Cantor Del Feliz visita Petrolina e Juazeiro depois de homenagem a Luiz Gonzaga em Macao ( China) e participação no Brazilian Day (Nova Iorque)

Cantor Del Feliz visita Petrolina e Juazeiro depois de homenagem a Luiz Gonzaga em Macao ( China) e participação no Brazilian Day (Nova Iorque)

Considerado um fiel representante do forró de raiz, verdadeiro guardião da pura cultura nordestina, Del Feliz resgata o autêntico “forró pé-de-serra” e a poesia como um dos valores primordiais da sua real identidade musical.

Edu Casanova e Del Feliz

Além de fazer homenagem a Luiz Gonzaga em Macao, na China, , o cantor Del Feliz também participou do Brazilian Day e da Lavagem da Rua 46, em Nova Iorque, Estados Unidos.O Brazilian Day de Nova Iorque, que é o maior evento de brasileiros fora do Brasil, contou com a participação de mais de um milhão de pessoas, e teve também atrações como: Latino, Jorge e Mateus, Magary Lord, Armandinho e Edu Casanova.

Nesta quinta-feira ( 15) e sexta-feira (16), Del Feliz visitou as cidades de Petrolina(PE) e Juazeiro(BA) onde apresentou o seu mais recente trabalho “Pé e Cabeça” aos veículos de comunicação das duas cidades. 

 Gazzeta
Forró com pé, cabeça e coração O último CD do forrozeiro Del Feliz se chama „Pé e Cabeça‟ e tem 17 músicas, sendo 11 inéditas. “Misturei canções populares com clássicos do forró e composições minhas. O álbum brinca com o dito popular: tem pé e cabeça. O pé no chão é o forró de raiz e a cabeça está aberta para as novidades musicais. Busquei equilibrar tradição e modernidade”, conta o artista. As faixas mantiveram os instrumentos primordiais que caracterizam a autêntica música nordestina (zambumba, triângulo e sanfona), mas têm arranjos modernos com melodias alegres.
TV São Francisco

Para marcar a ideia da diversidade, ele fez releitura de músicas de Benito di Paula (Amigo do Sol, amigo da lua) e Tim Maia (Um dia de domingo e o pout-pourri de Você e Leva). Regravou Dominguinhos (Minhas Desculpas), Luiz Gonzaga (Faça isso não), Dorgival Dantas (Sou mais eu) e fez duas homenagens ao centenário de Luiz Gonzaga: Transbaião e 100 anos de Gonzagão. O romantismo, marca registrada da discografia de Del, também faz parte do novo trabalho. “A essência desse disco, assim como todos que já fiz, é o amor”, explica Del. Seja na exaltação da mulher amada ou num lamento de saudades, o viés da maioria das músicas é romântico.

TV Grande Rio

Del Feliz ainda não se apresentou na região e vê a possibilidade de tocar na Festa dos Sanfoneiros da Rádio A Voz do São Francisco, após contato com o consultor de marketing Batista Cavalcanti.

O cantor tem parceria com Geraldo Azevedo na música “Petrolina” , composição de Rosalvo Antonio.

*Agradecimento: Rádio Cidade AM 870,Rádio Tabajara FM, Rádio Grande Rio AM, Rádio A Voz do São Francisco,TV São Francisco, TV Grande Rio ,Gazzeta,Blog da Josélia

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar