Destaques

Lóssio visita Caruaru

Júlio Lóssio em CaruaruFoto: Raquel Elblaus/ Divulgação Blog da Folha O candidato ao governo de ...

Zó recebe apoio da população de cidades do interior

Dando início a mais uma caminhada rumo a Assembleia Legislativa da Bahia, o candidato a deputado es ...

“Com investimentos, Paulo Câmara acaba com ‘lata d’água na cabeça’ do sertanejo”, diz prefeito de Iguaracy

A determinação do governador e candidato à reeleição, Paulo Câmara (PSB), em realizar cada vez ...

Caravana Verde chega ao Agreste pernambucano neste sábado (18)

Postado em 18 de agosto de 2018 por Josélia Maria

image-83825

As cidades de Caruaru e Santa Cruz do Capibaribe receberão, neste sábado (18), os candidatos a governador e vice pela Rede Sustentabilidade, Julio Lossio e Luciano Bezerra, além da candidata ao Senado, Adriana Rocha. Com a Caravana Verde, eles pretendem realizar visitas em todas as regiões de Pernambuco.

Em Caruaru, será realizada uma caminhada com concentração às 9h, no Grande Hotel, localizado na Av. Rio branco. Já em Santa Cruz do Capibaribe, ocorrerá o Grande Evento, a partir das 16h, no Cellebre Recepções.

De acordo com Lossio, visitar todas as regiões do estado é fundamental para compreender as necessidades específicas da população. “Começamos pelo Agreste devido sua grande importância para o desenvolvimento econômico de Pernambuco, além de ser a região do nosso futuro vice-governador, Luciano Bezerra”, afirmou.

AGENDA LOSSIO  SÁBADO, 18 DE AGOSTO DE 2018:

Caravana Verde no Agreste:

Caminhada em Caruaru:

Concentração: às 9:00, no início da Av. Rio branco, no Grande Hotel;

12:00 – Almoço com Lideranças do Agreste;

16:00 – Grande Evento em Santa Cruz do Capibaribe

Local: CELLEBRE Recepções – Rua Maria Carneiro Pontes, 94, Bairro Nova Santa Cruz;

18:00 – Reunião interna;

20:00 – Gravação de Guia para as Mídias Sociais.




jr telecom

Gonzaga Patriota acompanha Paulo Câmara em visita a Adutora do Moxotó, Sertânia

Postado em 18 de agosto de 2018 por Josélia Maria

Nesta sexta-feira (17), o deputado federal Gonzaga Patriota (PSB), candidato à reeleição, reservou a agenda para acompanhar o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), durante visita ao município de Sertânia. Na ocasião, a comitiva inspecionou as obras da Adutora do Moxotó, um investimento da ordem de R$ 85 milhões, que beneficiará cerca de 400 mil habitantes dos municípios de Arcoverde, Pesqueira, Venturosa, Pedra, Alagoinha, Sanharó, Belo Jardim, Tacaimbó, São Bento do Una e São Caetano.

“Estamos acompanhando mais uma agenda do governador, dessa vez, inspecionando essa importante obra que contribui para melhoria da população dessa região. É gratificante participar dessas agendas e sentir de perto que, com um bom trabalho, podemos fazer a diferença na vida das pessoas”, destacou Gonzaga.

A estrutura de captação na Barragem do Moxotó, no Eixo Leste da Transposição, compreende 70 km de adutora em tubos de ferro de 600mm de diâmetro, três estações de bombeamento e capacidade de vazão de 450 l/s. O sistema alimentará a Estação de Tratamento de Água de Arcoverde e se interligará aos trechos já construídos da Adutora do Agreste.

Estiveram presentes também Jarbas Vasconcelos; Humberto Costa; o prefeito de  Sertânia,  Ângelo Ferreira e a prefeita  de Arcoverde, Madalena Britto.

Ainda em Sertânia, Gonzaga Patriota, ao lado do candidato a deputado estadual, Alvinho Patriota, participou do evento intitulado: “Encontro da Juventude”, que reuniu mais de 10 mil pessoas, entre estudantes, pais, professores, autoridades locais e lideranças políticas e comunitárias.




jr telecom

Confronto Marina – Bolsonaro marca debate na Rede TV

Postado em 18 de agosto de 2018 por Josélia Maria

image-83819

Líderes das pesquisas sem Lula têm o primeiro enfrentamento da campanha

O Globo

Num debate em que candidatos evitavam fazer acusações pessoais e no qual o emprego predominou como tema, um enfrentamento entre Jair Bolsonaro (PSL) e Marina Silva (Rede) foi o principal momento no encontro de presidenciáveis, ontem à noite, na RedeTV!. Foi a primeira vez na campanha que os dois, líderes nas pesquisas de intenção de votos nos cenários sem Lula (PT), tiveram um embate direto.

