Destaques

Mesmo criando muitas chances de gol, Garapa estreia com derrota no Pernambucano de Futsal

Três bolas na trave e incontáveis chances criadas, mas um vacilo no começo do jogo, fez com que o ...

EM ARARIPINA, LUCAS RAMOS PARTICIPA DO SEMINÁRIO TODOS POR PERNAMBUCO

A Escola Técnica Estadual Pedro Muniz Falcão, em Araripina, recebeu nesta quinta-feira (22) a edi ...

Durante o “Todos Por Pernambuco”, presidente da Alepe anuncia projeto que marcará centenário de Nilo Coelho

O presidente da Assembleia Legislativa (Alepe), deputado Eriberto Medeiros (PP), anunciou nesta quar ...

Mulheres da Agricultura vão estar no carnaval

Postado em 31 de janeiro de 2013 por Josélia Maria

image-5065

Na tarde desta quinta-feira (31), aconteceu na Fundação Nilo Coelho uma reunião onde foi discutida a participação do Bloco das Mulheres que trabalham na agricultura irrigada na região do Vale do São Francisco , no carnaval 2013.

Pelo terceiro ano consecutivo o bloco “Quem disse que a gente não vinha:A violência contra mulher é coisa de outra cultura”,vai estar na rua.

A reunião contou com a presença da Coordenadora do Programa Chapéu de Palha na região Normeide, professora Beatriz e Iracy Passos Fundação Nilo Coelho, Roseane Farias Secretária da Mulher de Petrolina, Assistente Social Maria dos Anjos, ex-vereadora Marli Carvalho -Juazeiro-BA, UNEGRO ,  representantes dos perímetros irrigados  e diversos segmentos da sociedade.

 

image-5066

image-5067

image-5068

 




jr telecom

Armando não vota em Renan Calheiros para a presidência do Senado

Postado em 31 de janeiro de 2013 por Josélia Maria

image-5061

O senador Armando Monteiro (PTB-PE) embarcou nesta quinta-feira (31) para Brasília com a convicção de que o PMDB deve apresentar um nome alternativo ao do senador Renan Calheiros (PMDB-AL) para concorrer à presidência do Senado, nas eleições que serão realizadas nesta sexta-feira (01).

Em entrevista ao programa Frente a Frente, com Magno Martins, Armando explicou que o Senado não pode arriscar-se a passar pelo constrangimento de ter o seu Presidente respondendo a uma Ação Penal no Supremo Tribunal Federal (STF). “Então eu estarei atuando para que a gente possa construir uma alternativa. Pode ser outro nome do PMDB, preservando o princípio da proporcionalidade. E pode, em último caso, ser um destes candidatos de protesto, porque entre o PMDB, Renan, e a instituição, fico com a instituição”, reforça Armando.

Leia abaixo a opinião do senador pernambucano sobre a eleição no Senado.

Vota em Renan?

Não. Eu estou primeiro certo de que alguma coisa vai acontecer. Porque os fatos que vêm acontecendo aí, sobretudo envolvendo aquele processo ainda antigo do Senador Renan, há fatos novos que são inquietantes e preocupantes. O Procurador Geral da República, Roberto Gurgel, diz que as denúncias que estão sendo encaminhadas agora ao Supremo Tribunal Federal (STF) são consistentes, o que significa dizer que nós estamos diante da possibilidade de, daqui a seis meses, o STF abrir uma ação penal contra o futuro presidente do Senado.

Ora, eu pergunto, alguém pode colocar a própria instituição nesta situação de constrangimento? Então eu estou indo a Brasília para tentar convencer os companheiros do PMDB, já que a bancada do PMDB é majoritária, a apresentar ao conjunto, ao Senado, e sobretudo à base aliada do governo, um outro nome. Um nome que o PMDB possa oferecer e que não submeta amanhã a instituição a este vexame que é o de ter o presidente da Casa sob o risco de uma ação na esfera penal, de responsabilização. Então eu estarei atuando para que a gente possa construir uma alternativa. Pode ser outro nome do PMDB, preservando o princípio da proporcionalidade. E pode, em último caso, ser um destes candidatos de protesto, porque entre o PMDB, Renan, e a instituição, eu fico com a instituição.

As denúncias contra Renan nos jornais são graves? 

Não se trata apenas do noticiário, porque às vezes há campanhas que são desencadeadas por setores da mídia e que nem sempre tem amparo efetivamente nos fatos. Mas eu estou me baseando em algo muito mais grave, que é uma declaração do Procurador Geral da República, de que as denúncias que estão sendo encaminhadas agora, oferecidas ao Supremo Tribunal Federal, são consistentes. Isto significa que na análise da Procuradoria Geral os fatos que estão apontando para a responsabilidade do senador Renan, naquele episódio das famosas notas que foram emitidas, que estas denúncias são fundadas, consistentes. Então como é que nós vamos ficar amanhã numa crise institucional, com o STF promovendo uma ação de responsabilidade contra o Presidente do Senado? Porque é que alguém pode ter o direito de colocar a instituição numa situação amanhã de constrangimento como esta? Eu pergunto: só o senador Renan, na bancada do PMDB, pode presidir o senado? Não tem mais nenhum outro companheiro do PMDB, que possa assumir esta responsabilidade? Portanto, eu quero estar empenhado, até o último minuto, para que a gente construa uma alternativa. Eu estou convencido de que este é o interesse maior da própria instituição.

Sobre as candidaturas de protesto e outros nomes do PMDB

Destes candidatos que estão encarnando uma posição nítida de protesto e de oposição, não há dúvida nenhuma de que o senador Pedro Taques (PDT-MT) é o que reúne melhores condições. Mas eu ainda estou defendendo a posição de que possa surgir um nome na própria bancada do PMDB, que é a bancada majoritária, respeitando o princípio da proporcionalidade. E eu lembro, por exemplo, nomes como o do ex-governador de Santa Catarina, o senador Luiz Henrique, que é um homem que tem efetivamente uma trajetória respeitável. Nós temos senadores como Waldemir Moka (PMDB-MS) e outros tantos que poderão se colocar como uma alternativa neste momento. O importante é que o PMDB não pode colocar o Senado da República numa situação amanhã de risco institucional. Não é possível admitir esta hipótese. Não há interesses político-partidários que possam sobrepor-se ao interesse da instituição. Nosso compromisso como senadores tem que ser primeiro com a instituição.

Pedro Simon seria outro nome ou é carta fora do baralho? 

Eu não vou dizer que (Pedro Simon) seja carta fora do baralho. Mas eu estou me baseando em algo que o próprio senador Jarbas Vasconcelos colocou. Embora sabendo que há nomes no PMDB, que são muito respeitáveis, como o de Pedro Simon, como o do nosso companheiro aqui, Jarbas Vasconcelos, mas eles próprios entendem que deveria ser um nome que pudesse até contar com o apoio do próprio governo. Então neste sentido tem que ser um nome do PMDB que transite também pelo governo. Porque aí nós teríamos garantida a possibilidade de uma eleição com o majoritário apoio da base aliada.




jr telecom

DENÚNCIA COMPROMETE SECRETÁRIO DE HABITAÇÃO DE PETROLINA

Postado em 31 de janeiro de 2013 por Josélia Maria

image-5056

Na  manhã de 31/01 a presidente da associação de moradores da invasão no bairro Pedro Raimundo em Petrolina, Senhora Adalberta, conhecida por Tina, concedeu entrevista ao programa Edenevaldo Alves e fez uma séria acusação ao atual secretário de Habitação de Petrolina, referente ao tempo em que o mesmo era candidato a vereador do município.

Segundo Tina, 98 famílias do Pedro Raimundo venderam seus terrenos com o conhecimento de Ednaldo Lima. Terrenos esses que seriam terras invadidas, portanto sem dono. E para piorar a situação eram terrenos que passariam por regularização fundiária que ,também impossibilitaria de serem negociados.

Blog do Farnésio





Presidente do PT chama parte da mídia de “oposição extrapartidária”

Postado em 31 de janeiro de 2013 por Josélia Maria

image-5053
O presidente nacional do PT, Rui Falcão, classificou nesta quarta-feira (30) parte da imprensa como “oposição extrapartidária” e disse que combater esse tipo de oposição é “um dos objetivos do PT”. Falcão discursou em reunião da bancada do PT na Câmara, onde havia afirmado antes que partidos de oposição querem antecipar o “jogo eleitoral” ao criticar a presidente Dilma Rousseff.

A Associação Nacional de Jornais (ANJ) e a Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) informaram que não vão comentar as declarações do presidente do PT.

A fala do petista ocorreu durante a defesa de um antigo pleito do partido, a regulação da mídia.

“E aqui, companheiros, sejamos francos. Quem é a oposição real no Brasil hoje? A oposição parlamentar? Os partidos que fazem oposição legitimamente? Há uma oposição mais forte e que não mostra a cara quando poderia fazê-lo. É o que eu chamo de oposição extrapartidária. E ela se materializa numa declaração que a imprensa veiculou. Não sei se foi a presidente da Associação Nacional de Produtoras de Revista, doutora Judith Brito, que disse com todas as letras: ‘Como a oposição não cumpre o seu papel, nós temos que fazê-lo'”, discursou o petista.

