Mendonça Filho quer que comissões da Câmara fiscalizem uso do FGTS pelo governo

Mendonça Filho quer que comissões da Câmara fiscalizem uso do FGTS pelo governo

A-Bola-mucha-da-Dilma-SLJ-274-624x416
O líder do Democratas na Câmara dos Deputados, Mendonça Filho (PE), apresentou uma proposta de fiscalização e controle do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) na Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio da Casa (CDEIC).
A intenção é supervisionar com o auxílio do Tribunal de Contas da União (TCU) a gerência do governo federal no fundo, que é, nas palavras do democrata, a “poupança compulsória do trabalhador brasileiro. Protocolado nesta quarta-feira (11/6), a mesma proposta também deve ser encaminhada à Comissão de Fiscalização Financeira e Controle.
De acordo com Mendonça, o fundo tem sido visto pelo governo como “uma fonte barata de recursos” na condução do projeto político da atual administração. Ele também atenta para a perda de valor real da aplicação, que vem rendendo menos que a inflação.
“A rentabilidade atual do fundo tem sido suficiente para cobrir apenas metade da elevada inflação que vivenciamos. Acrescido ao fato de que ele está sendo dilapidado pelo governo com operações, no mínimo, suspeitas”, argumenta o deputado em sua justificativa.
Entre essas operações, o líder do Democratas chama a atenção para a recente manobra do governo que vinculou a dívida bilionária da Caixa como “dívida subordinada do FGTS”, algo que fugiria completamente às finalidades do fundo.
“Trata-se de mais um veículo loteado pelo atual governo, que indica para seu Comitê de Investimentos membros mais preocupados com critérios políticos do que técnicos. Vamos pedir uma auditoria completa no FGTS e, principalmente,  no seu fundo de investimento [FI-FGTS] para avaliar o nível de irresponsabilidade que está sendo praticado com o patrimônio dos trabalhadores”, concluiu.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar