Destaques

Luciana Santos comanda abertura do 4º Seminário Internacional Mulheres e Repúblicas

Evento discute a participação feminina nos fenômenos políticos do Brasil República A governador ...

JOHREI

“Sendo o princípio do Johrei a irradiação da misteriosa luz invisível emanada do corpo hum ...

CERCA DE 3 MIL JOVENS PARTICIPARAM DO DNJ NESTE DOMINGO (17) NA CIDADE DE ARARIPINA

Cerca de três mil jovens católicos participaram neste domingo (17) em Araripina, no Sertão de Per ...

Partido que Bolsonaro vai criar já tem nome: Aliança Pelo Brasil

Postado em 12 de novembro de 2019 por Josélia Maria

O presidente Jair Bolsonaro PSL

© Marcos Corrêa/PR/Divulgação 

MSN

O partido que Jair Bolsonaro vai criar ao deixar o PSL já tem nome: Aliança Pelo Brasil. Decidido a deixar a legenda pela qual se elegeu, o presidente da República vai encampar a empreitada de fundar uma sigla do zero.





Gonzaga Patriota :incêndio em Santa Maria e morte do jornalista Inaldo Sampaio

Postado em 12 de novembro de 2019 por Josélia Maria

image-100000

No  vídeo o deputado federal Gonzaga Patriota fala  sobre o incêndio que  devastou mais de 700 hectares de caatinga em Santa Maria da Boa Vista, no Sertão de Pernambuco e sobre o falecimento do jornalista Inaldo Sampaio.

 

 




jr telecom

Filme de Luan Guimarães ganha o prêmio Curta Motivo 2019

Postado em 12 de novembro de 2019 por Josélia Maria

image-99993

O filme de Luan Matos Guimarães , 15 anos, aluno do colégio Motivo, filho de Flavio Luiz Gonçalves Guimarães – Gestor Regional do Sistema Fiepe e Thaís Matos Pires de Souza Guimarães- Médica Oftalmologista, foi o grande vencedor .

image-99994

Veja o video:

 





DEPUTADO FEDERAL BALEIA ROSSI RETUITA POST DA BLOGUEIRA

Postado em 12 de novembro de 2019 por Josélia Maria

image-99989

Deputado federal e Presidente Nacional do MDB ,Baleia Rossi ,que participou na noite desta segunda-feira(11) do ato de filiação do prefeito Miguel Coelho, Petrolina, retuitou post da blogueira Josélia Maria no twitter .

image-99990





Secretaria de Turismo e Lazer de Pernambuco é a primeira do Estado a lançar Código de Ética e Cartilha de Cultura Organizacional

Postado em 12 de novembro de 2019 por Josélia Maria

Lançamento das publicações foi nesta segunda-feira, pela manhã, no Centro de Convenções de Pernambuco. Próximo passo será a capacitação de todos os servidores

A Secretaria de Turismo e Lazer de Pernambuco lançou, na manhã desta segunda-feira, em evento na Sala Fernando de Noronha, no Centro de Convenções de Pernambuco, o Código de Ética e a Cartilha de Cultura Organizacional do órgão. A ação é pioneira entre as secretarias do Estado e veio para atender os requisitos definidos no Microsssistema Legal Anticorrupção. As publicações foram desenvolvidas no contexto do Programa de Integridade da Setur, concebido de fevereiro a outubro de 2019 pelo órgão.

O lançamento foi conduzido pelo secretário Rodrigo Novaes, ao lado do secretário executivo, Antônio Neves Baptista, e do vice-presidente da Empresa Pernambucana de Turismo, José Neves, e contou ainda com a presença da secretária da Controladoria Geral do Estado, Érika Lacet. Servidores da Setur e da Empetur também acompanharam a solenidade.

“É importante reforçar sempre os princípios éticos; no ambiente de trabalho e a criação do Código de Ética e da Cartilha de Cultura Organizacional da Setur vem para destacar isto. O pioneirismo da Secretaria em ações que prezam pela transparência só ressaltam a nossa preocupação com este tema”, afirmou o Secretário de Turismo e Lazer do Estado, Rodrigo Novaes.

Em linhas gerais, o Código atua como um manual de boas práticas para os membros da instituição, orientando acerca do comportamento nas relações internas e para com a população, além de aspectos como a segurança da informação. A iniciativa foi elogiada pela secretária da Controladoria Geral do Estado, Érika Lacet.

