Recital, poesia e música deu o tom da abertura da Fliu

Recital, poesia e música deu o tom da abertura da Fliu

Na noite desta quinta-feira (14), na abertura da Festa Literária de Uauá – Fliu. O público da cidade, com pouco mais de 24 mil habitantes, abriu as portas para os amantes das artes, da cultura popular e do sertão. Na cerimônia de abertura, a Fliu contou com a presença do secretário estadual de educação, Jerônimo Rodrigues, o curador da festa, Maviael Melo, o prefeito da cidade, Lindomar Dantas e o deputado estadual Zó, da região de Juazeiro.

A primeira noite com o recital de Manoel Neto, homenageado da Fliu e a mesa Dois dedos de prosa e um tanto de poesia” com António Marinho e Lirinha, deu o tom da Festa. Com de mais de 200 pessoas presentes e transmissão ao vivo pelo YouTube, Maviael Melo, mediador da mesa, iniciou o encontro com uma poesia, que como ele citou “escrita na correria” mas que exemplifica muito bem o que esperar da mesa. “Com alguns dedos de prosa; De uns doidos por poesia; Assim a FLIU se inicia; Nessa sala primorosa; Lirinha traz numa rosa; O cheiro bom do caminho; Encanto e verso Marinho; É poesia em movimento; Para alinhar o pensamento”, declamou o curador.

Lirinha trouxe um pouco da sua história na poesia iniciada aos 12 anos e logo depois a sua passagem pelo teatro e a união dessas duas artes tornou-se o artista que é hoje. Marinho contou um pouco da história da poesia da região, versão um pouco mais de cantador e outra mais acadêmica, com a história João Nunes da Costa, que fugiu da cidade do Recife, com sua família de poetas, no século XVII, sendo a família fundadora da Serra de Teixeira e a partir desta família os primeiro cordelista começam a surgir na região.

Os convidados ressaltaram a importância da cultura popular, como a poesia é resistência e a necessidade de incluir o repente, o cordel, a poesia de região na formação do estudante e no meio acadêmico. “A literatura oral não está na nos livros oficiais da literatura brasileira”, pontuou Lirinha, fazendo relação com necessidade de falar dos grandes poetas como Castro Alves, mas também de poetas locais como Fabião das Queimadas, escravo nascido na Lei do Ventre Livre que comprou a euforia de sua mãe com dinheiro das suas poesias.

A contação de histórias dos convidados foi só começo, poesia, cordel e música complementaram a programação. O palco montado na praça central da cidade recebeu os artistas Nilton Freittas, Josyara e o grupo Em Canto e Poesia, no qual Marinho integra juntamente com os dois irmãos.

A Fliu é uma realização da Uauá Projetos Criativos e da Prefeitura de Uauá, idealizada por Mercia Beatriz com coordenação e produção de Ellen Ferreira, Lorena Ribeiro e Antônio Nikiel, com curadoria de Maviael Melo.

O evento tem patrocínio do Governo do Estado da Bahia, por meio da Secretaria de Turismo/Bahiatursa, Secretaria de Desenvolvimento Rural/CAR, Secretaria de Educação e da Secretaria de Cultura/Fundação Pedro Calmon, além do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB), Cooperativa Agropecuária Familiar de Canudos, Uauá e Curaçá (COOPERCUC) e do Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada (IRPAA).

Serviço:O que: FLIU – Festa Literária de UauáOnde: Uauá, no Sertão BaianoQuando: 14, 15 e 16 de novembro de 2019Aberto ao Público

SEXTA-FEIRA – 15/11

Local: Plenária – Colégio Estadual Nossa Senhora AuxiliadoraManhã 09:00h – Abertura Cultural – Apresentações Artísticas com Estudantes de Escolas Municipais09:30h – Mesa Temática 2: “Minha poesia cabe na sua melodia?” Juliana Ribeiro / Cida Pedrosa Mediação: Érika Ribeiro (Pók Ribeiro)11:00h – Mesa Temática 3: “A Poesia é Pop”Pedro Stkls / Thiago Soeiro / Aline Monteiro / Poeta Lucão Mediação: Áquila EmanuelleTarde 14:00h – Jovens Comunicadores – Emília Mazzeo14:30h – Mesa Temática 4: “A Literatura dos Pirilampos em forma de poesia, prosa e música” Érika Ribeiro (Pók Ribeiro) / BGG da Mata Virgem / Gildemar Sena / Zecalu Mediador: Roberto Dantas16:00h – Mesa Temática 5: “Povos tradicionais: Resistências e Diversidades” Daniel Munduruku / Pola Ribeiro Mediação: Cícero Felix18:00h – Espetáculo Lítero-Musical “O Velho Homem Rio” com Celo Costa19:00h – Cortejo Baque Opará

Local: Casa ParoquialManhã

Programação Infantil10:00h – Essa toalha tem história – Sálua Chequer11:00h – Cordel Animado – Mariane Bigio e Milla Bigio

TardeCineclube14:00h – Exibição de Filmes e Documentários

Local: Calçadão 17:30h – Árvore do Livro – Mariane Bigio e Milla Bigio

Local: Coreto 19:00h – Sarau da Onça / Intervenções culturais19:40h – Sarau Uauá / Intervenções culturais20:20h – Nelson Maca / Intervenções culturais

Palco – Praça São João Batista21:00h – A Poesia é Pop – O Amor mora aqui21:45h – Rennan Mendes 22:30h – Juliana Ribeiro23:00h – Maciel Melo

Local: Câmara de Vereadores Exposição Bel Borba

SÁBADO – 16/11

Local: Plenária – Colégio Estadual Nossa Senhora AuxiliadoraManhã 09:00h – Abertura Cultural – Apresentações Artísticas com Estudantes de Escolas Municipais09:30h – Mesa Temática 6: “O uso do sertão e da favela na dramaturgia brasileira – Mais que simplesmente cenário” Paulo Lins / Wilson Freire Mediação: Josemar Pinzoh 11:00h – Bate Papo Literário com Tom Farias e Siba Veloso – Lançando Livros participação de Emmanuel MirdadTarde14:00h – Abertura Cultural – Apresentações Artísticas com Estudantes de Escolas Municipais14:30h – Mesa Temática 7: “Entre rap e o repente”Bráulio Tavares / Jéssica Caitano / Bule Bule Mediação: Nelson Maca16:00h – Abertura Cultural – Apresentações Artísticas com Estudantes de Escolas Municipais16:30h – Mesa Temática 8: “A arte se preocupa muito mais com a política do que a política com a arte?” Franklin Martins / Emiliano José Mediação: Jorge Portugal?18:00h – Lançamento de livros Emiliano José / Jorge Portugal / Pók Ribeiro/ Zecalu / Socorro Lacerda / Bule Bule / Maciel Melo/ Siba.Local: Casa Paroquial

ManhãProgramação Infantil
10:00h – Essa toalha tem história – Sálua Chequer11:00h – O Mistério de Feiurinha – Cia Teatral Relicário

TardeCineclube14:00h – Exibição de Filmes e Documentários

Local: Calçadão 17:00h – Árvore do Livro – Mariane Bigio e Milla BigioLocal: Coreto18:00h – Encontro de Pé de Bode19:00h – Sarau da Onça / Intervenções Culturais20:00h – Nelson Maca / Intervenções Culturais

Palco São João Batista21:00h – Jéssica Caitano 21:30h – Cláudio Barris22:00h – Encontro de Cantadores Homenageia Raymundo Sodré – Maviael Melo / João Sereno / Celo Costa / Carlos Villela23:15h – Siba e Mestre NicoLocal: Câmara de Vereadores Exposição Bel Borba18:00h – Lançamento de Livros Emiliano José / Jorge Portugal / Erika Pok / Zecalu / Socorro Lacerda / Bule Bule / Maciel Melo

Para conhecer a FLIU:

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar