Destaques

Médico Ênio Lustosa Cantarelli é declarado Patrono da Cardiologia Pernambucana

Autor da lei nº 17.011, promulgada em 11 de agosto de 2020, foi oprimeiro-secretário da Alepe e de ...

Governo do Estado entrega obra de rodovia e novo gramado sintético em estádio de Miguel Calmon

Na última atividade da semana pelo interior do estado, o governador Rui Costa esteve em Miguel Calm ...

Hospedagem WordPress
Hospedagem WordPress Hospedagem WordPress
Hospedagem WordPress Hospedagem WordPress
Hospedagem WordPress
Hospedagem WordPress
Lista de Links

Seca acendeu ‘sinal amarelo’ sobre setor elétrico, reconhece governo

Postado em 19 de março de 2014 por Josélia Maria

1DACEEC77A17FEB7D64468B96CEC3B
image-20931

O secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, Márcio Zimmermann, disse nesta quarta-feira, 19, que a seca reduziu o nível dos reservatórios das hidrelétricas e fez com que o governo acendesse o “sinal amarelo” no setor elétrico. Segundo ele, isso significa que o governo está atento à situação.

“Quando estou num ano hidrológico bom, estou com sinal verde. Quando estou num ano hidrológico não bom, é um sinal amarelo”, afirmou, após participar de audiência pública na Comissão de Minas e Energia da Câmara.

“Com sinal verde, estaria num ano hidrológico bom. Com sinal amarelo, estou analisando e acompanhando essa estação chuvosa”, acrescentou. “Todo mundo sabe, tivemos em janeiro e fevereiro baixíssimas afluências nos nossos reservatórios. Isso é uma realidade que ocorreu no Brasil.”

Zimmermann reiterou, no entanto, que o sistema elétrico brasileiro tem equilíbrio estrutural, “salvo ocorra uma situação pior que a histórica”, ou seja, caso chova menos do que a média esperada e os reservatórios não sejam recompostos. Ele afirmou que houve uma melhora nos principais reservatórios da Região Sudeste. Esse cenário será avaliado até o fim de abril, quando termina o período de chuvas na região.

O secretário reiterou que o sistema brasileiro é interligado e as transferências de energia de uma região para outra têm ocorrido para suprir essa demanda. “Em 2001, houve um racionamento porque havia um desequilíbrio estrutural, ou seja, faltavam usinas. Não é o caso hoje, o sistema hoje está equilibrado estruturalmente, tem as usinas e as linhas.”

“Num país em desenvolvimento, você não pode relaxar, porque o consumo per capita de energia é muito pequeno, mas vai aumentando conforme novas indústrias são construídas”, afirmou. “Enquanto um país europeu está deitado em berço esplêndido, porque a flutuação no consumo de energia é mínima, no Brasil não dá para brincar.”

Distribuidoras. Ele também disse que o impacto do pacote de medidas de ajuda às distribuidoras de energia será “praticamente anulado” pela entrada da energia das usinas da Cesp, Cemig e Copel no sistema. Essas empresas não aceitaram renovar antecipadamente suas concessões e, por isso, vendem energia a um preço mais elevado. Como os contratos vencem em 2015, o governo poderá leiloar essas usinas para um novo operador e obter uma energia mais barata.

Segundo Zimmermann, a entrada da energia das usinas da Cesp, Cemig e Copel para o sistema elétrico a um preço mais baixo trará uma economia de R$ 4 bilhões a R$ 5 bilhões por ano ao sistema nos próximos 30 anos. De acordo com ele, esse efeito vai abater o aumento que a conta de luz teria com o pacote de auxílio financeiro às distribuidoras, que prevê que pelo menos parte dessa ajuda deve ser repassada às tarifas

Subsídio. O secretário-executivo reiterou que o governo não subsidia as tarifas de energia elétrica. “Está sendo erradamente tratado como subsídio. Não demos subsídio, pelo contrário. Tiramos subsídios”, afirmou.

Zimmermann disse que a conta de energia elétrica no País era uma das mais caras do mundo porque ela continha encargos que subsidiavam programas sociais, como o Luz para Todos. “Várias políticas importantes são responsabilidade da sociedade como um todo, e estavam sendo pagas pelo consumidor de energia. E esses encargos foram tirados da conta”, afirmou. “O preço da energia tinha chegado a valores absurdos por causa dos encargos.” Segundo o secretário, os R$ 9 bilhões reservados do Orçamento da União para a Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) servirão para pagar essas despesas.





