Destaques

Bicharada do Mestre Jaime invade as ruas de Salgueiro fazendo paródia sobre o coronavírus  

   Já se vão cerca de 70 anos de folia e a Bicharada do Mestre Jaime, mesmo com as mudanças oco ...

Um Carlitos, dois Carlitos

*Carlos Laerte Há 106 anos o ator, diretor, produtor, roteirista, montador, compositor, diretor de ...

Pluralidade cultural marca a terceira noite do carnaval de Petrolina

Fabiana Santiago na terceira noite do carnaval de Petrolina 2020 — Foto: Divulgação/ PMP G1 Petr ...

Ato de doação de área da Chesf para a Univasf confirma implantação do campus de Paulo Afonso

Postado em 18 de março de 2013 por Josélia Maria

image-6732

                                                     Julianeli Tolentino

A Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) abre um novo ciclo de expansão, cujo marco foi a solenidade de assinatura do Termo de Posse Prévia do terreno doado pela Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf) à Univasf para a construção do campus de Paulo Afonso (BA). O evento realizado dia (14) marcou a entrada da universidade no município e reafirma projeto da Reitoria de consolidação das parcerias interinstitucionais, com foco no desenvolvimento do semiárido nordestino. A cerimônia realizada na área onde será edificado o campus contou com a participação do prefeito Anilton Bastos, vice-prefeito Jugurta Nepomuceno, presidente da Câmara Municipal, Marcondes Francisco dos Santos e demais vereadores, secretário da Casa Civil da Bahia, Rui Costa, deputado federal Josias Gomes, deputados estaduais Paulo Rangel, Mario Negromonte Junior, Fátima Nunes, e comitivas da Univasf, representada pelo reitor Julianeli Tolentino de Lima, e da Chesf, pelo diretor-administrativo José Pedro de Alcântara.

image-6733

A implantação de um novo campus da Univasf foi anunciada em março deste ano, no entanto a efetivação da proposta em Paulo Afonso foi viabilizada em virtude da iniciativa de parceiros que garantiram a formação de uma base para estruturação do projeto apresentado pela Univasf ao Ministério da Educação. “A nossa parceria com Paulo Afonso é antiga, sólida, consistente. A vinda da Univaf nos ajuda para que a gente possa consolidar mais esta parceria; estamos dando a este terreno uma destinação nobre, investindo numa educação de qualidade que a gente sabe que a Univasf proporciona”, disse o diretor-administrativo da Chesf José Pedro de Alcântara.

Além da contribuição da Chesf para a implantação do campus de Paulo Afonso, a Univasf também recebeu apoio da Prefeitura Municipal, que se comprometeu em fornecer a infraestrutura urbana e as instalações físicas para o funcionamento de restaurante universitário. “O nosso compromisso vai ser cumprido e assim que forem concluídas as obras, o restaurante também vai estar pronto”, garantiu o prefeito Anilton Bastos. Conforme destacado pela Reitoria da Univasf, diversas lideranças atuaram na articulação junto ao Governo Federal para a instalação do novo campus.

O reitor Julianeli Tolentino de Lima disse que a pedra fundamental poderá ser lançada ainda este ano, após os processos licitatórios para execução das obras dos quatro prédios que serão construídos. “Nós queremos ajudar a contribuir diretamente com a melhoria dos indicadores socioeconômicos e culturais da região e é por isso que não posso deixar de colocar que já estamos andando de mãos dadas com as instituições que estão em Paulo Afonso e que têm tudo para oferecer uma melhor qualidade dos serviços, especialmente quando se trata da educação superior. É importante nesse momento frisar que nós estamos pensando em uma edificação bastante robusta para Paulo Afonso, e tenho certeza que ainda esse ano colocaremos o primeiro tijolinho, acho que alguns de vocês já puderam presenciar o nosso projeto construtivo, a edificação que está projetada para ser executada nesse terreno, o que nós pretendemos aqui não é um curso, nós queremos sim um polo de referência na área de saúde,” afirmou o reitor, em seu pronunciamento que antecedeu o ato de descerramento da placa, em homenagem à chegada da Univasf no município.

Até a instalação do campus definitivo, a universidade poderá ocupar espaço provisório que já está sendo discutido com a Chesf, perspectiva que se concretizada, vai antecipar, em até um ano, o início das atividades acadêmicas da Univasf em Paulo Afonso. “Nós temos um centro onde treinamos os nossos técnicos. Este centro tem algum nível de ociosidade, nós inclusive, disponibilizamos duas salas para o IFBA que está funcionando lá também, provisoriamente, até que eles construam aqui a sua instalação, e caso a Univasf veja que essas instalações atendem às suas necessidades nós poderemos também viabilizar algumas salas para que este curso seja iniciado”, informou José Pedro de Alcântara. De acordo com o cronograma estabelecido pela Reitoria da Univasf, as instalações definitivas deverão ser concluídas até 2015.

Outra iniciativa inclui a construção e aprovação do Projeto Político Pedagógico do curso de Medicina, a primeira graduação que será instalada pela universidade em Paulo Afonso. “Faremos todos os esforços para que este ano a gente consiga licitar a estrutura definitiva deste campus, paralelamente estamos junto à Secretaria de Ensino Superior do MEC trabalhando no Projeto Político Pedagógico do curso de Medicina que será implantado aqui e para que tão logo sejam definidas essas ações, possamos fazer as contratações dos professores, técnicos-administrativos e abrir o processo seletivo dos estudantes”, explica o vice-reitor Telio Nobre Leite.

A nova unidade acadêmica da Univasf ocupará uma área de quase 10 hectares. A infraestrutura também prevê a transferência do Hospital da Chesf (Nair Alves de Souza) para a Univasf, que vai garantir o atendimento à população e o desenvolvimento das atividades práticas do curso de Medicina e de outros que poderão ser implantados.

“Vai ser uma grande obra, cujos reflexos a gente não sabe nem imaginar o quanto. Mas eu acredito firmemente no propósito e mais ainda quando a gente vê o reitor Julianeli vir aqui e dizer: sim, nós estamos realmente em Paulo Afonso!”, ressaltou o prefeito Anilton Bastos. Também presente ao evento, o secretário da Casa Civil da Bahia, Rui Costa, que representou o governador Jaques Wagner, destaca a expansão da Univasf para Paulo Afonso. “Eu entendo que esse campus inicialmente com o curso de Medicina crescerá para toda a área de saúde e nós queremos avançar e apoiar esse projeto para que ele possa ser implantado com qualidade e rapidez e eu não tenho dúvidas que é importantíssimo para o desenvolvimento. Eu já agendei com o reitor esta parceria com o governo do estado para que junto ao MEC nós possamos consolidar o mais rápido possível, esse campus”, enfatizou Rui Costa





Armando: “Brasileiro não aceita mais o descontrole inflacionário”

Postado em 18 de março de 2013 por Josélia Maria

image-6728

O senador Armando Monteiro está preocupado com a ameaça da volta da inflação no Brasil. Em entrevista ao programa De Olho na Cidade, com Ciro Bezerra e Aderval Barros, na Rádio Olinda, o parlamentar pernambucano afirmou que o país já está no limite da meta de inflação. “Ela está batendo no teto. Você sabe que, nestas políticas de metas, temos o centro da meta e o teto. E sabe-se que se não tivesse acontecido aquela redução do preço da energia nós já tínhamos extrapolado o teto. Isto é um perigo”, acrescentou.

Na entrevista, Armando elogiou a iniciativa tomada pela presidente Dilma de desonerar a cesta básica e mostrou confiança no crescimento do Brasil em 2013, mas foi enfático ao defender a estabilidade monetária: “O Brasil não pode descuidar-se do controle da inflação. O controle da inflação não é mais algo de governo. É um valor social. O brasileiro já não aceitaria uma situação de descontrole inflacionário”.

Leia abaixo alguns trechos da entrevista:

Desoneração da cesta básica

Armando Monteiro – “Foi uma medida correta. O Brasil há muito tempo já deveria ter desonerado a cesta básica. Uma das características mais perversas do sistema tributário nacional é que toda a arrecadação, praticamente, deriva de impostos indiretos. É o imposto que está no preço dos bens, das mercadorias e dos serviços que nós consumimos. Isto significa é que quem paga mais é quem tem menos renda. Veja o paradoxo. O sistema é regressivo. Numa cesta básica destas quem ganha menos paga, proporcionalmente, muito mais tributo. Quando se compra artigos de higiene, por exemplo, o rico está pagando a mesma carga tributária que o pobre. Então em vez de ser um modelo progressivo de tributação, em que os que ganham mais pagam mais, o sistema no Brasil é regressivo. Termina por penalizar os que ganham menos. Então, era necessário ter desonerado a cesta básica há muito tempo. O importante é que a presidente Dilma tenha dado este passo”.

“Agora, num primeiro momento, há todo um acerto na cadeia produtiva para poder fazer com que efetivamente esta desoneração passe ser sentida lá na ponta pelo consumidor. Mas eu não tenho dúvida de que nós vamos poder, com esta desoneração reduzir, de forma significativa, os preços da cesta básica”.

A economia em 2013

Armando Monteiro – “Eu gosto sempre de fazer um exercício positivo e otimista. O Brasil teve um desempenho frustrante ano passado, um Pibinho, como se convencionou chamar. Realmente, a atividade econômica se revelou muito débil, sobretudo considerando fatores como o desempenho negativo da indústria, que concorreu para que o PIB crescesse pouco. E porque a indústria está crescendo pouco? Porque a indústria está perdendo competitividade, ou seja, está caro produzir no Brasil. No Brasil a energia é cara, os problemas de logística, de infraestrutura, a produtividade na área da indústria não tem acompanhado o aumento dos custos, inclusive trabalhistas. Então, o Brasil vem perdendo competitividade. E com isto há uma maior penetração de produtos manufaturados importados”.

“Por outro lado, o investimento, que afeta o PIB, caiu também: 4 pontos percentuais. Felizmente, este dado de janeiro (expansão de 1,29%, na comparação com dezembro de 2012, do Índice de Atividade Economia / IBC-BR), que é um dado antecedente, ou seja, antes de medir o desempenho do PIB pelo IBGE, o Banco Central faz uma avaliação do nível da atividade da economia. E aí, felizmente, este dado de janeiro surpreendeu positivamente. Ele foi além da expectativa do mercado. Se você tomar esta taxa que nós tivemos em janeiro, 1.29% de crescimento sobre a base anterior, se você projetar isto, de forma anualizada, nós já poderíamos estar crescendo num ritmo de 4%. Ora, se tivemos 0,9% de crescimento ano passado e já estamos em uma velocidade, digamos, de Cruzeiro, de 4%, nós vamos ter um desempenho melhor”.

A ameaça da inflação

Armando Monteiro – “Preocupa. Nós já estamos com uma inflação alta. Ela está batendo no teto. Você sabe que, nestas políticas de metas, temos o centro da meta e o teto. E sabe-se que se não tivesse acontecido aquela redução do preço da energia nós já tínhamos extrapolado o teto. Isto é um perigo. O Brasil não pode descuidar-se do controle da inflação. O controle da inflação não é mais algo de governo. É um valor social. O brasileiro já não aceitaria uma situação de descontrole inflacionário. Então, eu acho que mesmo que você tenha que recorrer – e eu falo com a autoridade de quem sempre se colocou contra aquela política de juros do passado – ao remédio amargo, circunstancialmente, episodicamente, de elevar um pouco a taxa de juros, para não deixar a inflação sair do lugar, eu acho que isto se justifica. Porque o pior dos mundos é você ter um recrudescimento da inflação, porque quem paga são exatamente aqueles que têm menor renda”.





