Direto de Brasília, Guilherme Coelho comemora aprovação de emendas na MP 707

Direto de Brasília, Guilherme Coelho comemora aprovação de emendas na MP 707

Guilherme Coelho Brasília

Na manhã de  (19/04), entrou em análise na Comissão Mista do Senado Federal o texto da Medida Provisória de número 707, que trata essencialmente da renegociação de dívidas dos produtores rurais da região Nordeste do país. O vice-prefeito de Petrolina, Guilherme Coelho, que acompanhou presencialmente a votação em Brasília, comemora a aprovação das emendas pela Comissão Mista que analisa a matéria.

Entre as emendas aprovados na sessão, está a liquidação e/ou repactuação de dívidas com descontos, uma carência de 4 anos para o vencimento da primeira parcela (2021), e um prazo de até 10 anos para parcelamento das dívidas (novembro de 2030). Na proposta, os juros aplicados ao parcelamento serão de 0,5 a 2,0% ao ano para agricultores familiares, e de 3,5% para os demais produtores rurais. Suspender processos de cobranças judiciais e a criação de um “Seguro Seca” também foram aprovadas na votação.

“Demos um passo importantíssimo para que a produção agrícola no Nordeste ganhe um novo fôlego, mas só vencemos uma etapa. A proposta ainda precisa ser aprovada pelo Congresso e pelo Senado. É fundamental, para isso, que os agricultores e produtores vistam a camisa, se envolvam e reivindiquem para que o projeto seja votado na íntegra”, defende Guilherme Coelho, conclamando a mobilização de todos.

A Comissão Mista é formada por 26 membros, divididos entre deputados federais e senadores. Tem como presidente o senador de Pernambuco, Fernando Bezerra Coelho (PSB) e como relator o deputado Marx Beltrão (PMDB-AL). Se for aprovado no Congresso e no Senado, a MP ainda passará pela sanção da presidência da república.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar