Destaques

CSTT realiza intensa fiscalização no final de semana

A Companhia de Segurança, Trânsito e Transporte (CSTT) realizou blitzes itinerantes neste último ...

A CRUCIFICAÇÃO BATE RECORDE DE PÚBLICO NA CONCHA ACÚSTICA DE PETROLINA

A Concha Acústica de Petrolina e arredores foram palcos da encenação do maior e mais belo espetá ...

Apresentações da Via Sacra emocionam público juazeirense da sede e interior

Entre os dias 18 e 21 de abril a comunidade juazeirense, da sede e do interior, prestigiou as aprese ...

O nó de Petrolina

Postado em 6 de outubro de 2012 por Josélia Maria

Comentário da coluna Diário Político, de Marisa Gibson, publicada nesta quinta-feira.

image-385

Numa das campanhas mais acirradas no estado, Petrolina está em pé de guerra numa disputa cujos interesses vão além da prefeitura do município.

No centro do furacão, o prefeito Júlio Lóssio (PMDB), que teve a candidatura à reeleição impugnada pela justiça eleitoral por ação movida pelo seu principal adversário, o socialista Fernando Filho.

Entre os dois, o petista Odacy Amorim, ex-PSB, responsável pela divisão da Frente Popular no município, o que desestruturou o palanque de Fernando, que concorre pela coligação Unidade por Petrolina.

O que se diz é que no município há um sentimento favorável a Lóssio – fato admitido até por lideranças da base do governador Eduardo Campos – e, talvez por isso, o jurídico da campanha de Fernando tenha ingressado com mandado de segurança para impedir a divulgação de pesquisas.

A campanha em Petrolina é uma reedição de 2008, quando Lóssio foi eleito com uma vitória estonteante, decorrente da divisão do PSB no município.

Naquele ano, Odacy Amorim, então prefeito, tinha a reeleição garantida mas perdeu a convenção do partido para o deputado federal Gonzaga Patriota (PSB), à época inimigo de Fernando Bezerra Coelho, então secretário estadual de Desenvolvimento Econômico.

Petrolina disse não a Patriota e elegeu Lossio. Agora em 2012 os desentendimentos começaram quando Odacy, deputado estadual, sentindo-se desprestigiado pelo PSB, que apontava para a candidatura de Fernando Filho, filiou-se ao PT para disputar a prefeitura.

Tal fato motivou Bezerra Coelho, já ministro da Integração, a transferir o domicílio eleitoral para Recife, ameaçando disputar na capital pernambucana contra o candidato petista, numa manobra para forçar o PT a retirar a candidatura de Odacy em Petrolina, o que não aconteceu, enquanto o processo sucessório no Recife tomava outro rumo.

O que ninguém esperava era que Lóssio, que fez uma gestão inicialmente pálida, se recuperasse e comprasse uma briga gigantesca contra o governador Eduardo Campos e o ministro Bezerra Coelho.

Se o PSB perder em Petrolina, a derrota não pesará tanto para Eduardo, mas será traumática para Bezerra Coelho – pai de Fernando – e cujo nome figura como possível candidato à sucessão de 2014.

 

 

 




jr telecom

Joseph Bandeira: “o Verde abre uma esperança o vislumbre do progresso em Juazeiro”.

Postado em 6 de outubro de 2012 por Josélia Maria

Foto:Leonardo Bandeira gesto de carinho ao pai

image-379

“Quiseram passar com um trator em cima do meu fusquinha e não conseguiram, tivemos os pneus furados, explodiram o tanque de combustível e eu estou de pé”, Joseph Bandeira .

image-380

image-381





Petrolina é tema de discussão em debate no Recife

Postado em 6 de outubro de 2012 por Josélia Maria

image-374

por Mônia Ramos

No debate da Globo entre os candidatos a prefeito do Recife de partidos com representação no Congresso Nacional os cinco políticos mediram distância antes de aplicarem suas estratégias e Petrolina teve seu lugar de destaque entre as discussões dos dois candidatos mais propensos a seguirem para o segundo turno das eleições deste ano: Humberto Costa (PT) e Geraldo Julio (PSB).

