Destaques

Luciana Santos comanda abertura do 4º Seminário Internacional Mulheres e Repúblicas

Evento discute a participação feminina nos fenômenos políticos do Brasil República A governador ...

JOHREI

“Sendo o princípio do Johrei a irradiação da misteriosa luz invisível emanada do corpo hum ...

CERCA DE 3 MIL JOVENS PARTICIPARAM DO DNJ NESTE DOMINGO (17) NA CIDADE DE ARARIPINA

Cerca de três mil jovens católicos participaram neste domingo (17) em Araripina, no Sertão de Per ...

Esperando vocês

Postado em 25 de dezembro de 2012 por Josélia Maria

image-3781

Rádio Cidade AM 870, Juazeiro-BA, para o Vale do São Francisco e o mundo.

Acompanhe pela web/tv www.radiocidadeam870.com.br





Pessoas que estão sempre na história da minha vida

Postado em 25 de dezembro de 2012 por Josélia Maria

image-3773

“Na grande peça da vida mudam-se os anos, mudam-se os capítulos, alguns atores são substituídos, mas a verdadeira beleza desta história está nas personagens que permanecem nas cenas mais queridas. Ontem passei a noite com personagens que participaram, que participam e participarão dos capítulos de minha vida”.

Pessoas que conhecem a filha de Zé de Tané(in memorian) e Dona Leonor(in memorian)  desde criança, e que mantém uma amizade sincera ao longo dos anos.

image-3774

Da direita pra esquerda :advogado Beto Possídio e Cleide de Seu Bricio

image-3775

Ricardo Sampaio Lustosa , a blogueira e Joaquim Alípio

image-3776

A Joaquim Alípio e Letícia o meu carinho por ter nos recebido em uma data tão especial,o dia do nascimento de Jesus Cristo.Desejo Boas Festas, Feliz Natal e um Próspero Ano Novo.

image-3777

 Fotos:Italo Costa




jr telecom

Morre aos 105 anos, em Santo Amaro, Dona Canô Veloso

Postado em 25 de dezembro de 2012 por Josélia Maria

image-3765

Da Redação
(redacao@portalibahia.com.br)

Morreu na manhã desta terça-feira (25), dia de Natal, aos 105 anos, Dona Canô Veloso. A matriarca, que estava tendo assistência domiciliar, teve uma piora em seu estado de saúde e não resistiu. O velório será realizado a partir das 18h, no Memorial Caetano Veloso, em Santo Amaro da Purificação, no Recôncavo Baiano. Ela será enterrada nesta quarta-feira (26), às 10h no cemitério de Santo Amaro.

Ela foi internada no Hospital São Rafael no dia 15 de dezembro, por causa de uma isquemia cerebral transitória, um déficit neurológico causado geralmente pela diminuição do fluxo sanguíneo até a região do cérebro. Outra causa é a presença de coágulos nos vasos sanguíneos, prejudicando a circulação no sangue e o tráfego de oxigênio. Na última sexta-feira (21), Dona Canô teve alta médica e retornou para sua casa, em Santo Amaro, onde  ficou aos cuidados de uma assistência domiciliar.

Saúde delicada
No dia 5 de novembro deste ano, Dona Canô foi internada no Hospital São Rafael, em Salvador. Após ficar quatro dias internada por conta de uma gripe, Dona Canô Veloso recebeu alta médica na manhã do dia 9 do mesmo mês.

Para quem não se lembra, em julho de 2011, Dona Canô passou mal em sua casa em Santo Amaro e foi transferida de helicóptero para o Hospital São Rafael, em Salvador, por indicação médica.

Após uma semana de internação, em que passou por uma bateria de exames, ela recebeu alta. Na época, a assessoria de imprensa da unidade médica informou que a matriarca deu entrada com quadro de traqueobronquite, associada a broncoespasmo e ficou na Unidade Cárdio Vascular Intensiva (UCI).

Em agosto do mesmo ano, Dona Canô retornou ao hospital se queixando de dores na coluna. Voltou a ser internada e só foi liberada pelos médicos após conseguir um colete ortopédico. Desde então não foi registrada mais nenhuma internação da matriarca.

Aniversário de 105 anos
No dia 16 de setembro Dona Canô completou 105 anos. Em Santo Amaro, missa e festa íntima fizeram parte das homenagens, que contou com a presença dos filhos Caetano Veloso e Maria Bethânia, além da amiga Regina Casé.

image-3766

Através de flores, o ex-presidente Lula mandou uma mensagem para a aniversariante: “À querida dona Canô, minha sincera e emocionada homenagem pelo seu 105º aniversário. E parabéns por essa longa vida que ilumina uma família tão especial, honra Santo Amaro da Purificação e orgulha a Bahia e o Brasil. Do amigo, Lula”.

Centenária baiana
Claudionor Viana Teles Velloso, mais conhecida como Dona Canô, era uma cidadã baiana centenária. Mãe de seis filhos, entre eles os músicos Caetano Veloso, Maria Bethânia, era viúva de José Teles Velloso (Seu Zeca), funcionário público dos Correios, falecido em 13 de dezembro de 1983, aos 82 anos.

