Em Pernambuco, Lula admite que houve roubo na Petrobras e pede prisão para culpados

Em Pernambuco, Lula admite que houve roubo na Petrobras e pede prisão para culpados

lula-cerveja

Por Jamildo Melo

O ex-presidente Lula aproveitou a inauguração de uma cervejaria, na Região Metropolitana do Recife, para defender o ajuste fiscal do governo Dilma e falar de combate à corrupção e da Petrobrás.

“A Petrobras não acabou. As ações estão se valorizando. E o pais não vai acabar não. Os brasileiros não tem noção do quão forte ele é. Se alguém roubou a Petrobras que prendam quem roubou. Para isto que tem a Justiça”, afirmou, marcando uma inflexão no discurso, menos de uma semana após a prisão do tesoureiro do PT, João Vacarri.

Em seus discursos, Lula costuma criticar a mídia golpista e a elite branca. Com a ajuda dos sindicatos ligado a à CUT, insistia na tese de defesa da estatal, sem criticar de forma enfática as pessoas acusadas de serem responsáveis pelos desvios, muitos deles ligados ao partido dos trabalhadores.

Lula também voltou a criticar o pessimismo de alguns brasileiros, ao defender o ajuste fiscal do governo Dilma.

“É necessário fazer os ajustes. Se alguém acreditar que não vai quebrar a cara. Aqui em Pernambuco mesmo, quando Eduardo Campos assumiu, ele precisou fazer ajustes”, afirmou, dirigindo-se a Paulo Câmara, sucessor do ex-governador socialista, falecido no ano passado, em um acidente de avião em São Paulo.

No mesmo evento, o ex-presidente Lula bebeu um gole da cerveja Itaipava, na inauguração da unidade, onde recebeu um cachê não revelado para fazer uma palestra motivacional. Após tomar um copo de Itaipava, ironizou os políticos e as limitações em público. “Minha assessoria vai ficar puta porque político não pode aparecer em evento público bebendo cerveja. Mas eu não tenho cargo público, eu não recebo dinheiro público, então eu posso fazer o que eu quiser.”, afirmou.

Com informações de Marcela Balbino

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Fechar
Fechar