“É com grande satisfação que a gente recebe a notícia da implantação deste tipo de gestão na administração pública, que é de extrema importância para que os servidores tenham consciência do valor do comportamento ético e probo no cotidiano das instituições públicas. Hoje o Brasil atravessa uma fase muito difícil no tocante à corrupção e é muito importante essa capacitação e conscientização do servidores no sentido de trazer um serviço público melhor para a população”, destacou Érika.

O Código de Ética tem o intuito de melhorar a qualidade do serviço prestado pelos servidores e ainda de reduzir falhas e riscos de integridade. O coordenador da Superintendência Jurídica da Setur, Raphael Ribeiro, destaca o trabalho conjunto realizado por integrantes de todas as diretorias da casa que culminou com a entrega das duas publicações.

“Foi um trabalho de fevereiro a outubro, tocado pela Comissão de Desenvolvimento, composta por seis membros da casa, além do engajamento de mais de 50 pessoas para as definições das disposições. Contamos com o apoio do secretário Rodrigo Novaes, que determinou que fossem feitos os esforços necessários para conceber o Código e a Cartilha. Foram discutidas as identificações dos riscos e dos mecanismos de mitigação.O trabalho materializa as disposições do que pode ser feito por todos enquanto servidores da instituição”, explica Ribeiro.

O material produzido foi entregue à Controladoria Geral do Estado, que deverá analisar os textos e, assim que houver a aprovação, será Instalada uma Comissão de Integridade, que organizará a capacitação de todos os servidores. A cartilha será entregue, mediante recibo de comprometimento de todos os que compõem a secretaria. “A partir daí, vamos tocar o programa, com vigilância contínua em relação ao que foi definido como certo e errado, de forma objetiva”, finaliza o superintendente jurídico da Setur, Osmar Henrique Umbelino.




jr telecom

Nem leu e já tem opinião formada sobre o assunto

Postado em 12 de novembro de 2019 por Josélia Maria

Para um bom entendedor, meia palavra precisa da outra metade para de fato dizer alguma coisa. Aliás, precisa do contexto. Estou me referindo ao que está por trás das reportagens, títulos e imagens compartilhadas nas redes sociais, que nem sempre condizem com o que está lá na página original da notícia. Isso mesmo. Tem muita gente formando opinião e debatendo na superficialidade da manchete da reportagem.

Não como referência científica, mas mais a título de ilustração, sou jornalista e tenho, junto com outros repórteres, uma agência de notícias. Toda matéria publicada no site ganha asas a partir das redes sociais digitais. Quando comparo os dados de tráfego e interação nas redes e no site, as contas não batem. O volumoso número de curtidas e compartilhamento no Twitter, Facebook, Linkedin e outros não condiz com o que o relatório de cliques no site aponta. Em certas matérias, mais de 90% passou para a frente um texto que não leu.

De fato, o mais curioso, é que ao compartilhar, alguns até comentaram criticando ou reafirmando a matéria. Justamente em um momento de análise e de recebimento de dados, o internauta inverte o processo e faz com que a emissão de opinião se sobreponha à etapa de leitura e de reflexão da informação. Agora sim, com um caráter mais científico, a Universidade de Columbia, nos Estados Unidos, fez um experimento há três anos com usuários do Twitter. Links de reportagens foram compartilhados na rede a partir de encurtadores de URL, e o resultado foi revelador. Cerca de 60% dos usuários que compartilharam e comentaram não clicaram nos endereços.

Quando a leitura não ultrapassa a básica percepção do que o título da matéria e a imagem veiculada dizem, não se deve esperar que o debate ou a verborragia raivosa sejam mais profundos que uma poça d’água. Toma-se o livro pela capa, e é neste espaço que surge o problema da desinformação. O cenário que isso resulta pode ser o mais diverso possível, que vai desde uma discussão sem pé nem cabeça que não dará em nada, até o compartilhamento de fake news, mentiras, notícias desatualizadas e golpes. E vale destacar que quem compartilha assume a responsabilidade tanto quanto quem cria, afinal de contas, está dando o seu aval.

Ver o título e dar a matéria como lida a partir daí, ou ainda, nem ler o título e já ir comentando somente pelo tom da discussão revela uma parcela do comportamento de irresponsabilidade de internautas na rede, que ainda teimam em achar que estão navegando em um espaço sem regras e sem qualquer reflexo com a “vida real”.

Mas tem conexão, e as barreiras entre o on-line e o off-line já deixaram de existir, sobretudo quando efeitos práticos, como eleições presidenciais e decisões políticas são tomadas ao sabor dos ânimos e do fluxo de mensagens na rede. Não ler e achar que esse mundo digital é de brinquedo é o que nos faz por conta própria enviar uma foto para um aplicativo que vai usar nossa identidade facial para interesses privados, é o que nos motiva a clicar em contratos digitais que dão direito a terceiros acessarem nossos dados particulares, a nossa privacidade.

O principal agravante aqui é a falsa sensação de que para existir no ambiente digital as pessoas precisam manifestar sua presença a todo momento, como se somente o navegar não fosse o suficiente se não for acompanhado de ações concretas, como curtir e compartilhar. A vigilância mútua dos usuários, as cobranças diárias para que as pessoas tomem posição entre opções maniqueístas, a abominação e ojeriza aos “isentões”, e a ilusória sensação de que os outros estão produzindo algo e que, portanto, é obrigatório agir para não ficar para trás, são situações que pressionam o internauta a ignorar os fatos e conteúdos, e a seguir o comportamento de horda.

Não há dica aqui que substitua a sempre boa companheira “atenção”. A garantia de que você não está contribuindo para a desinformação está a um clique de distância. Ou seja, começa por se certificar que não está passando para frente uma informação sem qualidade ou falsa. Não adianta se esconder na desculpa de que curtiu ou compartilhou porque a informação veio de um amigo de muita estima e que dá o aval para tudo o que ele produzir.

Por isso, no combate ao debate raso e sobretudo à desinformação, é preciso ultrapassar a superficialidade do título e da imagem compartilhada. Antes de digitar, curtir, manifestar apoio ou passar para frente, certifique-se sempre de que leu o conteúdo original e de que ele não é falso. Existe um abismo entre o que está nas redes sociais e o conteúdo replicado. E tem muita gente caindo neste buraco sem fim e puxando muitos outros junto. A gratuidade do compartilhamento e dos comentários é tão perversa quanto a intenção de quem busca desinformar na rede. Portanto, é fundamental parcimônia, e sobretudo, navegar com a razão e menos com o coração.

Autor: Alexsandro Ribeiro é professor nos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda do Centro Universitário Internacional Uninter.





FBC destaca união com Jarbas e lança Henry

Postado em 11 de novembro de 2019 por Josélia Maria

Ao discursar, há pouco, no ato de filiação do seu filho ao MDB, o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, o senador Fernando Bezerra Coelho, líder do Governo no Senado, disse que está coeso com o grupo do senador Jarbas Vasconcelos. “O MDB vive um novo momento, da renovação de Pernambuco. Jarbas, Henry e eu estamos unidos e falando a mesma linguagem, a linguagem de um Pernambuco mais próspero e justo”, afirmou.

Na presença do presidente nacional do MDB, Baleia Rossi (SP), do governador de Brasília, Ibaneis Rocha, e do presidente estadual Raul Henry, Fernando disse que ficou acertado, na última reunião do diretório nacional do MDB, que o partido lançará candidato em todas as capitais e em colégios eleitorais acima de 200 mil eleitores.

“Nosso propósito é eleger mil prefeitos no País. Aqui em Pernambuco, temos apenas 17 prefeitos e queremos muito mais. E muito mais é eleger também Henry prefeito do Recife”, assinalou.

Em seu discurso, o presidente estadual do MDB, Raul Henry, não fez nenhuma referência à uma possível candidatura dele a prefeito do Recife. Preferiu destacar a trajetória do partido no plano nacional, especialmente em Pernambuco, na figura de Jarbas Vasconcelos, e foi enfático, no entanto, ao afirmar que o partido vive um novo momento com a chegada de Baleia Rossi na presidência nacional e a unidade do Estado com ele, Jarbas e, agora, Fernando Bezerra Coelho. Ele disse, ainda, que o MDB quer sair vitorioso das urnas em 2020 e se fortalecer novamente como o maior partido do País, sobretudo, fazendo o maior número de prefeitos em Pernambuco.

Blog do Magno





“Miguel é exemplo de trabalho e competência, seja bem vindo ao MDB”, diz Raul Henry

Postado em 11 de novembro de 2019 por Josélia Maria

No ato de filiação do MDB em Petrolina, o deputado federal Raul Henry, presidente do MDB em Pernambuco, disse que Miguel Coelho é exemplo de trabalho e competência.

“Miguel é um exemplo Miguel é exemplo de trabalho e competência, seja bem vindo ao MDB”, diz Raul Henry.

“Vamos fazer com que o MDB tenha um papel decisivo na política de Pernambuco, e para isso acontecer precisamos de nomes novos e pessoas que queiram trabalhar pelo o povo”, finaliza Raul.

Política/AF Newss/Foto: AF