Destaques

Hospedagem WordPress
Hospedagem WordPress Hospedagem WordPress
Hospedagem WordPress Hospedagem WordPress
Hospedagem WordPress
Hospedagem WordPress
Lista de Links

Em reunião com construção civil, Silvio Costa Filho destaca importância do setor para retomada do crescimento

Postado em 3 de junho de 2020 por Josélia Maria

Um dos setores que mais gera empregos no Brasil e com uma participação de 3,7% no Produto Interno Bruto (PIB) do País, a construção civil tem sido uma das áreas mais afetadas pela crise causada pela pandemia do coronavírus. Para debater o momento econômico que vive o país e a pauta legislativa do segmento, o deputado Silvio Costa Filho (Republicanos) participou de uma videoconferência com representantes do setor produtivo de todo o Brasil, promovido pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção, CBIC. Além do momento da construção civil, foram discutidos vários temas, a exemplo da preservação do FGTS, acesso ao credito, financiamento da folha, desoneração, licenciamento ambiental e o marco legal das concessões.

Defensor da agenda de manutenção do emprego, Silvio Costa Filho destaca a importância do segmento. “Eu entendo que a Construção civil tem um papel fundamental na criação do emprego e da renda do Brasil. Ela representa quase 4% do Produto Interno Bruto do Brasil e tem um potencial enorme. O momento é desafiador e o único caminho para voltar ao desenvolvimento é construindo o caminho ao lado do setor produtivo”, declarou.

Participaram da discussão, além do deputado federal Silvio Costa Filho, representantes da construção civil em todo o Brasil, a exemplo do deputado federal Aguinaldo Ribeiro (MDB-PB), relator da proposta de Reforma Tributária que está em discussão no Congresso Nacional, e Betinha Nascimento, Diretora de Assuntos Imobiliários do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Pernambuco. Ainda durante o encontro, Silvio se comprometeu a continuar defendendo a pauta na Câmara e propor a realização de uma audiência entre o segmento e o Governo Federal para discutir o FGTS. “A avaliação que nós fazemos é que o Minha Casa, Minha Vida não foi priorizado neste um ano e meio de gestão. Por isso, vamos procurar o Ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, e o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, para discutir o tema, que interessa a todos nós”, pontuou Costa Filho.





Amanhã tem LIVE sobre os Núcleos de Estudos de Gênero das escolas de Pernambuco

Postado em 3 de junho de 2020 por Josélia Maria

Nesta quinta-feira (04-06), vamos bater um papo sobre a importância da discussão de gênero nas escolas de Pernambuco com a secretária estadual da Mulher, Silvia Cordeiro e as professoras dos Núcleos de Estudos e de Enfrentamento da Violência de Gênero Wilma Lessa e Dandara, Cristiana Cordeiro e Jussara Araújo, respectivamente.

A gerente de Formação em Gênero da Secretaria da Mulher de Pernambuco, Juliane Oliveira, destaca que Pernambuco é o único estado do Brasil com 175 Núcleos de Estudos de Gênero e Enfretamento da Violência Contra Mulher. “Essa iniciativa oportuniza um diálogo sobre o trabalho dos núcleos na perspectiva regional demonstrando a pluralidade e a disseminação dos estudos de Gênero no Estado, além de possibilitar espaço para exposição e o diálogo com as lideranças dos Núcleos, conhecer sobre os trabalhos realizados e o impacto dele no âmbito escolar e na comunidade”, esclarece.

Participe da LIVE, às 15h, no www.facebook.com/premionaideteodosio e saiba um pouco mais da história dessas mulheres quanto militantes em prol da educação e do feminismo; a importância dos núcleos como política pública de prevenção da violência de gênero e estruturadora para que tenhamos uma sociedade que preze pela igualdade e bem estar de todas as pessoas. Vamos falar também sobre os resultados que os núcleos trazem para a escola e para a comunidade ao redor do espaço de ensino e, por fim, saber se há um sonho que move as professoras e qual é esse sonho.

PERFIL DAS PARTICIPANTES – Atual secretária da Mulher de Pernambuco, Silvia Cordeiro é médica de formação e feminista. Ex-secretária da Mulher do Recife, fundadora e ex-coordenadora do Centro das Mulheres do Cabo, integrou a Rede Mulher e Democracia, iniciativa de lideranças do movimento de mulheres e feminista do Nordeste que tem o objetivo de fortalecer e ampliar a participação e representação política das mulheres. Participou também do Conselho do Desenvolvimento Econômico e Social do Governo do Estado. Há 30 anos, tem atuação destacada junto aos grupos de mulheres populares em diversas categorias. Em 2015, foi convidada pelo governador Paulo Câmara para ficar à frente da Secretaria da Mulher do Estado, gestão que concluiu com êxito até 2018 e em 2019 foi reconduzida ao cargo pelo reeleito governador Paulo Câmara pelo exitoso trabalho desempenhado à frente da pasta.

Cristiana Cordeiro – Professora de História e Filosofia na EREM Silva Jardim, e coordenadora do Núcleo de Estudos de Gênero e Combate à Violência contra as Mulheres Wilma Lessa.  Tem experiência profissional em comunidades periféricas do Recife, aonde dialogou sobre políticas públicas, pela Câmara Municipal do Recife e na extinta Secretaria do Trabalho e Ação Social (governo Miguel Arraes). Militante feminista sob a orientação de Wilma Lessa.

Jussara Araújo – Professora de História, com especialização em  História e Cultura Afro-brasileira e Indígena Mestranda Profissional em Educação e Diversidade pela UNEB. Faz parte do coletivo feminista JUREMA. Está como vice-presidenta do Conselho Municipal de Direitos da Mulher de Petrolândia. Coordena o Núcleo NEG DANDARA, o grupo de cultura afro brasileira da escola, o ERÊ. É militante no movimento de mulheres negras e já foi premiada, por duas vezes, no Concurso Naíde Teodósio de Estudos de Gênero nos anos de 2014 e 2017. Em 2018, três estudantes da escola foram premiadas no Naíde.





Hospital de Campanha da Fonte Nova recebe respiradores doados pela Fieb; oficialização acontece às 16h30

Postado em 3 de junho de 2020 por Josélia Maria

Mais 40 respiradores chegaram à Bahia, na manhã desta quarta-feira (3), para ampliar a oferta de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusivos para pacientes com sintomas graves do novo coronavírus. Doados pela Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb) ao Governo do Estado, os equipamentos hospitalares já estão em Salvador e serão instalados no hospital de campanha montado na Arena Fonte Nova.

“Desde o início da pandemia, a FIEB, sindicatos empresariais, indústrias e instituições representativas do setor produtivo, a exemplo da Fecomércio e Faeb, se uniram para ajudar a sociedade no combate ao novo coronavírus. Sabemos da importância destes equipamentos na luta para salvar vidas e decidimos dar nossa contribuição”, afirmou o presidente da FIEB, Ricardo Alban, nesta quarta.

Nas duas últimas semanas, o Estado recebeu, contando com esses 40 respiradores pulmonares doados pela Fieb, 259 equipamentos, que foram adquiridos anteriormente e agora estão sendo distribuídos para unidades de referência exclusivas para o tratamento da Covid-19, em todas as regiões da Bahia.

Na avaliação do secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, a solidariedade do empresariado brasileiro é fundamental neste momento. “A rede de relacionamento, logística e recursos financeiros do setor privado auxilia estados e prefeituras de sobremaneira. Estes respiradores serão usados em casos graves de infecção pelo novo coronavírus na Bahia”, afirma Vilas-Boas.

Hospital de Campanha da Fonte Nova

Às 16h30 desta quarta-feira (3), a diretoria da Fieb faz a entrega oficial dos equipamentos ao secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas Boas. A imprensa interessada na cobertura poderá acessar o estádio pela Ladeira da Fonte, no setor de carga e descarga.

Com capacidade instalada de 100 leitos de UTI e 140 de enfermaria, o hospital montado na Arena Fonte Nova tem previsão de iniciar as atividades na sexta-feira (5) e vai receber pacientes por meio da Central de Regulação, portanto não será uma unidade de “porta aberta”, onde as pessoas podem ir espontaneamente.

Repórter: Renata Preza
Fotos: Carol Garcia/GOVBA





Carta-denúncia Mineração e pandemia: essencial é a vida!

Postado em 3 de junho de 2020 por Josélia Maria

A população brasileira vem acompanhando o crescimento alarmante do número de casos de coronavírus no país e os reflexos da pandemia na dinâmica social, no sistema de saúde e no aprofundamento da crise econômica. Embora o contexto seja de caos social, com destaque para o sofrimento enfrentado por mais de 31 mil famílias que perderam seus entes, o setor minerário brasileiro segue sua marcha de exploração dos/as trabalhadores/as e da natureza.

Apoiadas pelo Governo Bolsonaro – que incluiu a mineração como “atividade essencial” por meio da publicação do Decreto nº 10.329/2020 – as empresas de mineração não paralisaram suas atividades, mesmo diante da recomendação expressa da Organização Mundial de Saúde (OMS) e dos especialistas no tema de que a prioridade neste momento é garantir o isolamento social. Desta forma, em plena crise sanitária, milhares de famílias de funcionários/as do setor e das populações localizadas nos arredores das minas estão sendo expostas a grave risco de contaminação. Tratar a atividade mineral como essencial, em meio a uma pandemia, retirando o direito ao isolamento social de trabalhadores e trabalhadoras, impondo que estes se aglomerem, é irresponsável.

Por outro lado, as mineradoras vêm apostando em ações de mídia e de propaganda para tentar criar uma imagem de que se importam com a saúde da população e que têm “responsabilidade social”. Esta imagem que as empresas buscam passar para a sociedade esconde o que de fato significa a continuidade das atividades minerárias no país: aumento das taxas de lucros das empresas e ameaça à vida de milhares de pessoas. Enquanto divulgam cartazes e vídeos com supostas iniciativas sociais, mantém trabalhadores/as e comunidades sob o medo constante de contaminarem-se pelo coronavírus.

Na Bahia, a situação não é diferente. Circulação de funcionários, explosões, realização de pesquisas em novas áreas, desmatamento da vegetação nativa, avanço sobre territórios de comunidades tradicionais e outras diversas ações seguem sendo realizadas, devido à manutenção do funcionamento dos empreendimentos de mineração espalhados nos municípios do estado, a exemplo da Mineração Caraíba S/A, em Curaçá, Juazeiro e Jaguarari; e da Mineradora Galvani, em Campo Alegre de Lourdes.

As duas empresas acima citadas têm dado continuidade às atividades durante o período da pandemia. Ao analisar os dados sobre a contaminação do coronavírus, verifica-se, por exemplo, que dois dos municípios onde estão instaladas encontram-se com altos índices de contaminação: segundo informações da Prefeitura de Campo Alegre de Lourdes, em 02/06/2020, existiam 27 casos confirmados, 88 notificações e 01 óbito. Na mesma data, o cenário em Curaçá era de 32 casos confirmados (Boletim epidemiológico nº 70 da SESAB) e 43 em investigação (informação veiculada pela Prefeitura), de um total de 223 notificações (informação veiculada pela Prefeitura). Destes casos, diversos aparentam ter relação com as atividades de mineração. Por outro lado, sabe-se que não há estrutura no Sistema Único de Saúde nestes locais que consiga absorver a explosão do número de pessoas contaminadas.

Preocupadas com este contexto, especialmente no momento em que se aproxima o pico de contaminação, as organizações abaixo listadas, compondo a Articulação em Defesa da Vida no Enfrentamento ao modelo mineral do Norte da Bahia, vêm por meio desta carta denunciar a situação e exigir que os poderes públicos adotem medidas para garantir os direitos dos/as trabalhadores/as do setor minerário, sobretudo o direito ao isolamento social com manutenção integral de seus salários, bem como de toda a população que sofre com risco de contaminação em função dos fatos já expostos, seja na cidade ou no campo. Destaca-se ainda a necessidade de que sejam realizadas ações de proteção dos povos e comunidades tradicionais que estão sob ameaça de contaminação em função das atividades minerárias, de modo que os moradores, muitos incluídos em grupos de risco, tenham a sua integridade preservada e que, em última instância, seja defendido o jeito tradicional de viver destes grupos!

Nada mais se espera que o compromisso com a vida e com a saúde da população e, nas palavras do Papa Francisco na Encíclica Laudato Si, que possamos cuidar da  “nossa casa comum”, defendendo a natureza para as atuais e próximas gerações, lembrando sempre que “tudo está estreitamente interligado no mundo” e que “o meio ambiente é um bem coletivo, patrimônio de toda a humanidade e responsabilidade de todos”!

Assinam este documento:

Articulação Estadual das Comunidades Tradicionais de Fundos e Fechos de Pasto;

Articulação e Coordenação Paroquial da Juventude – ACPJ;

Articulação Sindical da Borda do Lago de Sobradinho;

Associação de Advogados de Trabalhadores Rurais no Estado da Bahia – AATR;

Cáritas Brasileira Regional NE 3;

Coletivo Carrapicho Virtual;

Central das Associações Integradas de Uauá – Cachiu;

Central de Fundo e Fecho de Pasto, Senhor do Bonfim;

Coletivo de Jovens da região CUC (Canudos, Uaua e Curaçá);

Comissão Pastoral da Terra – CPT;

Conselho Indigenista Missionário – Cimi;

Conselho Pastoral dos Pescadores – CPP;

Cooperativa de Agropecuária Familiar de Canudos, Uauá e Curaçá – COOPERCUC;

Fórum das entidades populares de Campo Alegre de Lourdes;

Fórum das entidades populares de Curaçá;

Instituto Popular Memorial de Canudos – IPMC;

Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada – IRPAA;

Instituto Social Antônio Conselheiro, UAUÁ – ISAC;

Movimento Pela Soberania Popular na Mineração – MAM;

Movimento dos trabalhadores rurais sem Terra – MST;

Paróquia Bom Jesus da Boa Morte, Curaçá;

Pastoral Operária;

Serviço de Assistência Socioambiental no Campo e Cidade – Sajuc;

Serviço de Assessoria a Organizações Populares Rurais – Sasop.





SESAU registra quatro novos casos da COVID 19 em Juazeiro

Postado em 3 de junho de 2020 por Josélia Maria

No boletim desta quarta-feira (03), a Secretaria da Saúde informa que quatro novos casos da COVID 19 foram diagnosticados nas últimas 24h em Juazeiro. A SESAU ressalta que este crescimento é esperado em decorrência do mapeamento do status imunológico que o município tem realizado na cidade, ou seja, a testagem em profissionais dos serviços essenciais como saúde, segurança, limpeza e imprensa. Estão em andamento os testes nos profissionais de saúde.  

Com as confirmações de hoje, sobe para 97 o número de pessoas que testaram positivo para o novo coronavírus. Dos quatro novos casos confirmados, três são do sexo feminino (55, 54 e 31 anos), os resultados foram por teste rápido e uma é profissional de saúde. O outro caso positivo é do sexo masculino, 34 anos, e teve resultado por meio do Laboratório Central (LACEN) de Salvador. Os quatro pacientes estão em isolamento domiciliar, sem gravidade e sendo acompanhados pelas equipes de saúde do município. Juazeiro tem ainda o registro de cinco óbitos pela COVID19.

A SESAU informa que tem atualmente 760 notificações sendo que 537 exames já estão descartados por testarem negativo para a doença, outros 126 estão aguardando resultado ou realização de coleta. Dos 97 casos confirmados, 53 são do sexo feminino, 44 do sexo masculino e deste quantitativo total, 35 são profissionais de saúde.

Para o H1N1 não há alteração nos dados, permanecem as 73 notificações com confirmação de 18 casos, incluindo dois óbitos. Os demais pacientes positivos para H1N1 estão em seus domicílios e sem gravidade, uma vez que existe tratamento para a enfermidade. Estão em investigação 28 exames e outros 27 já foram descartados.

A secretaria permanece testando e monitorando pacientes de acordo com as diretrizes e normas técnicas do Governo do Estado da Bahia e do Ministério da Saúde, por isto o aumento considerável nas notificações para a doença. Qualquer dúvida referente à COVID 19 a população pode tirar através do WhatsApp (74) 99819- 3089 em horário comercial e dias úteis de segunda a sexta-feira.





Calendário de saque e transferência bancária da 2ª parcela do Auxílio Emergencial segue até o dia 13 de junho

Postado em 3 de junho de 2020 por Josélia Maria

A Prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade (SEDES), informa que a liberação da segunda parcela do Auxílio Emergencial para saque e transferência bancária segue até o dia 13 de junho. Iniciado no último sábado (30), o cronograma apresenta as datas de acordo com mês de nascimento do beneficiário para os que receberam o crédito em poupança digital e demais públicos. Recursos como pagamento de contas, de boletos e compras por meio de cartão de débitos já estavam disponíveis através de aplicativo da Caixa.

Mudanças relacionadas ao depósito em contas já existentes e restrições ao uso da poupança digital Caixa também foram adotadas nesta segunda parcela. Entretanto, alguns dos benefícios foram transferidos automaticamente para as contas utilizadas para depósito da primeira parcela. Nestas situações, o saque deverá ser realizado normalmente no banco para o qual o dinheiro foi enviado. Em caso de dúvidas ou consulta de situação do Auxílio Emergencial, os trabalhadores podem acessar o aplicativo Caixa TEM ou o site auxilio.caixa.gov.br.

A Prefeitura orienta, ainda, que não são necessárias aglomerações para saque do benefício e que o dinheiro continuará disponível em conta mesmo que não seja realizada a retirada nos dias estabelecidos no cronograma.

Confira o calendário de saques e transferência:

Nascidos em janeiro – 30 de maio

Nascidos em fevereiro – 1 de junho

Nascidos em março – 2 de junho

Nascidos em abril – 3 de junho

Nascidos em maio –  4 de junho

Nascidos em junho – 5 de junho

Nascidos em julho – 6 de junho

Nascidos em agosto – 8 de junho

Nascidos em setembro – 9 de junho

Nascidos em outubro – 10 de junho

Nascidos em novembro – 12 de junho

Nascidos em dezembro – 13 de junho





BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO Sento-Sé/BA, 03/06/2020.

Postado em 3 de junho de 2020 por Josélia Maria

A Secretaria Municipal de Saúde de Sento-Sé atualiza seu Boletim e informa que foram confirmados, por meio de teste rápido, mais dois casos de Covid-19 em nosso município.

Os pacientes que testaram positivo são um homem de 51 anos, que veio de cidade com transmissão comunitária, sintomático, em tratamento na Unidade Hospitalar; e uma mulher de 43 anos, assintomática, trabalhadora da área de saúde e que teve contato com o caso confirmado da Covid-19.

A exemplo dos outros casos, os pacientes encontram-se em isolamento, sendo monitorados pela Secretaria Municipal de Saúde.

A Prefeitura de Sento-Sé, através de sua SMS, seguirá fazendo a sua parte, adotando as medidas restritivas necessárias para resguardar a população. No entanto, é necessário o empenho de todos para evitar o contágio por esse perigoso vírus.

O quadro epidemiológico que enfrentamos requer o máximo de cuidado e de cooperação. Por isso, pedimos que mantenham a calma e intensifiquem as medidas de higiene e isolamento social.





CELPE INSTALA CÂMERAS TERMOGRÁFICAS PARA AUMENTAR EFICIÊNCIA NO COMBATE À COVID-19

Postado em 3 de junho de 2020 por Josélia Maria

A triagem térmica faz parte de uma série de medidas adotadas pela companhia como forma de diminuir os riscos da propagação do coronavírus

As câmeras termográficas, que aferem a temperatura corporal, são as mais recentes aliadas nas medidas preventivas ao Covid-19 para os colaboradores da Celpe. O sistema foi instalado na entrada do edifício-sede da empresa, no bairro da Boa Vista, região central do Recife, além do centro de equipes de prontidão, no bairro do Bongi, permitindo o controle diário dos colaboradores que precisam trabalhar presencialmente.

Ao chegar no local de trabalho, o colaborador é orientado a seguir as marcações no piso que o levarão ao ponto exato onde está instalado o equipamento. Bastam alguns segundos em pé, em frente à câmera, para que a tecnologia identifique a temperatura corporal. O resultado sai instantes depois. Caso seja detectada uma temperatura igual ou superior a 37,5ºC, o colaborador é orientado a retornar para casa e entrar em contato com o setor de saúde e segurança da empresa para acompanhamento, avaliação de sintomas e realização de exames.

“A câmera termográfica por infravermelho é uma tecnologia de ponta que, por meio de protocolos da medicina, permite uma triagem térmica de todos os colaboradores que precisam trabalhar presencialmente. Temos aumentado a eficiência das nossas medidas de saúde e segurança durante a pandemia, o que mostra o cuidado da Celpe e da Neoenergia com o bem-estar da equipe, garantindo o funcionamento de um serviço essencial como a energia elétrica”, diz Harley Albuquerque, gerente de Saúde e Segurança da Neoenergia.

A ferramenta está presente nas sedes de todas as distribuidoras da Neoenergia (Celpe/PE, Coelba/BA, Cosern/RN e Elektro/SP e MS), assim como na sede da holding, no Rio de Janeiro. Além disso, as usinas de geração de energia Termope (PE) e Baixo Iguaçu (PR) também contam com a tecnologia da câmera termográfica.

Medidas de prevenção

A Neoenergia tem realizado uma série de ações de forma a evitar a proliferação da Covid-19 para manter a continuidade e qualidade dos serviços essenciais de fornecimento de energia elétrica e atendimento à população. Ainda no início da quarentena, instaurou uma jornada de trabalho remoto para mais de 4 mil funcionários, adaptando, em apenas quatro dias, boa parte da sua estrutura operacional e tecnológica.

A empresa conta com uma equipe de técnicos de segurança que observam a atuação da operação de colaboradores próprios e de prestadores de serviços, reiterando práticas preventivas e as orientações das autoridades médicas para a prevenção ao novo coronavírus. O uso de máscaras por todos os profissionais e o distanciamento entre eles são obrigatórios. Além disso, são realizadas ações de conscientização e fornecidos kits de higiene como álcool em gel. A presença do técnico nas atividades de campo reforça a importância do comportamento seguro, estabelecendo o compromisso da empresa com a segurança e saúde de cada colaborador.

SOBRE A CELPE: a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), empresa da Neoenergia, distribui energia elétrica para os 184 municípios de Pernambuco e para a cidade de Pedras de Fogo, na Paraíba. Também é responsável pela geração e distribuição de energia elétrica no Arquipélago de Fernando de Noronha. Sua área de concessão é de 98,5 mil quilômetros quadrados. A empresa tem 3,6 milhões de clientes (9,4 milhões de habitantes).

SOBRE A NEOENERIGA: companhia de capital aberto com ações (NEO3) negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo. Parte do grupo espanhol Iberdrola, a empresa atua no Brasil desde 1997, sendo atualmente uma das líderes do setor elétrico do país. Presente em 18 estados, seus negócios estão divididos nas áreas de geração, transmissão, distribuição e comercialização. As suas distribuidoras, Coelba (BA), Celpe (PE), Cosern (RN) e Elektro (SP), atendem a mais de 14 milhões de clientes, o equivalente a uma população superior a 34 milhões de pessoas.

A Neoenergia possui 4,5 GW em geração, sendo 88% de energia renovável, e está implementando mais 1 GW com a construção de novos parques eólicos. Em transmissão, são 685,2 km de linhas em operação e 4.862 km em construção. Por meio do Instituto Neoenergia, fomenta o desenvolvimento sustentável a partir de ações socioambientais e, assim, contribui para a melhoria da qualidade de vida das comunidades onde a empresa atua, sobretudo, pessoas mais vulneráveis, visando sempre pelo desenvolvimento sustentável.