Considerada uma das mais ilustres cidadãs de Santo Amaro da Purificação, teve publicada suas memórias no livro ‘Canô Velloso, lembranças do saber viver’, escrito pelo historiador Antônio Guerreiro de Freitas e por Arthur Assis Gonçalves da Silva, falecido antes do término da obra.

image-3767

Quando perguntada sobre a própria fama, Dona Canô sempre disse que não entendia a razão: “Apenas fiquei conhecida por causa de meus dois filhos que nunca se esqueceram de onde vieram nem da mãe que têm”.

image-3768




jr telecom

Dona Canô morre aos 105 anos em Santo Amaro

Postado em 25 de dezembro de 2012 por Josélia Maria

image-3760

A matriarca da família Veloso, Claudionor Viana Teles Veloso, mais conhecida como Dona Canô, morreu nesta terça-feira (25) em sua residência, em Santo Amaro da Purificação. Com 105 anos, ela esteve internada por seis dias no Hospital São Rafael, em Salvador, antes de receber alta médica na última sexta (21). Ela havia sofrido um ataque isquêmico cerebral, que causa redução do fluxo de sangue nas artérias do cérebro, de acordo com o boletim médico. Segundo Edson Nascimento, amigo da família, Dona Canô pediu um vestido novo e branco para deixar a unidade médica. Ela foi para Santo Amaro acompanhada da filha Mabel. Maria Bethânia acompanhou a transferência da mãe em outro carro. Bahia Noticias




jr telecom

A beleza do Natal…. sem palavras!!!!!!

Postado em 24 de dezembro de 2012 por Josélia Maria

image-3756




jr telecom

Zezé di Camargo e Luciano – show em Petrolina

Postado em 24 de dezembro de 2012 por Josélia Maria




jr telecom

O Dia em que vi Deus

Postado em 24 de dezembro de 2012 por Josélia Maria

image-3749

Desde então, aprendi que Natal é todo dia

Mensagem de Natal Frei Betto:

Natal é a “despapainoelização” do espírito. É quando o coração torna-se manjedoura e, aberto ao outro, acolhe, abraça e acarinha. Violenta-se quem faz da festa do Menino Jesus uma troca insana de mercadorias. Quantas ausências nesses presentes!

Em pleno verão, nos trópicos, o corpo empanturra-se de nozes e castanhas, vinhos e carnes gordas, sem que se faça presente junto àqueles que, caídos à beira do caminho, aguardam um gesto samaritano.

Ainda criança, em Minas, aprendi com meus pais a depositar junto ao presépio a lista de meus sonhos. Nada de pedidos a Papai Noel. No decorrer do advento, eu engordava a lista: a cura de um parente enfermo; um emprego para o filho da lavadeira; e a paz no mundo. Meu pai insistia para que eu registrasse meus sonhos mais íntimos. Aos 8 anos, escrevi: “Quero ver Deus”. Minha mãe ponderou: “Não basta Nossa Senhora, como as crianças de Fátima?”. Não, eu queria ver Deus Pai. Nem imagens dele eu encontrava nas igrejas, que exibem, de sobejo, ícones de Jesus e pombas que evocam o Espírito Santo.

Na tarde de 25 de dezembro, meus pais levaram-me a um hospital pediátrico. Distribuímos alegria e chocolate às crianças, vítimas de traumas ou tomadas pelo câncer e por outras enfermidades. Fiquei muito impressionado com um menino de 6 anos, careca. Na saída, mamãe indagou-me: “Gostou de ver Deus?”. Fiquei confuso: “Só vi crianças doentes”, respondi. Então, ela me ensinou que a fé cristã reconhece que todos os seres humanos são imagem e semelhança de Deus. Por isso é tão difícil ver Deus. Pois não é fácil encarar a radical sacralidade de todo homem e de toda mulher.

Aos poucos entendi que o modo de comemorar o Natal forma filhos consumistas ou altruístas. E descobri que Deus é tanto mais invisível quanto mais esperamos que Ele entre pela porta da frente. Sorrateiro, Ele chega pelos fundos, via um sem-terra chamado Abraão; um revolucionário, de nome Moisés; um músico com fama de agitador, Davi; uma prostituta, Raab; um subversivo conhecido por Jeremias; um alucinado, Daniel; um casal de artesãos que, recusado em Belém, ocupa um pasto para trazer o Filho à vida: Maria e José.

No Evangelho de Mateus (25, 31-46), Jesus identifica-se com quem tem fome e sede, é doente ou prisioneiro, oprimido ou excluído. Aqueles que para os “sábios” são a escória da sociedade, para Deus são os convidados ao banquete do reino.

Desde então, aprendi que Natal é todo dia. Basta abrir-se ao outro e à estrela que, acima das mazelas deste mundo, acende a esperança de um futuro melhor.

Sonhar com um mundo em que o Pai Nosso transpareça na grande festa do pão nosso, pois quem reparte o pão partilha Deus.




jr telecom

Samba de Natal

Postado em 24 de dezembro de 2012 por Josélia Maria




jr telecom