“Existem bons nomes dentro do grupo, mas eu sou o substituto natural de Jetro”, dispara Humberto Mendes

Postado em 18 de março de 2013 por Josélia Maria

image-6724
Por Karine Paixão

Um dos lideres do grupo de aliados do ex-prefeito Jetro Gomes (PSB), Humberto Mendes (PDT) comentou os rumores sobre nomes de aliados que pleiteiam disputar as eleições complementares em Santa Maria da Boa Vista. Na ultima semana a imprensa regional ventilou os anseios do Vereador Anselmo Gomes (PP) de figurar na chapa majoritária da coligação vermelha.

Ao falar sobre as pretensões do aliado, Mendes demostrou compreensão e respeito ao desejo do colega.“Para mim não é novidade. Nas reuniões dos partidos da base aliada , Anselmo tem colocado a sua disposição de concorrer ao cargo da chapa majoritária seja de prefeito ou seja de vice. Anselmo tem todo o direito, pois é um parlamentar, um vereador com 5 mandatos e anseia isso como eu também anseio seja como vice ou candidato a prefeito – mais provavelmente como candidato a prefeito. Recebemos isso com naturalidade. O grupo vai avaliar todos os nomes para sairmos com uma chapa competitiva que venha vencer a eleição”comentou.

Apesar de reconhecer a força e o valor das inúmeras opções dentro de seu grupo, Humberto Mendes fez questão de ressaltar, que ele seria a opção natural para substituir Jetro Gomes na disputa de um novo processo eleitoral. “Sempre me coloquei, até por naturalidade. Caso Jetro não possa ser o candidato, eu que estava como vice na chapa , já é um consenso entre o grupo que eu subiria para a cabeça e ai o grupo escolheria um vice para disputarmos a eleição.Mas é uma questão que estamos avaliando porque o nosso intento é ganhar a eleição. Não podemos impor nomes correndo o risco de não sairmos vencedores. Já contamos com apoio de parlamentares a nível de estado, Câmara de Deputados e Senado no sentido que o nosso nome possa disputar as novas eleições” afirmou.

O ex vice-prefeito também confirmou que o grupo ainda tem pelo menos outros 3 membros com pretensões de disputar o pleito, todos eles são vereadores no exercício do mandato, Ana Graciliano e Gil do Salão (PSB) e Álvaro (PT). (Mário Souza – BVFM)





Edinalva dos Santos (Biquinha) toma posse como nova diretora da DIREC-15 nesta segunda

Postado em 18 de março de 2013 por Josélia Maria

image-6720
por Carol Souza/Blog do Vinicius

Acontecerá nesta segunda-feira (18) às 17h30 em Juazeiro, no Centro de Cultura João Gilberto, o Ato de Posse de Edinalva dos Santos como titular da 15ª Diretoria Regional da Educação (DIREC-15). Edinalva, mais conhecida como Biquinha, foi indicada ao cargo pelo grupo do vereador Tiano Felix. Logo após a cerimônia, haverá coletiva com a imprensa.

Licenciada em Pedagogia pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Ednalva dos Santos é servidora pública municipal desde 1988. Em seu currículo, consta o trabalho como articuladora para a Escola Família no Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada (IRPAA), contribuindo na elaboração de material pedagógico nos municípios de Canudos, Uauá e Curaçá.

Em 2002, trabalhou como técnica pedagógica na Secretaria de Educação da Prefeitura Municipal de Juazeiro e assumiu a coordenação do segmento de Educação Rural e a Formação de Docentes do Ensino Fundamental e Médio. Já em 2005, através da Comissão Pastoral da Terra (CPT), atuou como Pedagoga Social na articulação Popular em Defesa do Rio São Francisco, junto a entidades e movimentos de luta em defesa pela terra.

Atualmente, vem atuando como Formadora e Coordenadora Pedagógica vinculada à Secretaria de Educação de Juazeiro, trabalhando diretamente na Formação de Professores e Coordenação Pedagógica para formadores do Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos.





Morcegos da Cidadania!(Precatório)

Postado em 18 de março de 2013 por Josélia Maria

image-6717
Os insensatos e atrozes governadores e prefeitos usurpadores do direito legítimo dos incautos aposentados, pensionistas – pobres viúvas! que conseguiram golpear a cidadania e a consciência desses humilhados pelo poder maldito, conquistando a aprovação no Congresso Nacional a proposta de parcelar por quinze anos o pagamento do Precatório de Alimentos, bateram de cara vergonhosa com a decisão do Supremo Tribunal Federal.

 A chantagem e o calote não mais prosperam, porque a lídima Justiça, mesma tardiamente, chegou! O Precatório de Alimentos que constitui suor, lágrimas e sangue terão que ser pago de uma só vez, sem mais a tortura moral e psicológica do famigerado Deságio de oitenta por cento (80%) do direito líquido e certo dos nossos velhinhos que outrora prestaram seus ofícios ao poder público. Muitos deles não viram a celebração de seu direito por terem ceifado a vida nos corredores dos tribunais, enquanto os Herodes sangram a alma e a esperança dos humilhados, tendo um contingente de inválidos prostrados em cama tosca  e amparados em muletas. Milhares de aposentados golpeados pela incúria desalmada partiram para o além, deixando a viúva na via-crucis da humilhação! Não resta a menor dúvida que o remorso haverá de gritar na cabeça desses malvados que não têm piedade cristã!

A desdita do Deságio obriga também a recebê-lo parcelado porque a desesperança e muitas vezes a fome os obrigam a estender a mão à crueldade oficial, temendo jamais ver a ninharia que talvez sirva para o seu parco funeral, devido a sua decrepitude e debilidade física.

Hematófagos inconscientes que se deleitam da miséria humana e não se apiedam da velhice daqueles que se arrastam pelos Tribunais de Justiça à espera não de generosidade de quem quer que seja, mas, do seu direito que deve ser respeitado e não ser sugado o sangue por morcegos impiedosos!

Para o coroamento da Justiça, fazendo-se gratidão àqueles que cederam à pressão maquiavélica dos respectivos estados e municípios, nesses cinco anos, tendo sido vítimas do diabólico Deságio que chegou atingir até oitenta por cento (80%), deveria, então, os prejudicados serem ressarcidos após ser revisto o ato opressor pelo Conselho Nacional de Justiça, cujos responsáveis, também responderem criminalmente como pessoa física por terem cometido uma sangria no sentimento e na alma do servidor sem forças para enfrentar a insensibilidade do poder.

As vítimas do sobredito Precatório de Alimentos, de pele enrugada, e, abatidas pelos anos, trabalharam em favor do serviço público, e,  quando, seu corpo necessita de um descanso, precisando obter o que lhe pertence, decepcionam-se  com a ingratidão de quem deveria ser consciente e justo.  A Justiça há de imperar, por ser uma conduta sagrada que nunca deve lesionar a razão!

A gratidão, não há ninguém que discute, é o berço materno de todos os sentimentos da humanidade!

Com essas atitudes trevosas, humilhantes, corroendo, perversamente o estado de espírito dos incautos aposentados, pensionistas e viúvas, esses protagonistas da maldição (Congresso Nacional), que aprovaram a proposta de se pagar o Precatório de Alimentos no prazo de quinze anos, sinônimo de chantagem e calote oficial, e, que não proclamam o nome de Deus e que julgam ser os aposentados e viúvas alguma coisa desprezível, cabe ser dita uma bela expressão do novo Papa Francisco: “Quem não reza ao Senhor, reza ao diabo, já que quando não se proclama a Cristo, se proclama a mundanidade do diabo, do demônio”!

 

Geraldo Dias de Andrade é Cel. PM/RR – Bel. em Direito – Cronista –  Membro da Academia Juazeirense de Letras – Escritor – Membro da ABI/Seccional Norte.





Ex-Secretária de Educação envia mensagem à comunidade de Petrolina

Postado em 18 de março de 2013 por Josélia Maria

image-6713
Mensagem de Célia Regina Carvalho  à Comunidade de Petrolina

Comunico à comunidade petrolinense o meu desligamento da Secretaria Municipal de Educação de Petrolina- SMEP, tendo em vista ajustes de ordem administrativa na organização estrutural no executivo municipal que motivaram a minha transferência para uma assessoria especial, conforme determinação do Prefeito Julio Lóssio, decisão devidamente esclarecida e acatada naturalmente por mim. Sinto-me tomada por três sentimentos muito representativos do período de 04 anos e três meses (Sec. Adjunta e Sec. Educação) que marcaram a minha passagem por esta Instituição, à qual dei o meu melhor, aprendi, cresci como profissional e ser humano e fui gratificada com o reconhecimento da comunidade escolar: TRABALHO, GRATIDÃO e CONFIANÇA.

TRABALHO

Encontramos a SMEP, em pleno período de transição, com sérios problemas no que se refere à estrutura física do próprio prédio SEDE, bem como de todos os prédios escolares da Rede Municipal de Ensino; além de um saudosismo instalado, sobretudo, pela falta do Secretário, cuja gestão se encerrou no ano 2008 e, ao longo desse período, foi possível realizar, concomitantemente, melhoria da infraestrutura em 80% das instalações dos prédios escolares, além de transferirmos a sede da secretaria para um ambiente mais digno de trabalho, concebeu-se a conquista da instalação do CLIMA ORGANIZACIONAL POSITIVO, no contexto que abrange a Rede Municipal de Ensino dessa cidade: SMEP, ESCOLAS e CMEIs. Nesse aspecto, quero aqui registrar:

  • Aprovação de 15 PROINFÂNCIAS, 15 QUADRAS COBERTAS, no âmbito do PAC 2 e, através do PAR (documento elaborado e pronto para os próximos anos), foi possível adquirirmos 17 ônibus (13 já rodando e 4 no prazo para entrega), 05 Lanchas Escolares, aquisição de novas carteiras escolares (durabilidade e conforto), cuja proposta é a troca dessa mobília em todas as escolas (processo iniciado em 2012 e em andamento), e mais de 160 condicionadores de ar para climatização das escolas (com previsãode iniciar ainda em 2013); Acrescido de muitos outros equipamentos, mobília e formação de Professor, planejados para os próximos anos;
  • Construção de uma escola na área de Assentamento; construção de mais de 100 salas de aula (laboratório de informática, sala de recurso e sala de aula em funcionamento), além de construção W.C. em muitas escolas; doação de kit tecnológico para Professor efetivo; distribuição de netbookspara estudantes de 6º ao 9º anos (metade entregue em 2012 e já em processo de planejamento para entrega dos demais netbooks para estudantes que não receberam ainda);
  • Adesão ao PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO, cuja proposta de educação integral, em tempo integral, já se faz realidade no município para mais de 7.000 alunos;
  • Adesão ao PROGRAMA PROJOVEM URBANO e SEGUNDO TEMPO, entre tantos outros;
  • Elaboração e execução de projetos de incentivo à produção de textos para alunos, como o EXPRESSARTE e a criação da REVISTA CONTEXTO, um instrumento de socialização das atividades técnico-científicas e pedagógicas dos/para os educadores das Redes Públicas de Ensino;
  • Obtivemos índices do IDEB satisfatórios, que nos colocam entre os municípios brasileiros que estão em curva ascendente na melhoria da educação pública, com 4,8 nos anos iniciais e 4,1 nos anos finais, elevando o município à posição de destaque entre as grandes cidades de Pernambuco: Caruaru, Jaboatão, dos Guararapes, Olinda, Paulista e Recife;
  • Os resultados dos projetos e ações executadas pelos profissionais da Rede Municipal de Educação contribuíram para a conquista do selo UNICEF no ano de 2012.

Mas, todo esse trabalho só faz sentido por entendermos que são elementos que interferem diretamente no processo de aprendizagem das nossas crianças e Jovens estudantes. Neste sentido, com aplicação das tecnologias de aprendizagens adotadas, que vão desde a compra de materiais didático-pedagógicos à formação continuada do Professor, foi possível obter os resultados satisfatórios: ALFABETIZAÇÃO.