G1.





Troupe Dance – Ziriguidum – Filhos de Jorge – Carnaval 2013

Postado em 31 de janeiro de 2013 por Josélia Maria

A Troupe Dance ensina a coreografia de Ziriguidum, música de Filhos de Jorge.

image-5047

 
http://youtu.be/AseZHhuq5JY





Santa Maria da Boa Vista-PE na expectativa de uma nova eleição em março

Postado em 31 de janeiro de 2013 por Josélia Maria

image-5043
A eleição complementar em Santa Maria da Boa Vista (Sertão do São Francisco) deve mesmo acontecer neste início de ano, mais precisamente entre os meses de março e abril. Segundo informações do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE/PE), a previsão mais provável é que o pleito seja no inicio de março.

Na cidade, o que se comenta é que a prefeita interina Eliane Gomes (PSL) vai pra disputar o cargo. Ela assumiu o município por ter sido eleita presidente da Câmara do Município e, após a cassação do registro da candidatura do ex-prefeito Jetro Gomes (PSB), que ganhou, mas não levou após a justiça eleitoral acatar irregularidades no seu registro. Eliane deve disputar o cargo com o apoio dos ex-prefeitos Leandro Duarte (DEM) e Jose Gualberto (PMDB), tendo como vice o vereador Tatá, do PSDB.

Corre por fora o ex vice-prefeito, Humberto Mendes, que preside o PTB no município, mesmo podendo ter sua candidatura indeferida por ter ocupado a vice na chapa impugnada que tinha Jetro como candidato. Ainda devem disputar a Prefeitura de Santa Maria da Boa Vista, o vereador do PSL, Jorge do Futuro, que se permanecer com essa intenção deve bater chapa com a prefeita Eliane e, por fim, o ex-vereador Mendoncinha, do PC do B, que disse que agora chegou a sua vez e que vai botar a verdadeira esquerda no comando da prefeitura boavistana.

Informações:Blog do Banana





Isaac Carvalho participa de jantar de prefeitos da Bahia com o Governador Jaques Wagner e a senadora Lídice da mata

Postado em 31 de janeiro de 2013 por Josélia Maria

image-5039
O prefeito de Juazeiro, Isaac Carvalho, participou na noite de , 29, em  Brasília, de jantar promovido pela nova diretoria da União dos Prefeitos da Bahia (UPB),  que contou com a participação do Governador Jaques Wagner e da Senadora Lídice da Mata. Outros prefeitos baianos participaram do encontro.

Sendo um dos prefeitos que discursaram no evento, Isaac Carvalho, que na diretoria da UPB representa a região Norte do Estado, conclamou aos demais colegas para uma união mais sólida em busca de melhorias para a região e toda a Bahia. “Além do fortalecimento do municipalismo, temos que buscar pautas integradas, pois o que é bom para Juazeiro, é bom para cidades Território do São Francisco. Vamos pensar em conjunto para que o desenvolvimento econômico, social venha para todos. Assim ficará mais fácil buscar melhorias das rodovias, na segurança, saúde. Trabalhando de modo integrado, vamos impulsionar Juazeiro e toda a Região Norte”.

O Governador Wagner e a Senadora Lídice da Mata desejaram boa sorte à nova presidenta da UPB, prefeita de Cardeal da Silva, Maria Quitéria, e destacaram a presença de uma mulher, pela primeira exercendo o principal cargo da instituição.

 





Funcionários do HDM/IMIP recebem kits escolares para filhos

Postado em 31 de janeiro de 2013 por Josélia Maria

 

image-5036

O Hospital Dom Malan/IMIP já está distribuindo os tradicionais Kits escolares destinados aos filhos de funcionários que estão regularmente matriculados em escolas. Esta ação ocorre no HDM desde 2010 e visa incentivar a educação no âmbito familiar. São contemplados colaboradores que possuem nível médio, técnico e elementar.

Para o auxiliar de rouparia, Dailton Lopes, a ação proporciona um incentivo à educação dos filhos. “Receber (os kits) é muito importante por que ajuda nossos filhos a estudar. Eu vejo como uma valorização tanto para mim quanto para minha família, eu agradeço muito”, diz.

A supervisora de Recursos Humanos do HDM, Fabiana Holanda, ressalta a importância da entrega dos kits. “São contemplados filhos de funcionários que tenham entre três e 14 anos, devidamente, matriculados. Dependendo da idade deles, cada material contêm pasta de elástico, cadernos de brochura e desenho, lápis, canetas, borrachas, réguas, apontador, giz de cera, cola entre outros itens. Entregamos com satisfação, pois sabemos que é uma contribuição muito especial para os nossos colaboradores”, comentou.