No final do quarto bloco, Bolsonaro escolheu Marina para perguntar se ela concordava com a ideia, defendida por ele, de liberar o armamento para a população. Marina respondeu que não, mas voltou ao tema da equiparação salarial entre homem e mulher. Pouco antes, Bolsonaro havia dito que o governo não tem como interferir no tema se a diferença ocorre no setor privado, e que não há muito a fazer pois a legislação já prevê equiparação.

Marina afirmou que o adversário não sabe “o que significa uma mulher ganhar um salário menor, ter a mesma competência e ser a primeira a ser demitida”, acusando o candidato do PSL de “não se preocupar” com a questão.

— Quando se é presidente, tem que fazer cumprir o artigo 5º da Constituição, que diz que nenhuma mulher deve ser discriminada, e não fazer vista grossa.

Bolsonaro contra-atacou chamando a candidata da Rede de “uma evangélica que defende aborto e maconha”.

— Você não sabe o que é uma mulher ter um filho jogado no mundo das drogas. Eu defendo a mulher, inclusive a castração química para estupradores. Você não pode me interromper.

Em seguida, Marina encerrou com a declaração mais incisiva:

— Você acha que pode resolver tudo no grito, na violência. Nós somos mães, educamos nosso filhos. Você fica ensinando para os jovens que têm de resolver as coisas na base do grito, Bolsonaro. Outro dia, você pegou a mãozinha de uma criança e ensinou a atirar. Você sabe o que a Bíblia diz sobre ensinar uma criança? A Bíblia diz que se deve ensinar à criança o caminho que deve andar. É esse ensinamento que você quer dar ao povo brasileiro? — questionou Marina, que ouviu aplausos da plateia e foi cumprimentada por Guilherme Boulos, candidato do PSOL. — Obrigado, Marina, por botar o Bolsonaro em seu devido lugar.

CIRO E ALCKMIN

Na maior parte do tempo, o emprego foi o principal ponto de discussão entre os presidenciáveis. O incremento da construção civil foi citada como um ponto de partida para a criação de novos postos de trabalho.

Em um embate entre Ciro Gomes (PDT) e Geraldo Alckmin (PSDB), o pedetista citou a proposta de renegociar a dívida das 63 milhões de pessoas inscritas no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) como um dos “motores da economia”, enquanto o tucano defendeu novamente a reforma tributária, com criação de um Imposto sobre Valor Agregado (IVA) que substituiria outros cinco tributos.

O candidato do PDT tentou associar o tucano ao governo Michel Temer, citando o apoio do PSDB à aprovação do teto de gastos públicos. Alckmin, por sua vez, tentou colar Ciro aos governos do PT:

— As contas públicas estouraram todas no tempo do PT. O resultado são 13 milhões de desempregados e total descontrole das contas públicas. (…) A PEC do teto foi uma vacina contra o PT e seus aliados.

Questionado por Henrique Meirelles (MDB) sobre seu plano para enfrentar o desemprego, Bolsonaro deu uma resposta vaga. O candidato do PSL disse que no governo Lula, quando Meirelles era presidente do Banco Central, o BNDES emprestava “para amigos do rei”, defendeu a desburocratização para a abertura de empresas e “desregulamentar muita coisa no Brasil” .

Já Alvaro Dias (Podemos) ligou os escândalos recentes de corrupção ao aumento do desemprego, porque, segundo ele, a crise “expulsou investimentos”. Sem explicar como atingiria a meta, prometeu criar 10 milhões de empregos e gerar um crescimento médio de 5% do Produto Interno Bruto (PIB) ao ano.

Bolsonaro deu um passo além na sua proposta de aumentar a presença militar nas escolas:

— Vamos fazer a militarização das escolas. Trazer diretores vindos do meio militar, botar a garotada para aprender algo além de ideologia de gênero. Hoje, o professor está mais preocupado em não apanhar do que em ensinar.

Na dobradinha que mais se repetiu no debate, Ciro e Alckmin abordaram outra questão econômica: a política de juros. O pedetista fez questão de mostrar a divergência em relação ao modelo praticado nos governos do PT e do PSDB e criticou a queda no número de indústrias no país.

— Proponho política de comércio exterior sem favorecimento. Faz sentido importar gasolina sendo um dos maiores produtores de petróleo?