GRATIDÃO

Agradeço primeiramente a DEUS, por ter me permitido executar essa tarefa tão importante;

O meu sincero agradecimento ao Prefeito JULIO LÓSSIO, aos colegas Secretários, aos Exmos. Srs. e Sras. Vereadores/Vereadoras, aos Presidentes das Associações de Moradores, às diversas Instituições parceiras, à imprensa falada e escrita e a todos os colaboradores dessa gestão que contribuíram para os avanços da Educação no nosso município;

Agradeço à EQUIPE SMEP, que bravamente buscou no âmbito dessa Rede de Ensino implementar um modelo pedagógico tendo como base os 4 pilares da educação: Aprender a aprender, aprender a fazer, aprender a ser e aprender a conviver. Agradeço a vocês – equipe SMEP- a dedicação, amizade, respeito e solidariedade;

Obrigada aos colegas Professores e Gestores pelo trabalho realizado na direção da aprendizagem e autonomia escolar, também, pelo carinho e respeito dedicados a mim;

E, agradeço, por fim, a TODAS AS FAMILIAS que a nós confiaram seus jovens, acreditando no projeto de formação da educação municipal na formação de pessoas para exercício da cidadania.

CONFIANÇA

No Prefeito JÚLIO LÓSSIO, que tem se destacado no cenário nacional, pela coragem e ousadia que lhes permitem seguir determinado em busca de materializar um Projeto de Governo capaz de melhorar a vida das pessoas, na perspectiva da consolidação de um mundo mais justo e fraterno. Dizer que, quando fui às ruas pleitear pela sua reeleição e, consequentemente, permanência à frente da Prefeitura de Petrolina, fui por ter a certeza da importância do seu governo para a nossa cidade e não pela minha simples permanência no cargo de Secretária. Aqui reafirmo essa confiança, também, respeito e admiração. Assim, com a certeza do dever cumprido e, ainda, certa do muito que não foi possível fazer, deixo a pasta da SMEP e ACEITO o convite para o novo desafio como ASSESSORA ESPECIAL no governo JÚLIO; e conclamo a todos para que continuemos firmes na construção dessa NOVA PETROLINA, amada por nós!

Para finalizar, quero manifestar meu mais profundo agradecimento pelas manifestações que recebi por minha saída da SMEP.

Enfim, considero-me uma profissional abençoada, pois, tive a oportunidade de contribuir com o processo de desenvolvimento de Petrolina, interagindo com profissionais talentosos e implementando políticas educacionais num dos pólos educacionais mais importantes do Nordeste. Além disso, fiz novas amizades e pude compartilhar emoções, sentimentos, conhecimentos, suplantar obstáculos, renovar as esperanças e a fé num futuro melhor para o novo povo, tendo como suporte a educação. A todos, meus sinceros agradecimentos.

 Célia Regina Carvalho


 

 





Petrolina realizará 1° Festival Ana das Carrancas em celebração à cultura afrodescendente

Postado em 18 de março de 2013 por Josélia Maria

image-6708
Culinária, vestimentas, rituais religiosos, penteados, arte, música e costumes da cultura afrodescendente. Estes são alguns dos elementos que serão amplamente explorados no 1° Festival multicultural “Ana das Carrancas – Cultura Afro”, que será realizado na cidade de Petrolina. O lançamento do evento acontece nesta segunda(18), às 10h, no gabinete da prefeitura municipal.

image-6709
O evento é promovido pela Prefeitura Municipal, com recursos provenientes da Fundação Palmares, entidade de defesa e promoção da cultura afro brasileira. As Secretarias de Cultura, Desenvolvimento Econômico e Eventos, e Secretaria de Turismo estão à frente da organização do festival.

image-6710
Dentre as dinâmicas propostas, estão a realização de oficinas, exposições, palestras, apresentações artísticas – como teatro, dança – e shows musicais.