Município pernambucano de Floresta recebe o Espaço São Francisco nesta sexta-feira (21)

Postado em 19 de março de 2014 por Josélia Maria

Moradores terão acesso a informações sobre a maior obra hídrica em construção no país

O município de Floresta (PE) terá a oportunidade de conhecer, nesta sexta-feira (21), informações sobre o Projeto de Integração do Rio São Francisco. A cidade receberá a Comunicação Itinerante, ação que foi iniciada em 2013 e já levou informações sobre o Projeto do São Francisco para mais de 1,5 mil pessoas.

Um dos destaques da ação é o Espaço São Francisco. Somente este ano, cerca de 3.600 pessoas já visitaram o espaço durante a realização da Comunicação Itinerante na zona urbana. Até o dia 4 de abril, ele será instalado em mais quatro localidades por onde passam os canais dos Eixos Norte e Leste.

O Espaço São Francisco consiste em uma tenda montada no ponto central da área urbana do município. Em Floresta, ela será instalada no canteiro central da Rua Audomar Ferraz, em frente à Escola Estadual Deputado Afonso Ferraz. O ambiente é organizado com cadeiras, mesas, painéis e banners, e decorado com plantas da região, sementes da caatinga e artesanato local. Além de informações sobre o Projeto São Francisco, o espaço também é utilizado para responder às dúvidas, coletadas durante as visitas de mobilização, e falar das medidas que poderão diminuir os impactos ambientais da construção. 

Conheça mais sobre o Projeto de Integração do Rio São Francisco no endereço:
http://integracaosaofrancisco.gov.br.





FIEPE chega ao Sertão

Postado em 19 de março de 2014 por Josélia Maria

_FKC0749
image-20924

A inauguração acontece no próximo dia 27 de março 

Levar ainda mais oportunidades de negócios para as indústrias do Sertão. Essa é a bandeira levantada pela Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco para inaugurar, no próximo dia 27 de março, às 19h30, a Unidade Regional do Sertão do São Francisco, com a presença do presidente da instituição Jorge Côrte Real.  Assim como a Unidade Regional do Agreste, localizada em Caruaru, o braço da FIEPE, em Petrolina, vai atuar na defesa dos interesses e no apoio às indústrias locais através de serviços como capacitações, pesquisas, promoção comercial e internacionalização. Enfim, elas terão acesso a todos os produtos e serviços do portfólio de inteligência realizados pela FIEPE, adequados à região. 

A nova unidade vai funcionar estrategicamente no Centro de Convenções Senador Nilo Coelho, em Petrolina, e irá abranger os municípios de Afrânio, Cabrobó, Dormentes, Lagoa Grande, Orocó, Petrolina e Santa Maria da Boa Vista, que formam a Região de Desenvolvimento do Sertão do São Francisco e representam 18,5% do PIB pernambucano. “Com esta iniciativa, reafirmamos nosso compromisso com a interiorização do desenvolvimento, de modo a consolidar o desenvolvimento sustentado de Pernambuco” afirma o Presidente da FIEPE, Jorge Côrte Real, que comanda a inauguração ao lado de toda a diretoria da FIEPE. 

“A chegada da FIEPE irá fortalecer e impulsionar as indústrias da nossa região, ainda carente em capacitações, cursos e outros serviços que ajudem a renovar o setor”, afirma o empresário Albânio Ferreira do Nascimento, que assume a diretoria regional da unidade. O engenheiro civil, de 50 anos, é diretor técnico e comercial da Construtora Venâncio LTDA, empresa que está no mercado há 27 anos, voltada para construção de condomínios e obras públicas. 

No cargo de diretor adjunto, assume o empresário Rafael Coelho, de 46 anos, 21 deles dedicados a atividade industrial do segmento de curtume. Rafael é  presidente do Sindicato das Indústrias do Curtimento de Couros e Peles e de Malas e Artigos de Viagem do Estado de Pernambuco. 

Entre as primeiras ações já anunciadas para a nova unidade, uma palestra sobre “Liderança em tempo de velocidade” com o psiquiatra e empresário brasileiro Roberto Shinyashiki, autor de livros como “Problemas? Oba!” e “O SUCESSO AINDA É SER FELIZ”, e um curso de Rotinas Trabalhistas com Edileuza Queiroz, consultora organizacional especialista em gestão estratégica de pessoas com mais de 30 anos de experiência. 

