Destaques

Bahia registra 3.171 casos novos de Covid-19 e 49 óbitos em 24 horas

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 3.171 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de + ...

Novo centro de testagem para Covid-19 começa a funcionar no Ceasa

Além de profissionais que atuam no local, a unidade será a primeira aberta para atender todos os p ...

Brasil passa de 1,6 milhão de infectados por Covid-19, aponta consórcio de veículos de imprensa no boletim das 20h

Bruno Alfano/Extra O Brasil passou neste domingo de 1,6 milhão de infectados pelo novo coronavírus ...

Hospedagem WordPress
Hospedagem WordPress Hospedagem WordPress
Hospedagem WordPress Hospedagem WordPress
Hospedagem WordPress
Hospedagem WordPress
Lista de Links

Chimarruts luz e vida clipe alternativo

Postado em 13 de maio de 2014 por Josélia Maria





Atitudes desesperadas do desempregado

Postado em 13 de maio de 2014 por Josélia Maria

desemprego-ok
image-22955
Durante o período fora do mercado de trabalho, algumas pessoas se desesperam e acabam errando na escolha do novo emprego. O desemprego também vive suas fases, se a pessoa está recém demitida, precisa de um tempo para se recuperar, pois a demissão é um processo dolorido de separação.

Agora, se a pessoa já se recuperou ou se foi ela quem pediu para sair da empresa, o ânimo é outro, o que ameniza a realização de algo impensado.

Segundo o coach Riccardo Oliveira, as principais atitudes desesperadas de um desempregado vão desde aceitar a primeira oferta de emprego que aparece, mesmo que esta oportunidade desvie sua trajetória profissional, aceitar ganhar bem menos do que recebia e ignorar se a distância ao trabalho é viável e, se a cultura da empresa tem a ver com seu estilo.

“A primeira forma de evitar uma atitude desesperada é respirar fundo e planejar o próximo passo na carreira. Costumo dizer a meus clientes que tudo é possível e que oportunidades não faltam, mas o segredo é encontra-las no tempo certo. Portanto, profissionais desempregados devem evitar mandar seus currículos para todas as empresas que precisam de alguém e muito menos para contatos de seu network que estão em áreas totalmente diferentes do seu objetivo”, explica o coah.

Como é possível evitar as ações desesperadas?

De acordo com Ramy Arany, co-fundadora do Instituto KVT, é importante que as pessoas que se encontram desempregadas considerem que se o estado emocional está ruim, com desânimo e com a autoestima e autoimagem abalada, está mais que na hora de pedir ajuda.

“Seja verdadeiro consigo mesmo e não faça nada premeditado ou que seja contrário a seus valores. Trabalhe continuamente a favor de si mesmo e para se recolar. Acredite em seu valor, sua capacidade e profissionalismo. Auto reconhecimento, hoje, é uma competência muito apreciada”, enfatiza a especialista.

Quais atitudes devem ser tomadas para conquistar um novo emprego?

Para não perder tempo o coach Ricardo Oliveira listou algumas dicas essenciais para conseguir uma recolocação:

– Listar até 30 empresas de seu interesse, dividindo-as por segmento de mercado, tamanho ou até concorrentes da antiga empresa.

– Colocar a mão na massa: cadastrar o currículo nos sites das empresas, usar redes sociais, e acionar a rede de relacionamentos (network).

– Atualmente, o número de pessoas contratadas por indicações só aumenta. Portanto, entrar em contato com pessoas que realmente possam ajudar, seja pela confiança ou por estarem em cargos comuns nas empresas listadas, pode facilitar muito o caminho até a contratação.

Além disso, para quem busca novas oportunidades no mercado, o Guia de Profissões e Salários da Catho pode ajudar nesta procura. Dentro do Guia é possível saber como anda a movimentação de mercado e ainda as necessidades que cada cargo exige do profissional como, por exemplo, pós-graduação e idiomas. Além disso, é possível traçar uma meta e observar a evolução necessária para conquistar o objetivo.

Fonte: MSN Empregos





Gêmeas dão as mãos logo depois de nascer nos EUA

Postado em 13 de maio de 2014 por Josélia Maria

Gemeas
image-22952

Duas gêmeas deram as mãos logo após nascer, na última sexta-feira, em um hospital do Estado de Ohio, no nordeste dos EUA.

Segundo a imprensa americana, elas nasceram com 48 segundos de diferença e ficaram de mãos dadas quando os médicos as levantaram para mostrá-las à mãe após o parto, no hospital Akron General Medical Center.

‘Elas já nasceram melhores amigas’, comentou a mãe, Sarah Thistlethwaite.

A gravidez foi rara: as gêmeas – Jenna e Jillian – compartilharam a mesma placenta e bolsa amniótica, algo que ocorre apenas uma vez a cada 10 mil gestações.

Por isso, a gravidez precisou ser monitorada a fim de prevenir que as bebês se enrolassem nos cordões umbilicais uma da outra.

Elas foram colocadas em respiradores após o parto, mas já respiram sem a ajuda de aparelhos – em tempo para o Dia das Mães, também comemorado nos EUA no domingo passado.

Thistlethwaite disse ao jornal Akron Beacon Journal que o nascimento das gêmeas foi ‘o melhor presente de Dia das Mães da história’.

BBC Brasil





EM IPUBI, LUCAS RAMOS DESTACA IMPORTÂNCIA DE INFRAESTRUTURA PARA POPULAÇÃO DO ARARIPE‏

Postado em 13 de maio de 2014 por Josélia Maria

image (1)

O pré-candidato a deputado estadual, Lucas Ramos (PSB), participou,a sexta-feira (9) de encontro da majoritária estadual, na cidade de Ipubi,Sertão do Araripe. Na ocasião, ele ressaltou a importância da construção da PE-590 para o desenvolvimento da economia regional.

Acompanhando a visita do pré-candidato a governador pela Frente Popular de Pernambuco, Paulo Câmara, Lucas foi recepcionado pelo prefeito de Ipubi,João Marcos, pelo ex-prefeito, Chico Siqueira, e outras importantes lideranças políticas do município.

“A obra da PE-590 é importante para o escoamento da produção de gesso e de mel do Araripe. Além disso, garante a segurança e a qualidade de vida para a população”, frisou o socialista, ressaltando que não é apenas o centro urbano que necessita de investimentos dessa natureza. “O povo do campo também necessita de iniciativas estruturadoras. Um exemplo são os investimentos em infraestrutura hídrica ”, finalizou.





Governador João Lyra Neto recebe reitor da UFPE, Anisio Brasileiro‏

Postado em 13 de maio de 2014 por Josélia Maria

1
image-22946

Foto: Paulo Sérgio Sales/SEI 

O governador João Lyra Neto recebeu nesta segunda-feira (12/05) o reitor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Anisio Brasileiro. O tema central da reunião foi a construção do prédio da Faculdade de Medicina de Caruaru. O Governo do Estado avaliará, junto com a instituição federal e a prefeitura do município do Agreste pernambucano, a melhor forma de ajudar a iniciativa, de grande importância social e cuja criação proporcionará um grande impacto para a região.
 
Lyra e Brasileiro também debateram formas de fortalecer as ações integradas entre o Governo do Estado e a universidade, sobretudo no tocante ao apoio das unidades da UFPE no Centro do Recife. Uma nova conversa será agendada para as próximas semanas.




Copa: só 45% das obras ficarão prontas, diz estudo

Postado em 13 de maio de 2014 por Josélia Maria

20140513014317_cv_COPAOBRASRTEmagicC_Estadios_jpg_gde.jpg_gde
image-22942

Congresso Em Foco

Quando a seleção brasileira de futebol estiver perfilada entoando o hino nacional durante a abertura daCopa do Mundo, no Itaquerão, no dia 12 de junho, os brasileiros já terão a certeza de que perderam o jogo fora de campo. Isso porque, a exatos 30 dias do apito inicial para a bola rolar em São Paulo, apenas 45% das obras de infraestrutura prometidas pelo governo brasileiro estão prontas. O número inclui estádios, empreendimentos de mobilidade urbana, aeroportos e portos.

De 30 obras nos 13 aeroportos, apenas 18 foram concluídas. “Só oito das 35 obras de mobilidade urbana previstas (23%) foram entregues até agora”, alerta o jornalista Rodrigo Prada, diretor do Portal 2014, responsável pela pesquisa, obtida, nesta segunda-feira (12), com exclusividade pelo Congresso em Foco. E completa: “sem contar as dez obras esperadas no entorno das arenas restantes, das quais apenas seis foram concluídas”.

Clique aí e Continue Lendo…               





Na Bahia, Eduardo Campos diz que Humberto Costa compara Dilma com George Bush

Postado em 13 de maio de 2014 por Josélia Maria

eduardo-campos-bahia-624x351
image-22939

Foto: reprodução do Facebook

Blog de Jamildo

Em entrevista à imprensa em Vitória da Conquista, na Bahia, o ex-governador de Pernambuco e presidenciável Eduardo Campos (PSB) rebateu a crítica do senador Humberto Costa (PT) de que ele copia o discurso de “nova política” do presidente americano democrata Barack Obama dizendo que, assim, o senador compara a presidente Dilma Rousseff (PT) com o antecessor republicano George Bush.

“Eu não esperava que o senador comparasse a presidenta do País, do partido dele, com George Bush. Porque na hora em que ele me compara com o Obama…”, sugeriu o socialista, em um tom de bom humor. Para Campos, a única semelhança entre ele e Obama é a campanha “vitoriosa” de ambos.

“Ele deixa implícito que está comparando a presidenta dele com o Bush. Talvez o jeito de fazer as coisas, de tratar a divergência, ter um baixo grau de tolerância ao diálogo, com a capacidade de a gente conviver com as pessoas que não pensam como a gente pensa”, alfinetou.

Durante toda a entrevista, o pernambucano voltou a criticar Dilma várias vezes, citando o baixo crescimento econômico e o crescimento da inflação. “Ela foi eleita para melhorar o Brasil e não conseguiu dar conta disso”, afirmou.

BANDIDO – Durante a entrevista, Campos também fez questão de destacar as diferenças entre ele e os principais adversários na corrida presidencial: Dilma e o senador mineiro Aécio Neves (PSDB).

Em dado momento, o pernambucano afirmou que o PSB sempre se preocupou com gestões que respeitem o dinheiro público. “A gente começa a respeitar quando a gente não bota bandido para ser auxiliar no governo”, alfinetou.

“É claro que a nossa candidatura tem compromissos históricos diferentes da candidatura do PSDB. A nossa forma de pensar o mundo não é exatamente a forma de pensar o mundo que eles têm. Como também nós temos divergências com a presidenta; que nós votamos nela e que frustrou o Brasil”, disse ainda.





Agora em lados opostos, Vereador Pérsio desmente declarações de Lossio

Postado em 12 de maio de 2014 por Josélia Maria

por Mônia Ramos
Depois de passar cinco anos defendendo os interesses do executivo municipal, o vereador Pérsio Antunes (PMDB) saiu da sombra do prefeito de Petrolina Julio Lossio, também peemedebista, e rende apoio à Frente Popular em nível Estadual. Após o rompimento político com o seu ex-aliado, drº Pérsio esbraveja que faltou “gesto Lossio”.
Semana passada, em entrevista ao Programa Nossa Voz, o prefeito Lossio chegou a dizer que drº  Pérsio teria sido pressionado pelo partido e que seria tirada a sua legenda, caso não amarrasse o apoio ao partido no Estado, sigla esta, que o edil é vice-presidente do diretório municipal. Lossio chegou a insinuar que o vereador foi precipitado: “Pérsio seria nosso pré-candidato a Assembleia Legislativa”.
Mas Pérsio parece que não viu com ‘bons olhos’ a declaração do prefeito e refutou. “Não existe intervenção da nacional em cima da estadual. O diretório nacional deixou a vontade os diretórios estaduais a seguirem seu caminho. A incerteza, a falta de definição e de transparência do executivo é que nos fez tomar outro rumo. Um dia o prefeito dizia que ia me levar nos ombros no outro negava”. Magoado Pérsio disse “ao contrário foram lançados quatro pré-candidatos do grupo para me pressionar para que eu seguisse a nacional com o prefeito e a presidente Dilma”
E mais, mandou recado aos colegas peemedebistas petrolinenses. “Os problemas que o prefeito tem com o ex-ministro Fernando Bezerra Coelho e com o ex-governador Eduardo Campos, ambos PSB, não foi eu quem criei, não são meus, são de Julio Lossio”.
Pérsio ainda afirmou que Lossio teria colocado condições para dar o seu apoio. “Ele disse que só me apoiaria se eu seguisse com ele na nacional, isso pra mim foi um intimato, por isso coloquei a minha posição, eu disse que ia sair com Raul Henry [pré-candidato a vice-governador de PE] porque não ia sair do meu partido”, contou. Ele também alfinetou: “o prefeito foi coordenador da campanha de José Serra (PSDB) na eleição presidencial passada e hoje está com o PT e eu continuo no PMDB, continuo apoiando os projetos do partido aqui”.
Meticuloso Pérsio concluiu. “Na política temos que ter a coerência de não atacar a pessoa, mas de discordar de algumas ações, nunca ataquei a pessoa de Fernando Bezerra Coelho”, justifica suas críticas, principalmente à época que era líder governista na Câmara Municipal. “Administrativamente mantenho meu apoio a Lossio quando o assunto for de interesse de Petrolina”.