A representante da Fundação Palmares, Deyse Felipe, é uma das idealizadoras do projeto e participa pela segunda vez da coordenação do evento desta temática. O primeiro foi realizado no final do ano passado, na cidade de Itajaí, em Santa Catarina.

Satisfeita com os resultados do festival no sudeste, Deyse se mostra bastante otimista para a ação em Petrolina. “A cultura aqui é muito rica e repleta de particularidades. As entidades vão ser envolvidas na construção do projeto para que elas se identifiquem no festival. Desta forma vamos discutir o tema com seriedade, mostrando o que a cultura afro tem de mais bonito”, defende Deyse.

A secretária de Cultura, Esmelinda Amorim, destaca que o festival é um instrumento necessário de resgate e difusão da cultura afro de Petrolina. “Precisamos tomar consciência da nossa herança cultural africana. Estes dois dias de festival, na minha avaliação, serão como aulas de vivência e convivência com a cultura afro, que será trabalhada de maneira localizada”, reforça.





Eduardo entrega arena de acessibilidade na Praia de Boa Viagem

Postado em 18 de março de 2013 por Josélia Maria

image-6703
Depois de garantir segurança por terra, mar e ar às praias do Recife há menos de um mês, o governador Eduardo Campos voltou à Praia de Boa Viagem para lançar, neste domingo (17/03), o projeto de acessibilidade Praia sem Barreiras. Voltada para pessoas com deficiência física ou mobilidade reduzida, a iniciativa ganhou uma arena de acessibilidade, que fica localizada em frente ao Internacional Palace Hotel, próxima ao novo posto do Corpo de Bombeiros, inaugurado no dia 22 de fevereiro. O equipamento vai funcionar de quinta a domingo, das 8h às 12h.

A partir de agora, os visitantes locais e turistas poderão desfrutar de uma esteira de acesso ao mar com 30 metros de comprimento, seis cadeiras anfíbias, três piscinas para o lazer de crianças, uma quadra para a atividade esportiva de vôlei sentado, tenda de fisioterapia e enfermagem, além do banho assistido. Ao lado do prefeito Geraldo Julio, Eduardo jogou uma partida de vôlei sentado, assistiu ao banho dos primeiros voluntários e ouviu as impressões dos deficientes e familiares sobre a iniciativa.

image-6704
Ressaltando a parceria do Governo do Estado com a Prefeitura do Recife e a Uninassau, Eduardo convidou todos a vir conhecer o projeto Praia sem Barreiras. “Estamos garantindo um direito à acessibilidade que estava sendo limitado há anos. A partir daqui, queremos ir para outras belas praias para imprimir essa marca e dizer pode vir pra cá, porque aqui tem um valor, um princípio, que é a união entre a sociedade civil, as empresas privadas e o Governo, para proporcionar a felicidade não apenas aos cadeirantes que estão indo tomar o banho de mar, mas também de famílias inteiras e amigos”, constatou.

 Durante o projeto, 21 estudantes dos cursos de Fisioterapia, Educação Física, Enfermagem e Turismo da Uninassau passaram por oficinas de capacitação e serão os responsáveis pelo trabalho de assistência. Já para facilitar o acesso à arena de acessibilidade, a Prefeitura do Recife criou uma rota acessível, que tem início na parada de ônibus da Avenida Conselheiro Aguiar, seguindo pela Rua Bruno Veloso, até a orla de Boa Viagem. O projeto Praia sem Barreiras já está funcionando desde janeiro no Arquipélago de Fernando de Noronha. Os próximos destinos que receberão o projeto são as praias de Porto de Galinhas e Itamaracá.

Há 16 anos portadora de lesão medular, Vitória Muniz, 59, estava esse mesmo tempo longe da praia. Ela aprovou a iniciativa. “O Governo pensou em cada detalhe, desde a chegada até o banho do mar. Às vezes, ficava deprimida porque passava os domingos sozinha em casa. Agora, fico confortável, tranquila e, principalmente, feliz em poder  acompanhar minha filha também na praia”, comemorou Vitória.