Os pontos fortes do encontro foram todos contra o candidato do PSB. Humberto Costa perguntou a Geraldo Júlio porque ele omitia no currículo de candidato ter sido secretário da Fazenda em Petrolina. O candidato do PSB respondeu com tranquilidade que não omitia, tinha orgulho de todos os cargos nos quais trabalhou. “Então porque você assinou um contrato de R$ 30 milhões de recursos que eram para ser investidos em educação, saúde e saneamento, não foram aplicados no destino certo e ainda endividou a prefeitura além da sua capacidade”, criticou o petista.




jr telecom

Fernando Bezerra Filho e o debate na rede social

Postado em 5 de outubro de 2012 por Josélia Maria

por Teresa Leonel, Professora e Jornalista

Blog Pessoas, coisas e tudo mais…

O candidato Fernando Bezerra Filho (PSB), hoje amigo íntimo de confidencias do deputado federal, Gonzaga Patriota (PSB), que também virou amigo de berçário de Fernando Bezerra Coelho (o ministro da Integração) que agora também voltou a ser amigo intrauterino do radialista Edenevaldo Alves (ufa!!), faz questão de manter o nível do debate (elegante mas instigante) nas redes sociais.

Voltamos a conversar via Twitter (ver quadro abaixo) e novamente o então candidato a prefeito de Petrolina se mostra sonhador diante de projetos apresentados pelo governo federal em pleno ano de eleições.

O tema cisternas/água para o NE/Bioma Caatinga/projeto do governo começa nessa rodada de debate, mas ainda promete muita “água” (pra não dizer fogo) nesse assunto.

Afinal, como bem falei para o deputado/candidato, não é uma questão de combate a seca e sim de convivência com ela.

Se os políticos entenderem isso, já é um caminho andado…

E o povo do Sertão agradece.

image-366

image-367

 

image-368

 




jr telecom

Guilherme Coelho desce o verbo contra Fernando Bezerra – Eleições de 1996

Postado em 5 de outubro de 2012 por Josélia Maria

http://www.youtube.com/watch?v=cOSj49uQ5xc
Na disputa eleitoral para prefeito de Petrolina em 1996, o candidato Guilherme Coelho utiliza o seu tempo do penúltimo guia eleitoral para se expressar, indignado com as acusações feitas a ele pelo então prefeito Fernando Bezerra Coelho, que apoiava outro candidato para o executivo municipal.




jr telecom

Cabo eleitoral do PT é preso em Manaus com dinheiro na cueca

Postado em 5 de outubro de 2012 por Josélia Maria

image-357

A Polícia Federal apreendeu R$ 1.280 em dinheiro escondidos na cueca de um cabo eleitoral do PT na madrugada desta sexta-feira (5), em Manaus.  No momento em que foi detido pela Polícia Militar, o homem carregava material de propaganda eleitoral da candidata a vereadora Rosi Matos (PT), informa a Folha de S. Paulo.  Ele não teve o nome divulgado e foi liberado após prestar depoimento.  Procurada pela reportagem do Estadão, a assessoria de imprensa da candidata Rosi Matos disse que o homem não pertence ao seu comitê, mas confirmou que a mãe dele é cabo eleitoral do partido. As apreensões de dinheiro em espécie, por suspeita de compra de votos, já somam cerca de R$ 90 mil no Amazonas, segundo a PF. Ainda segundo a Folha, as apreensões fazem parte de uma intensa ação de fiscalizando em portos, aeroportos e rodovias para evitar a saída de altos valores às vésperas das eleições do próximo domingo.




jr telecom

Programa auxilia empresas a elevar competitividade

Postado em 5 de outubro de 2012 por Josélia Maria

image-352

O Programa de Financiamento Inovador de Empresas de Pequeno e Médio Porte (Finpyme) vai auxiliar 40 empresas pernambucanas a melhorar o desempenho nos negócios e obter crédito no mercado financeiro, por meio do diagnóstico gratuito da posição competitiva delas.
A iniciativa é uma parceria da FIEPE com a Corporação Interamericana de Investimentos (CII), ligada ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e a CNI. Interessados no programa podem obter informações pelo (81) 3412-8461. As inscrições podem ser feitas até 10 de outubro.
As empresas participantes serão avaliadas em 180 indicadores, que analisam desde a saúde financeira, passando pela gestão e projetos futuros. Ao final da primeira etapa do Finpyme, elas recebem um relatório contendo os pontos fortes, fracos e recomendações de melhorias.
Para o presidente da FIEPE, Jorge Côrte Real, o programa insere as empresas de Pernambuco na competitiva economia globalizada. “É uma ação para o fortalecimento da indústria nesse importante momento por que passa a economia do Estado”, disse.





“Um homem também chora”..

Postado em 5 de outubro de 2012 por Josélia Maria

image-345

As lágrimas correm dos olhos após anuncio de Joseph de que não seria mais candidato a prefeito.

image-346

Essa cena vi no rosto de homens e mulheres que agora apoiam Márcio Jandir (PV) a pedido de Bandeira.

image-347




jr telecom