Destaques

Arrasta-pé continua nesta segunda em várias cidades de Pernambuco

[1250] São João do Recife Foto: Andrea Rego Barros/divulgação/PCR Por: FolhaPE Para quem ainda ...

Filho de Luciano Huck mostra evolução após cirurgia no crânio e deixa a UTI de hospital no Rio

Foto: Reprodução/Instagram Por: FolhaPress – FolhaPress Benício Huck, 11, filho do meio d ...

Mulher morre após ser jogada pelo marido de primeiro andar no Alto Santa Terezinha

Foto: Reprodução Facebook Diário de Pernambuco Uma mulher morreu após ser empurrada pelo marido ...

Alzyr Saadehr fala sobre homofobia

Postado em 18 de outubro de 2012 por Josélia Maria

por Alzyr Anttonio Sá Brasileiro  (Saadehr)

image-880

Presidente da associação movimento da parada da diversidade sexual de Petrolina

Não é a primeira vez que dou de cara com atitudes homofobicas em redes sociais na internet para alguns pode até ser normal mas para mim é anormal tanto a homofobia quanto os homofobicos, esses dias mais uma vez dei de cara no facebook com uma pessoa fazendo chacota de uma lei aprovada pelo STF que favorece a comunidade LGBT, nós conquistamos um direito e um outro vem “zoar” disso que conquistamos, onde nós estamos ? Será que temos o que comemorar ? Conquistamos um direito, mas ainda não conquistamos o respeito pelo próximo, uma grande pena.

O que mais me deixa pasmo são as pessoas ainda acharem que brincar, xingar, fazer chacota e piada com os LGBT não é preconceito e homofobia, esse tipo de homofobia chama-se Homofobia bem humorada que é o preconceito com uma roupagem bem-humorada, e é capaz de endossar o preconceito e a homofobia que geram a discriminação contra nossa comunidade, indo na contramão dos esforços do governo de estabelecer políticas públicas de promoção do respeito à diversidade humana. conquistamos o direito da união estável entre LGBT e vem um pra fazer dessa lei piada só porque somos gays e agora podemos nos unir conforme os heterossexuais ? Estou sendo bombardeado de trotes, comentários e criticas mas isso não vai fazer com que eu amoleça perante a minha luta pela igualdade, respeitar o próximo é divino, é pedido de Deus, ser gay não é ser palhaço, palhaçada é zombar das leis do nosso país, é desmerecer ministros e uma comunidade batalhadora, que sofreu e sofre na pele a cada dia essa merda dessa doença chamada preconceito, é desrespeitar o tão falido amor, que o mundo tanto está precisando, isso sim é palhaçada. Nós não queremos nada mais do que respeito, é demais ??? Não quero me aparecer até porque vivo explicito para tudo e para todos, apenas levo a frente uma entidade que esta se firmando para lutar pelos direito dos gays e afins, fui para imprensa falar de uma campanha que ganhamos destaque estadual “PETROLINA CONTRA HOMOFOBIA” e um dos destaques da matéria é justamente essas “zoação” em redes sociais na internet, eu sou homem, digno e faço e farei jus ao que eu disse, não me importa nada e nenhuma referência minha luta é por uma unica causa já citada aqui, é um trabalho árduo, é doloroso ouvir e receber manifestação de repudio por partes de uns , é feliz e gratificante receber votos e apoios por parte da maioria que consegue ver com os meus olhos a igualdade tão sonhada. Fica aqui esse desabafo e o meu comprometimento com toda a classe LGBT que eu tanto amo e apoio e brigo mesmo. Contem comigo sempre, viva nossa liberdade, viva nossa conquista, viva nosso direito de amar e viva essas pessoas que nos fazem ter forças, que nos alimentam e que nos fazem lutar por tudo que queremos e temos direito.

 





AMMA capacitará funcionários da CHESF para o programa de Meio Ambiente da Empresa

Postado em 17 de outubro de 2012 por Josélia Maria

image-876

Em reunião realizada na manhã desta quarta-feira (17), a representante do Departamento de Meio Ambiente da Companhia Hidroelétrica do São Francisco (CHESF), Ilka Portela, convidou a Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA) para realizar workshop e treinamento com os funcionários da empresa. O encontro, acontecido na sala do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (COMDEMA), teve o intuito de fortalecer a parceria CHESF e AMMA.

A capacitação faz parte do Programa da CHESF Meio Ambiente na Empresa (MAE) que visa incorporar a dimensão ambiental na Companhia. A AMMA, como parceira da empresa, foi convidada para treinar os funcionários, da regional localizada no município de Sobradinho/BA, que fica a 40 km de Petrolina/PE, sobre resíduos, coleta seletiva e reciclagem.

De acordo com Ilka Portela, representante do Departamento de Meio Ambiente da CHESF, a parceria AMMA e CHESF será mais forte a partir do treinamento. “A AMMA é uma forte parceira da CHESF nas questões ambientais locais e essa ação conjunta se concretizará com o treinamento voltado para os colaboradores da Companhia”, afirma Ilka. Na reunião, também, foi decidido o período previsto para a capacitação, que será no início de novembro.

Curta minha fan page www.facebook.com/joseliamariareporter

 





Afrânio e Dormentes sem água nesta sexta-feira

Postado em 17 de outubro de 2012 por Josélia Maria

image-872
Na próxima sexta-feira (19), a Compesa precisará fazer uma interrupção, das 9h às 17h, no Sistema Adutor Maria Tereza, que abastece as cidades de Afrânio e Dormentes, no sertão do Estado. A interrupção será necessária para que possa ser feita a substituição do quadro de entrada de energia da unidade, por um novo, dentro dos padrões estabelecidos pela Celpe, garantindo assim a segurança do sistema elétrico.

Além dos moradores da Zona urbana dos dois municípios, a paralisação no abastecimento também afetará as seguintes comunidades:  Bandeira, Satisfeito, Volta Grande, Caatinga Grande, Arizona, Caboclo, Extremo e Caveira.

A Compesa orienta os moradores para que façam uma pequena reserva de água a fim de suprir as necessidades no período em que ficarão desabastecidos. A Companhia  pede a compreensão de seus clientes, já que se trata de uma adequação importante para evitar problemas futuros com a rede elétrica.




jr telecom

Eduardo lança Chapéu de Palha Estiagem instituído através de indicação do deputado Odacy Amorim

Postado em 17 de outubro de 2012 por Josélia Maria

O governador Eduardo Campos estará em Salgueiro, no Sertão Central, nesta quinta-feira, dia 18 de outubro, a partir das 9h, para fazer o lançamento oficial do programa Chapéu de Palha Estiagem. O programa é fruto da indicação 3842/2012 de autoria do deputado estadual Odacy Amorim, do PT/PE, aprovada em abril deste ano no plenário da Assembleia Legislativa e visa beneficiar com uma bolsa de R$ 280,00 pagos em quatro parcelas, mais de 100 mil famílias que sofrem com a seca mais rígida dos últimos 40 anos no estado.

O ato do governador acontecerá no Ginásio do Poliesportivo da cidade e contará

image-868
com a presença de Odacy, entre outras autoridades. Segundo o deputado, ao atender a sua indicação criando o Chapeu de Palha para as famílias que sofrem com a estiagem em cidades pernambucanas, principalmente as do Sertão, Eduardo Campos demonstrou sensibilidade e atenção com a situação da população atingida.

“Defendemos políticas permanentes de combate aos efeitos da seca que é um fenômeno natural da nossa região, mas diante da situação de emergência que vem passando as famílias das cidades que estão sofrendo com a grave estiagem, apresentamos a indicação que foi aprovada na Assembleia e o governador foi sensível a nossa iniciativa, a exemplo do que já faz com os agricultores da zona da mata, da área irrigada e com os pescadores que conta com o Chapeu de Palha durante a entressafra”, assinalou Odacy.

O Chapeu de Palha Estiagem complementa as ações do governo federal para os atingidos pela seca no estado. Os beneficiários devem estar inscritos nos programas Garantia Safra e Bolsa Estiagem. A entrega dos cartões já começou em alguns municípios sertanejos e segue até o dia 26 de outubro, sendo que os retardatários podem receber ate 5 de novembro. A bolsa será dividida em quatro parcelas de R$ 70,00.





Evento em Juazeiro (BA) discute o papel da comunicação no desenvolvimento do Semiárido

Postado em 17 de outubro de 2012 por Josélia Maria

image-862

Nos dias 18, 19 e 20 de outubro, o auditório da Universidade do estado da Bahia (UNEB), em Juazeiro, sediará o Seminário “Comunicação pra quê? Por uma nova pauta no sertão”, evento que pretende reunir estudantes, educadores/as, profissionais da imprensa convencional e alternativa, militantes de movimentos sociais e demais pessoas que se interessem em discutir a comunicação e sua relação com o desenvolvimento do Semiárido.

Organizado pelo Colegiado de Comunicação Social da UNEB/Campus III – Juazeiro em parceria com o Fórum de Comunicação Sertão do São Francisco, o Seminário pretende refletir sobre o tema a partir de diversas visões apresentadas por representantes de diferenciados segmentos da comunicação social.

A pesquisadora Cicilia Peruzzo, referência nacional nos estudos sobre comunicação e transformação social é uma das convidadas para a Conferência de abertura, que contará também com a integrante do Coletivo Intervozes, Cecília Bezerra, Edisvânio Nascimento, que contribui com o processo de Comunicação para o Desenvolvimento na Região Sisaleira da Bahia, além de representante do Fórum de Comunicação Sertão do São Francisco.

No segundo dia, as/os convidados/as irão discutir “A comunicação no Sertão do São Francisco. O que temos e o que queremos?”. Este momento contará com as contribuições de representantes de veículos de comunicação da mídia regional, do Colegiado de Comunicação Social da Uneb Juazeiro, do governo do estado e dos meios de comunicação comunitários do Sertão da Bahia.

Comunicadores e comunicadoras de Rádios Comunitárias dos municípios que compõem o Território Sertão do São Francisco também irão trazer suas experiências para compartilhar durante toda a programação e nos dias 19 e 20 (manhã) vão participar de programação específica do Fórum de Comunicação Sertão do São Francisco, organização que existe na região desde o processo de preparação para a I Conferência Nacional de Comunicação, realizada em 2009.

Inscrições

As inscrições podem ser realizadas no Colegiado de Comunicação da Uneb, até o dia 17 de outubro, das 14 às 17 horas, ou por e-mail com10uneb@gmail.com. A entrada é gratuita.

Por uma nova comunicação

O evento faz parte da Semana pela Democratização da Comunicação, realizada todos os anos no mês de outubro por diversos movimentos sociais ligados à luta pelo direito à Comunicação no país. Este ano vive-se um contexto de reivindicação de uma nova lei de comunicações para o Brasil, debate que vem ganhando as ruas a partir, principalmente, do lançamento da Campanha “Para Expressar a Liberdade – Uma nova lei para um novo tempo”.

No próximo dia 18, a Frente Parlamentar pela Liberdade de Expressão e o Direito a Comunicação com Participação Popular – Frentecom e o Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação – FNDC, promovem, em Brasília, audiência pública que debaterá a Liberdade de Expressão e lançará no Congresso Nacional a referida campanha.

Programação

18/10 (Quinta) – Auditório da UNEB – Campus III

14 horas – Recepção com os estudantes do curso de jornalismo em Multimeios

14h30 – Conferência de abertura – Comunicação pra quê?

Professora Pós-doutora Cicília Peruzzo, referência nacional nos estudos sobre comunicação e transformação social.

Cecília Bezerra, Intervozes e ex-assessora na Câmara dos Deputados para o tema das Políticas Nacionais de Comunicação.
Edisvânio Nascimento, radialista premiado pela Agência Nacional dos Direitos da Infância (ANDI) e representante do processo de Comunicação para o Desenvolvimento na Região Sisaleira da Bahia.

Érica Daiane Costa, jornalista e representante do Fórum de Comunicação Sertão do São Francisco.

16H30 – Debate Público

17h30 – Coquetel de boas-vindas e apresentações culturais

19/10 (Sexta)

Manhã – Atividade interna do Fórum de Comunicação Sertão do São Francisco

14h – Mesa: A comunicação no Sertão do São Francisco. O que temos e o que queremos?

Ernesto Marques, vice-presidente da ABI (Associação Baiana de Imprensa)

Marlupe Caldas, Chefe de Gabinete da SECOM (Secretaria de Comunicação do Estado da Bahia).

Elizângela Amorim, Editora da TV São Francisco;

Márcia Guena, Coordenadora do Curso de Jornalismo em Multimeios da Uneb.

Marcelo Damasceno, Emissora Rural de Petrolina;

Lise Luz, Jornalista e comunicadora popular.

16h30 – Homenagem a Dom José Rodrigues (Bispo Emérito da Diocese de Juazeiro – in memorian) como grande destaque da Comunicação no Sertão do São Francisco

17h30 – Fim de Tarde Cultural

20/10 (Sábado)

Manhã – Atividade interna do Fórum de Comunicação Sertão do São Francisco

Serviço

Seminário “Comunicação pra quê? Por uma nova pauta no sertão”
Data: 18, 19 e 20 de outubro de 2012
Local: Auditório da UNEB – Campus III – Juazeiro (BA)





Rádio Web Petrolina

Postado em 17 de outubro de 2012 por Josélia Maria

Foto:Josélia Maria

image-858




jr telecom

SecMulher busca parcerias para fortalecer assessoria às mulheres com deficiência

Postado em 17 de outubro de 2012 por Josélia Maria

A

image-854
Secretaria da Mulher de Pernambuco está buscando parcerias com entidades governamentais e não governamentais que atuem junto aos movimentos de pessoas com deficiência, no sentido de compor o Comitê Interinstitucional Pró-Mulher com Deficiência. O colegiado terá a incumbência de elaborar políticas públicas para esse segmento da população feminina residente no Estado, promovendo a inclusão social e política das mulheres com deficiência.

Um dos primeiros itens a serem colocados na pauta de discussão será a Lei nº 8.213 de julho de 1991, que trata da questão das cotas destinadas à contratação de pessoas com deficiência nas empresas. A Gerente de Fortalecimento Sociopolítico da SecMulher, Fábia Lopes, explica que atualmente o número de homens com deficiência empregados é muito superior ao de mulheres. A desigualdade no valor dos salários pagos entre homens e mulhres, no exercício da mesma função, também é bastante desproporcional, segundo a gestora, “queremos desconstruir esse preconceito”.

A SecMulher destacou, durante reunião que congregou a Superintendência Estadual de Apoio à Pessoa com Deficiência (SEAD) e representantes de movimentos sociais ligados ao tema, que já existe uma proposta, elencada durante a III Conferência Estadual de Políticas para as Mulheres de Pernambuco, para ser implantada, qual seja: a indicação da obrigatoriedade de 3% de empregos para mulheres com deficiência nas empresas de grande porte. Pela proposta, 1% destas cota seria destinada às mulheres com deficiência intelectual. Outro ponto é o de promover o incentivo fiscal em empresas de pequeno e médio porte que empreguem mulheres com deficiência.

O Comitê vai levantar a questão diante dos legisladores. Porém, segundo Fábia Lopes, a Secretária da Mulher Cristina Buarque estuda a possibilidade de instituir um prêmio para as empresas que trabalharem  a igualdade de gênero, tanto em número de empregos, quanto com relação aos salários. Outra ação que está sendo pensada na Secretaria é a realização de um curso de qualificação para profissionais de saúde para atendimento adequado às mulheres com deficiência.

O próximo encontro para a criação do Comitê Interinstitucional Pró-Mulher com Deficiência será realizado na próxima terça-feira, 23/10, a partir das 14h, na Fundação Joaquim Nabuco, no Derby.  Para mais informações, os interessados podem telefonar para a GEFSP (Fone: 3183.2974) e falar com a assessora de Fortalecimento Sociopolítico dos Segmentos Específicos da População Feminina em Pernambuco, Suelen Fárias.

 

 





No jogo de 2014

Postado em 17 de outubro de 2012 por Josélia Maria

image-850

Cotado para disputar o Governo em 2014, o senador Armando Monteiro Neto (PTB) não considera que o ministro Fernando Bezerra (Integração) e o senador Humberto Costa sejam cartas fora do baralho porque perderam a eleição (FBC não elegeu o filho em Petrolina e HC foi derrotado no Recife). “A política é muito dinâmica. Eles são lideranças expressivas”, diz.

Blog do Magno Martins