A região conta com 313 indústrias, cerca de 3,3% do setor produtivo do Estado. Dessas, 71 são do segmento do agronegócio, sobretudo de produtos alimentícios e bebidas, 40 são indústrias de materiais para construção, 34 de produtos de metal, 29 de construção civil e 139 de demais setores. Juntas, elas geram hoje 7.846 empregos. 

Cadastro – Os dados acima são do Cadastro Industrial de Pernambuco, que terá lançada sua edição 2014, em primeira mão, durante a inauguração da nova unidade, em Petrolina.  Um dos principais produtos da FIEPE, o catálogo traz as principais informações econômicas das indústrias de pequeno, médio e grande porte do Estado, como segmento de atuação, matéria-prima utilizada, produto final, localização, telefone, diretoria, número de empregados e se desempenha atividade de importação e exportação. Estão cadastradas nessa edição 9.531 empresas industriais, ordenadas em ordem alfabética e por segmentos, 5,5% a mais do que a edição passada. O cadastro é um instrumento de consulta acessível e atualizada feita pela Unidade de Economia, Estudos e Pesquisas da FIEPE que coloca à disposição do leitor a dimensão, como está distribuído geograficamente e os empregos gerados pelo nosso setor industrial. O Cadastro Industrial é vendido na FIEPE e nas principais livrarias do Estado. Duas versões estão disponíveis, a publicação impressa e em CD-ROM , ao custo de R$ 95,00 cada. 

SERVIÇO:

Inauguração da Unidade Regional do São Francisco e Lançamento da Edição 2014 do Cadastro Industrial de PE

Data: 27 de março – 19h30

Endereço: Av. 31 de março, s/n, térreo, Centro de Convenções Senador Nilo Coelho, Petrolina.





Inscrições para Seminário PSB-REDE-PPS estão abertas

Postado em 19 de março de 2014 por Josélia Maria

1978574_297535403731128_1915108080_o
image-20922

Estão abertas as inscrições para o Seminário Regional Programático da Aliança PSB-REDE-PPS, que promoverá neste sábado, 22, na Itaipava Arena Fonte Nova,  em Salvador, sua terceira edição. Depois dos encontros realizados nas regiões Sul, em Porto Alegre, e Sudeste, no Rio de Janeiro, o debate dos cinco eixos temáticos do programa de governo socialista chega à Região Nordeste.

O evento será dividido em duas partes: na primeira, aberta ao público, ocorre a plenária principal, com as presenças dos presidentes nacionais do PSB, Eduardo Campos, e PPS, Roberto Freire, além da coordenadora nacional da Rede Sustentabilidade, Marina Silva; num segundo momento, os participantes são divididos em seis mesas temáticas, que irão debater os eixos temáticos do programa de governo da Aliança PSB-REDE-PPS. As inscrições para participar dos debates podem ser feitas antecipadamente pelo site oficial do PSB-Bahia –www.psb40bahia.com.br .

Quem não puder comparecer pessoalmente também terá a chance de acompanhar os trabalhos, que serão transmitidos ao vivo pela TV João Mangabeira e exibida nos sites oficiais do PSB da Bahia e Nacional – www.psb40.org.br . Ao final do encontro, Eduardo Campos e Marina Silva conversarão em tempo real com os internautas que utilizarem as hashtags #pensarbahiapsb e #mudandobrasil .

Contribuições para o programa de governo também podem ser feitas pela internet, bastando para isso acessar a plataforma disponível no endereço www.mudandobrasil.com.br .

A série de Seminários Programáticos Regionais é promovida pela Fundação João Mangabeira. Depois de Salvador, os próximos encontros serão em em Manaus (Norte), dia 26/04, e em Brasília (Centro-Oeste) , dia 11 de maio.





Aldo Santos prestigia Encontro das Mulheres Socialistas

Postado em 19 de março de 2014 por Josélia Maria

1960025_412751905526781_475876715_n
image-20914

Aldo Santos e Renata Campos -primeira dama do estado

Na última segunda-feira (17),o Secretário de Agricultura de Pernambuco e pré-candidato a deputado federal Aldo Santos, prestigiou o Encontro de Mulheres Socialistas promovido pela aliança PSB/REDE/PPS, com o lema “Juntas, somos ainda mais fortes”, mais de mil mulheres marcaram presença.

1977398_412751942193444_71965986_n
image-20915
Aldo e a deputada estadual Laura Gomes

Pernambuco é o primeiro Estado a criar uma Secretaria de Mulheres e
uma política de gênero transversal ao poder público.

1622615_412751965526775_1123871015_n
image-20916

1959303_412751862193452_1569223235_n
image-20917

988826_412751855526786_1494122362_n
image-20918





PSB / Rede / PPS realiza seu terceiro Encontro Programático na Bahia

Postado em 19 de março de 2014 por Josélia Maria

1978574_297535403731128_1915108080_o
image-20910

Neste sábado, a aliança PSB / Rede / PPS realiza seu terceiro Encontro Programático, voltado desta vez à Região Nordeste. O evento acontecerá na Arena Fonte Nova, na cidade de Salvador, a partir das 9h.

O encontro contará com as presenças de Eduardo Campos, Marina Silva e Roberto Freire e terá, em sua pauta, o debate sobre os cinco eixos das diretrizes do Programa de Governo da Aliança: Estado e a democracia de alta intensidade; Economia para o desenvolvimento Sustentável; Educação, Cultura e Inovação; Políticas Sociais e qualidade de vida; e Novo Urbanismo e o Pacto pela vida, além de debater o os principais desafios dos estados da Região Nordeste.

O evento terá transmissão ao vivo pelo Portal PSB 40 (www.psb40.org.br) e no Twitter, no perfil http://twitter.com/EduardoCampos40.

Participe e ajude a construir um novo Brasil!





Armando Monteiro diz que Dilma quer vir a Pernambuco

Postado em 19 de março de 2014 por Josélia Maria

armando-monteiro-julio-lossio-e-dilma-624x351
image-20906

Foto: reprodução do Facebook

Em conversa com o Blog de Jamildo na manhã desta quarta-feira (19), o senador Armando Monteiro (PTB) confirmou que a presidente Dilma Rousseff (PT) revelou o desejo de vir ao Estado nas próximas semanas. “A presidente tem agendas que ela quer cumprir em Pernambuco”, afirmou. “Ela quer vir”, garantiu.

De acordo com Armando, a visita de Dilma pode ocorrer ainda em Abril, mês em que o ex-presidente Lula também deve vir ao Estado para um ato político organizado pelo senador. Os eventos, porém, ocorreriam separadamente porque até junho a presidente se dedicará apenas a agendas administrativas, enquanto Lula cuidará da articulação política do PT. “A visita dela deve estar relacionada ao andamento de alguma das obras federais no Estado”, adiantou o petebista.

O senador petebista esteve reunido com Dilma nessa terça-feira (18), em Brasília para intermediar uma conversa entre ela e o prefeito de Petrolina Julio Lóssio (PMDB). Oposição ao governador Eduardo Campos (PSB), Lóssio estaria no palanque de Dilma e Armando no Estado, apesar do apoio do PMDB ao secretário da Fazenda, Paulo Câmara (PSB).

Durante o encontro, Lóssio teria apresentado projetos para Petrolina, como o VLT e o programa de creches Nova Semente. O prefeito também teria sugerido a Dilma um programa para formação de crianças.

Inicialmente, o encontro não estava pré-agendado com a presidente, mas foi incluído a pedido do senador. “Isso demonstra o carinho da presidente com Pernambuco e também a atenção ao atender uma solicitação nossa”, disse o senador, que afirmou encontrar sempre com Dilma em eventos e ter tido pelo menos dois outras conversas mais reservadas.





Prefeita de Floresta lança filho deputado federal

Postado em 19 de março de 2014 por Josélia Maria

10009289_486755244763417_2074484597_n
image-20899

Foto: prefeita Roró, pré-candidato ao governo Paulo  Câmara e Kaio Novaes 

A prefeita de Floresta Roró Maniçoba (PSB), lança seu filho Kaio Maniçoba Novaes a deputado federal.

Kaio é  o filho mais velho da prefeita que é casada com o secretário municipal de Governo Dário Novaes Ferraz (popular Gatão) . A prefeita tem três filhos Kaio( o mais velho),Ciro Augusto e Carol.