O tucano defendeu a redução de gastos do governo como uma medida para forçar a queda dos juros e, sobre o setor de óleo e gás, defendeu a atração de investimentos externos:

— A Petrobras não tem dinheiro para tudo. Precisa trazer investimento privado. Vou quebrar o monopólio do refino na prática e trazer investimento para o Brasil — afirmou Alckmin, que criticou o “corporativismo” da greve dos caminhoneiros.

SEM PÚLPITO PARA LULA

O único que citou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, para dizer que ele não pode ser candidato, foi Alvaro Dias (Pode):

— Não é preso político, é político preso. É uma afronta, um violência à legalidade. É a vergonha nacional essa encenação de uma candidatura. Ou respeitamos o estado democrático de direito ou desistimos da democracia

A RedeTV ! pretendia deixar uma cadeira vazia, reservada para Lula. O petista foi convidado para participar do debate porque o PT registrou sua candidatura no Tribunal Superior Eleitoral.

Bolsonaro, no entanto, pediu a retirada do púlpito reservado para Lula. O candidato do PSL procurou a direção da RedeTV! cerca de 40 minutos antes de o debate começar. Houve uma consulta aos demais candidatos. Todos votaram contra, com exceção de Guilherme Boulos (PSOL).




jr telecom

Bolsonaro confere “cola” na mão ao responder a Marina

Postado em 18 de agosto de 2018 por Josélia Maria

Candidato olhou anotações com dizeres ‘pesquisa’, ‘armas’ e ‘Lula’

O Globo

No penúltimo bloco do segundo debate entre os presidenciáveis, Jair Bolsonaro(PSL) foi flagrado conferindo anotações na própria mão momentos antes de fazer uma pergunta para Marina Silva (REDE) sobre o porte de armas. O deputado federal estava no centro do estúdio quando resolveu ‘colar’ três tópicos que havia escrito em sua pele: eram eles as palavras “pesquisa”, “armas” e “Lula”.

Bolsonaro, além da pergunta sobre armamentos para a ex-ministra, também fez um comentário sobre o ex-presidente e candidato ao Planalto que está preso em Curitiba. Luiz Inácio Lula da Silva teve sua participação negada no debate pela Justiça.

Por conta disso, a organização do evento havia decidido que um púlpito vazio representaria simbolicamente o petista. Um acordo majoritário entre as lideranças partidárias e a organização do debate, porém, acabou por retirar o que seria o nono assento pouco antes de seu início. Bolsonaro questionou a decisão, mas foi respondido prontamente pelos mediadores.




jr telecom

Casa do Artesão realiza exposição de produtos em Crochê

Postado em 17 de agosto de 2018 por Josélia Maria

image-83813

Localizada na Orla 2, próximo ao Vapor Saldanha Marinho, a Casa do Artesão de Juazeiro está expondo produtos confeccionados da técnica de croché. São toalhas de banho, mesa, peças de roupas, moda praia, decorativos, almofadas, entre outras peças. Tudo produzido com extrema delicadeza e qualidade.

O Crochê é um trabalho que pode ser feito usando qualquer tipo de fio, basta ter a agulha ideal e muita criatividade. A origem mais provável vem da técnica de costura chinesa, uma forma primitiva de bordado que foi difundida no Oriente Médio e chegou à Europa por volta de 1700. Mas o crochê só começou a ser fortemente difundido em 1800. A francesa Éléonore Riego desenhou padrões que podiam ser facilmente duplicados e publicou em livros para que outras pessoas pudessem começar a copiar os desenhos.

Os produtos que estão sendo expostos foram produzidos pela artesã Aparecida Lima. Uma jovem senhora que, com a prática e o decorrer do tempo, adquiriu uma forma talentosa de produzir peças exclusivas com a técnica do croché.

Além de expostos, os produtos em croché também estão sendo comercializados. A exposição está acontecendo neste mês de agosto, de terça a domingo, no horário das 9h às 21h. A Casa do Artesão convida toda sociedade para conferir os produtos em croché que estão em destaque, bem como, os demais produtos elaborados por artesãs e artesãos participantes da associação.

Maiores informações podem ser adquiridas pelo telefone (74) 3614.2625 ou pela página facebook.com/casadoartesaojuazeiro.




jr telecom

Veja as agendas de Paulo Câmara e Armando Monteiro nesta sexta

Postado em 17 de agosto de 2018 por Josélia Maria

Agenda de campanha

Agenda de campanhaFoto: Marcos Santos/USP
Blog da Folha

Confira as agendas de Paulo Câmara (PSB) e Armando Monteiro Neto (PTB):

Agenda Armando Monteiro

Sexta-Feira – 17/08/2018
8h00 Gravação para o guia – Recife

16h30 Ato político em São João

20h30 Lançamento da candidatura de Zeca Cavalcanti a deputado federal – Arcoverde

AGENDA do candidato à reeleição Paulo Câmara desta sexta-feira (17)

13h – Prosa Política em Custódia
Local: Espaço VIP – Rua Severino Bernardo da Silva, número 15

16h – Entrevista para Rádio São José FM
Local: Praça Pires RIbeiro, atrás da Igreja Matriz de São José do Belmonte

18h – Encontro com o deputado estadual Rogério Leão
Local: BR-232, KM 450, Rancho Baraúna

19h – Ato em São José do Belmonte com o prefeito Romonilson
Local: Pátio de eventos – Av. Primo Lopes, Centro




jr telecom

Dulcicleide Amorim leva reivindicação de moradores do Jardim Petrópolis à Compesa

Postado em 17 de agosto de 2018 por Josélia Maria

Nesta quinta-feira (16), representando o deputado Odacy Amorim, a candidata a deputada estadual Dulcicleide Amorim reuniu-se com o gerente regional da Companhia Pernambucana de Saneamento – Compesa, João Rafael, para tratar da instalação de uma rede de água nas ruas 14 e Juá e da Travessa 17, no Jardim Petrópolis, em Petrolina.
A reivindicação foi apresentada ao deputado Odacy Amorim, em recente visita ao bairro. Os moradores das ruas mencionadas só recebem água por meio de uma mangueira ligada à rede central, que fica a mais de 300 m de distância. O gerente regional da COMPESA garantiu a Dulcicleide que uma equipe será enviada para analisar a possibilidade de instalação da rede solicitada pelos moradores das ruas 14 e Juá e da Travessa 17.



jr telecom

Cooperativismo financeiro cresce em todo mundo e Petrolina – PE é um dos destaques

Postado em 17 de agosto de 2018 por Josélia Maria

image-83804

Com 4 mil associados e a perspectiva de chegar a R$ 100 milhões de ativos totais até o final do ano, a Sicredi Vale do São Francisco vem acompanhando o crescimento mundial do cooperativismo financeiro e colocando o município de Petrolina – PE numa posição de destaque regional.

Considerada um dos melhores desempenhos entre as 116 cooperativas do Sistema Sicredi, a entidade que tem sede em Petrolina e agência em Juazeiro – BA, obteve no ano passado R$ 4,6 milhões de resultados.

“Uma performance bastante significativa uma vez que o cooperativismo financeiro não tem fins lucrativos, as sobras anuais são isentas de impostos e isso se reverte em mais benefícios ao associado, através de participações,  redução de juros e de tarifas”, explicou o presidente da entidade, Antonio Vinícius Ramalho Leite.

Com vantagens sobre os bancos tradicionais, que tem taxa de juros em média de 4,58% ao mês, enquanto que nas cooperativas, as taxas caem para 2,27%, o cooperativismo financeiro foi considerado pela Moody’s Investors Service (uma das três maiores agências de classificação de risco de crédito) como um dos segmentos que mais crescem hoje na economia mundial.

De acordo com a agência, as cooperativas financeiras aumentaram 9,4% em 2017 e representam hoje 3,6% do crédito total no Brasil, o que caracteriza um ritmo de crescimento bem mais rápido do que o dos bancos comerciais.

image-83805

Estudos da Moody’s Investors Service revelam ainda que existem hoje mais de 200 milhões de associados às cooperativas financeiras em todo mundo. No Brasil, elas crescem de forma significativa. Segundo dados do Fundo Garantidor do Cooperativismo de Crédito (FGCoop), o número de associados aumentou 198,4% em 10 anos, passando de 3,21 para 9,58 milhões entre 2007 e 2017.

Com 3,8 milhões de associados e atuando em 1.575 agências distribuídas em 22 estados em todo país, o sistema Sicredi é um dos maiores do Brasil e disponibiliza os serviços de contas, cartões, empréstimos, investimentos, seguros e consórcios, entre outros. “Um sistema que valoriza o capital humano, atendendo as necessidades sociais e econômicas dos associados. Geramos trabalho e renda com inclusão social e desenvolvimento sustentável para o Vale do São Francisco”, concluiu Antonio Vinícius Ramalho Leite.




jr telecom