Operação Torrentes prende mais três investigados

Operação Torrentes prende mais três investigados

Do G1/PE

A Polícia Federal (PF) cumpriu novos mandados de prisão dentro da Operação Torrentes, que investiga o desvio de dinheiro em obras de reconstrução em cidades atingidas por enchentes em Pernambuco e seca no Maranhão. Três pessoas foram presas preventivamente, ou seja, por tempo indeterminado, ontem, no Recife, Jaboatão dos Guararapes e São Luís (MA).

Foi preso o coronel da reserva da Polícia Militar do Maranhão, Carlos Roberto de Souza Lima, no bairro Renascença, em São Luís. Ele já havia sido alvo de mandado de busca e apreensão na residência dele, no Maranhão, dentro da Operação Torrentes 2, e foi indiciado por tráfico de influência, que prevê pena de até cinco anos.

Também foi preso o advogado Daniel Pereira da Costa Lucas, 51 anos, no bairro de Piedade, em Jaboatão, no Grande Recife. Ele foi indiciado por corrupção ativa, peculato e lavagem dinheiro. As penas podem ultrapassar 20 anos de reclusão. Ele foi preso três vezes dentro da Operação Torrentes 1 e 2.

Ainda foi preso o pastor evangélico José Bezerra dos Santos, 62 anos, no bairro do Espinheiro, na Zona Norte do Recife. Ele foi indiciado por tráfico de influência. O religioso ainda não havia sido preso dentro da Operação Torrentes.

As prisões preventivas foram decretadas pela 13ª Vara da Justiça Federal. Os três presos foram interrogados pela PF e encaminhados para o exame do corpo de delito.

Em seguida, passaram por audiência de custódia, onde foram confirmadas as prisões preventivas. Eles já foram levados para unidade prisionais não informadas.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar