaofrancisco@aiesec.org.br pode ser contactado.




jr telecom